Aprovados INSS: Wellington Britto

100

20161202_aprovado_inss_wellington_britto

Meu nome é Wellington Brito, eu tenho 25 anos e atualmente moro em Planaltina – Distrito Federal. Sou formado em Gastão Ambiental pela Universidade de Brasília e atualmente estou no segundo curso – Letras-Português – na mesma Universidade. Eu decidi estudar para concurso porque eu vi que era a única porta mais segura que eu poderia ter profissionalmente. Uma vez que eu estava terminando meu primeiro curso eu não me via empregado em nenhuma área. Estudar para concurso foi uma decisão influenciada pelo lado financeiro e crescimento pessoal.

Trabalho e estudos

Eu estudei para o Inss desde o dia imediatamente posterior à prova da Caixa. Eu dividia igualmente os meus estudos e não priorizava nenhuma matéria. Certamente o previdenciário eu via com mais frequência por uma questão e ser a única matéria específica. Eu já acordava e começava meus preparativos para o estudo diário, não trabalhava, então eu dedicava o dia todo no estudo.  Duas disciplinas por dia mais exercícios e revisões. Essa foi minha rotina por muito tempo.

Eu comecei a trabalhar em novembro de 2015 após ser aprovado no concurso da Universidade de Brasília para assistente em Administração. Antes disso eu não trabalha então não teria que conciliar os estudos com o trabalho, o que me dava mais tempo para estudar. O edital do INSS saiu logo depois que eu comecei a trabalhar então eu sabia que teria me dobrar para me manter firme e com o conhecimento afiado nas disciplinas. Peguei pouca matéria na faculdade e usava o tempo pós-expediente para continuar a preparação. Adquiri o Reta Final INSS que potencializou aquilo que já era forte com a preparação que eu recebi.

Eu adquiri o curso Anual Carreiras Administrativas do Alfacon por duas vezes, então eu aproveitava os cursos disponíveis voltados para o INSS e estudava. Também estudei por apostila e pelo Reta Final. Eu tinha todo material possível e suficiente para fazer da minha preparação a chave para a mudança. Conciliei vídeos com apostila e exercícios e também os simulados aos finais de semana.  

Motivação 

É difícil de acreditar, mas eu sempre estive motivado. O que surgia como obstáculo era o cansaço por já estudar há muito tempo e parecer que você já está saturado. A promessa de um edital que sairia a qualquer momento era um dos motivos para que eu não desistisse. Além disso, o lado financeiro também nos chama para encarar a realidade. Sempre recebi apoio da família então isso foi fundamental para continuar a minha preparação. Algo sempre me dizia que se eu mantivesse meu foco alcançaria meu objetivo e seria aprovado em um concurso público.

Eu não saia quando as pessoas me chamavam. Passei praticamente um ano inteiro sem ir a encontros familiares. Não via amigos há muito tempo. Não sabia mais o que era sair. Eu sentia muita vontade de sair pra balada e curtir a noite, mas se eu fizesse isso, me sentiria culpado por não ter ficado estudando. Então eu abdiquei bastante da minha vida social, mas vejo que isso foi determinante na minha aprovação.

Família

Eu moro com meus pais e uma irmã. Minha família sempre me apoiou em meus estudos e eu acabei sendo a inspiração para que outros da família estudassem. Até onde sei, ninguém foi negativo quanto ao fato de eu optar pelo estudo ao trabalho.  Sou solteiro e o estudo acabou influenciando no meu distanciamento para ter qualquer tipo de relacionamento uma vez que nem sempre o próximo está preparado para encarar uma rotina que você tem que dedicar mais tempo nela do que na atenção ao próximo.

>> Estude para o próximo concurso do INSS

O Edital

Não comecei com edital aberto. Minha preparação se iniciou muito tempo antes do edital e focar no estudo sem a perspectiva de um iminente edital foi extremamente difícil. Sentia-me cansado, saturado, mas eu me motivava porque eu sabia que se eu continuasse seria aprovado e alcançaria o cargo público. O lado financeiro e a possibilidade de ajudar a minha família em amplos sentidos, foram determinantes para que eu mantivesse o foco.

Conhecendo o AlfaCon

Minha irmã me pediu para que eu acompanhasse uma aula pra ela porque no dia da aula ela não poderia. Então combinamos que eu veria a aula e passaria as anotações para ela. Desde então, não parei de estudar com o Alfacon. Aquele dia foi determinante na minha vida porque eu vi que a chave estava ali – estudando para concurso. Foi então que comecei Pela Caixa e mantive os estudos com o Inss.

O Alfacon foi o agente promotor com toda motivação e toda a equipe devidamente qualificada para a nossa preparação. Os projetos do Alfa voltados para o INSS foram extremamente fundamentais para potencializar o conhecimento que eu já havia acumulado e foi essa potencialização a chave para a diferença na realização da prova.

Aprendi bastante fazendo resumos e mapas mentais principalmente da matéria de direito previdenciário. Focava nas videoaulas e nos exercícios que era parte do plano de estudos e tentava pensar na matéria no meu dia a dia. Quando alguém procurava saber algo sobre o direito previdenciário em especial eu aplicava os conhecimentos aprendidos e conseguia dessa forma consolidar o aprendizado de forma qualificada.  

 

O que te fez superar os obstáculos? 

Muita motivação e a possibilidade de um futuro repleto de mudanças. Com relação ao lado financeiro eu sabia que seria passageiro uma vez que no momento da aprovação e posterior nomeação tudo seria apenas um passado e eu não me preocuparia com isso. Pensar assim, foi fundamental para manter o foco e continuar estudando por mais que as dificuldades diárias fossem evidentes.

Eu me mantive tranquilo, tentei não pensar muita na prova em si, mas continuar com a preparação. Potencializei os meus estudos, investi em resumos, exercícios, esquemas didáticos e tentava acompanhar todas as aulas afins ao Inss para que eu internalizasse aquilo que era preciso. Em nenhum momento pensei em relaxar, quanto mais se aproximava o dia da prova, mais eu sabia que tinha que estar preparado uma vez que na batalha não é o mais forte que vence, mas aquele que usa sua sabedoria para vencer a sua mais difícil luta.

A minha determinação e minha fé que eu alcançaria o tão sonhado cargo público foram efetios na minha preparação. Houve falhas pontuais em dias que eu não conseguia estudar, mas isso não acontecia com frequência uma vez que o dia que eu não estudava eu me sentia culpado e com minha consciência pesada por parecer estar devendo algo a mim mesmo.

E pra quem ainda não passou…

Mantenha o foco, se realmente quer mudar a sua vida e de quem está ao seu lado, qualquer capricho pode ser superado e qualquer tempo pode ser adaptado. Você é o principal AGENTE para que a mudança ocorra e a confiança em si é essencial nesse processo. Não deixe que determinem quem você é ou deveria ser. Determine-se, confirme-se e garanta que seu caminho será o trilhado pelo sucesso. Foco – Força e Fé!

>>Comece a estudar agora!

 

 

 

 

Comentários

comentarios