Aprovados INSS: Samuel dos Santos

180

20161210_aprovado_inss_samuel_santos           

Olá, meu nome é Samuel dos Santos Prado, tenho 26 anos, moro em Fazenda Rio Grande-PR, tenho o Ensino Médio. Decidi estudar para concursos públicos após inúmeras decepções, humilhações e baixa remuneração no período em que trabalhei em empresas.  

Estudei por 11 meses, de segunda a sábado numa média de 6 horas por dia, com um simulado aos domingos. Como comecei do zero, no início estudava bastante português e previdenciário, que eram as matérias mais numerosas na pontuação, mas não deixava nenhuma outra sem atenção. Com o passar do tempo fui ajustando as proporções de acordo com meu desempenho.

            Todo esse período de estudos foi muito intenso, tive que aprender muitas coisas que não aprendi no meu medíocre Ensino Médio, o português, por exemplo. Precisei aprender a aprender.

Estudo x Trabalho

            Dos 11 meses que estudei, passei 8 desempregado, fato que me ajudou a ter tempo para estudar, apenas conciliava com a procura de emprego. Quando trabalhava, estudava no horário de almoço e quando chegava em casa também. 

No início, pela falta de dinheiro, estudava as leis e baixava videoaulas do Youtube . Depois comprei uma apostila do AlfaCon, que me norteou até a véspera da prova, comprei o Detonando a Banca e baixava vários exercícios. Incrível como a apostila respondia quase todas as questões que caíram na prova, foi a melhor escolha. O plano de estudos também foi fundamental. 

            Comecei a estudar uns 6 meses antes de sair o edital, como decidi estudar realmente para passar, isso foi determinante. Eu sabia que uma hora o edital sairia e quanto mais antecedência maior a chance de conseguir o objetivo. 

>>Estude pra o próximo concurso do INSS

Motivação

            Minha situação era desesperadora, acho que isso foi crucial para não desistir em momento algum. Minha esposa sempre me motivava, isso era muito importante. Contas atrasadas, devolver o carro para o banco, meu chefe me dizendo que eu nunca iria passar, foram fatores que me impulsionavam demais a estudar.

Vida social

            Foi bem complicado, mas como eu não tinha dinheiro pra nada mesmo, saía pouco. Passei vários finais de semana ensolarados trancado no quarto estudando. 

            Sou casado, por sorte, sempre tive apoio da minha esposa, que entendeu perfeitamente que tudo aquilo era importante. 

Como conheceu o AlfaCon?

       Conheci o Alfa através dos vídeos do Evandro no Youtube, me identifiquei completamente e vi que o Alfa me ajudaria a passar de verdade, primeiramente pela motivação, que me atraiu já de cara, os materiais de alta qualidade, o suporte que o AlfaCon dá em todos os momentos, os planos de estudo de gente que realmente entende do assunto. 

           Nunca havia estudado para concursos, tudo era novo, fui mais na insistência do que na técnica no inicio. Depois comecei fazer as revisões sistemáticas, a forma de leitura ficou mais apurada, pequenos resumos. Mas nada de outro mundo, insistência é a melhor técnica. 

            Contei com muita ajuda da minha família em especial minha mãe, e na questão da internet, eu era um frequentador assíduo das lan houses. 

A prova

            Eu estava confiante, pois sabia que tinha feito uma boa preparação, mas lógico que a pressão é inevitável. Nos últimos dias procurei ocupar todos os momentos livres estudando, antes não conseguia estudar mais de 7 horas por dia, mas na reta final fui obrigado a conseguir, revisava tudo exaustivamente. 

            Fiz milhares de exercícios e refiz várias vezes. Errei em não dar uma atenção em todos os pontos do edital, LOAS por exemplo, li poucas vezes e caíram 9 questões sobre ela. 

E pra quem ainda não passou…

                Não desistam jamais, por mais que esteja difícil e pareça que não vai dar certo, continue. Não deixe ninguém te botar pra baixo, tenha espírito de guerreiro, busque melhorar a cada dia. Pense na sua família e na cara de tacho da pessoa que disse que você não ia passar quando souber da sua aprovação. 

>> Estude agora!

 

Comentários

comentarios