Análise da prova de Língua Portuguesa e Redação da EsSA

2322

EsSA_analise_prova_lingua_portuguesa_e_redacao_alfacon

Estão abertas as inscrições para o concurso da Escola de Sargentos das Armas (EsSa). Pensando nos alfartanos que estão estudando para este concurso, a professora Giancarla Bombonato analisou a prova de Língua Portuguesa e Redação da EsSa. Confira!

A banca organizadora costuma cobrar questões de todos os tópicos divulgados em editais, conforme estão listados abaixo:

1) Leitura, interpretação e análise de textos

Leitura, interpretação e análise dos significados presentes em um texto e o respectivo relacionamento com o universo em que o texto foi produzido.

2) Fonética, ortografia e pontuação

Correta escrita das palavras da língua portuguesa, acentuação gráfica, partição silábica e pontuação.

3) Morfologia

Estrutura e formação das palavras e classes de palavras.

4) Morfossintaxe

Frase, oração e período, termos da oração, orações do período (desenvolvidas e reduzidas), funções sintáticas do pronome relativo, sintaxe de regência (verbal e nominal), sintaxe de concordância (verbal e nominal) e sintaxe de colocação.

5) Noções de versificação

Estrutura do verso, tipos de verso, rima, estrofação e poemas de forma fixa.

6) Teoria da linguagem e semântica

História da Língua Portuguesa; linguagem, língua, discurso e estilo; níveis de linguagem, funções da linguagem; figuras de linguagem; e significado das palavras.

7) Introdução à literatura

A arte literária, os gêneros literários e a evolução da arte literária, em Portugal e no Brasil.

8) Literatura brasileira

Barroco, Arcadismo, Romantismo, Realismo, Naturalismo, Impressionismo, Parnasianismo, Simbolismo, Pré-Modernismo e Modernismo.

10) Alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste, aprovado no Brasil pelo Decreto no 6.583, de 29 de setembro de 2008 e alterado pelo Decreto no 7.875, de 27 de dezembro de 2012. Para o CFS/2017-18 ainda serão aceitas as duas formas ortográficas, como está previsto no Decreto no 7.875, de 2012.

Com base nas provas aplicadas de 2012 a 2015, os assuntos cobrados foram os que se seguem:

  • Acentuação
  • Análise de texto
  • Concordância verbal
  • Concordância: verbo haver
  • Crase
  • Figuras de linguagem
  • Fonética: Ditongo crescente
  • Fonética: divisão silábica
  • Fonética: vogal nasal
  • Formação de palavras: derivação
  • Formação de palavras: prefixo
  • Literatura – Quinhentismo
  • Literatura – Realismo/Naturalismo
  • Literatura – Romantismo
  • Literatura Brasileira
  • Morfologia – palavra que
  • Morfologia e sintaxe: pronome me
  • Morfologia e sintaxe: palavra que
  • Morfologia: conjunção pois
  • Morfologia: pronome possessivo
  • Morfologia: pronome e conjunção
  • Morfologia: conjunção uma vez que
  • Morfologia: verbo
  • Morfossintaxe: voz passiva
  • Período composto
  • Pontuação: vírgula
  • Regência verbal
  • Significação contextual
  • Sintaxe: termos da oração
  • Versificação

>> Saiba mais sobre o concurso da EsSa – EDITAL ABERTO

Análise da prova de Redação da EsSa

Para a prova de redação, a banca organizadora apresenta as seguintes orientações:

9) Redação

Gênero textual; textualidade e estilo (funções da linguagem; coesão e coerência textual; textual; tipos de discurso; intertextualidade; denotação e conotação; figuras de linguagem; mecanismos de coesão; a ambiguidade; a não-contradição; paralelismos sintáticos e semânticos; continuidade e progressão textual); texto e contexto; o texto narrativo: o enredo, o tempo e o espaço; a técnica da descrição; o narrador; o texto argumentativo; o tema; a impessoalidade; a carta argumentativa; a crônica argumentativa; a argumentação e a persuasão; o texto dissertativo-argumentativo; a consistência dos argumentos; a contra-argumentação; o parágrafo; a informatividade e o senso comum; formas de desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo; a introdução; e a conclusão.

A prova de redação vale 10,0 pontos. Destes, 20% (2,0) são para gramática e ortografia. Os outros 80% (8,0) são para a construção do texto. 

O que tem mais peso são os critérios “Tema” e “Argumentação”. Isso significa que, se o candidato constrói um texto que aborda 100% a proposta e traz posicionamentos e justificativas relacionadas e coerentes com o tema, consequentemente a nota dos outros critérios também seja alta.

Por isso, o objetivo é saber como abordar o tema e como fazer para garantir uma boa argumentação. Até porque, entre os critérios utilizados para dar grau zero a uma redação, é a “fuga total ao tema proposto”.

Nas propostas, a banca costuma apresentar um fragmento de texto para o candidato o interprete e escreva um texto dissertativo-argumentativo sobre o assunto central desse fragmento. Logo, é preciso ficar atento a toda a proposta e entender o texto motivador.

Vale destacar que a banca espera que o candidato não fique preso ao fragmento apresentado; espera-se que o texto não traga argumentos previsíveis, repetitivos e insuficientes. Ou seja, a redação deve apresentar um ponto de vista suficientemente abrangente de acordo com a proposta apresentada, além de utilizar variados recursos que conquistem a adesão do leitor às ideias defendidas.

>>Estude para o concurso da EsSa totalmente FREE

Comentários

comentarios