Concurso ANA: solicitação de 88 vagas encaminhada para MP

92

capa_concurso_ana

A ANA (Agência Nacional de Águas), agência responsável pelos recursos hídricos do país, já enviou uma solicitação ao Ministério do Planejamento para a autorização do concurso com oferta de 88 vagas efetivas para os cargos de nível médio e superior. No último dia 31/05, foi encaminhada a solicitação, e já passou por diversos setores, e no momento é analisada pela Divisão de Concursos Públicos do Planejamento

Foram 41 vagas solicitadas para o cargo de Especialista em Recursos Hídricos e 1 vaga para Especialista em Geoprocessamento. Ambos os cargos exigem nível superior em qualquer área, e a remuneração é de R$ 13.090,86, já incluso GDRH (Gratificação de Desempenho de Recursos Hídricos) e auxílio-alimentação.

Já para área de apoio, foi solicitado 37 vagas para Analista Administrativo, com exigência de formação superior em diversas áreas, com remuneração de R$ 12.138,06, e mais 9 vagas para Técnico de Administrativo, com exigência de nível médio e remuneração de R$ 6.743,34, todos os valores incluem gratificação e auxílio-alimentação. A ANA não possui seleções em validade, o que faz com que aumente ainda mais as chances de autorização para preenchimento de vagas.

Últimos concursos
O último concurso foi em 2012, e teve 45 vagas ofertadas para o cargo de Técnico Administrativo para Brasília-DF. As provas aplicadas tiveram apenas 50 questões objetivas e uma discursiva, tendo como disciplina: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Ética, Noções de Informática, Legislação Aplicada à ANA, Noções de Direito Constitucional e Noções de Direito Administrativo.

Para os outros cargos, o último certame foi no ano de 2008, com a oferta de 100 vagas para Especialista em Recursos Hídricos, 12 vagas para Especialista em Geoprocessamento e 40 para Analista Administrativo. Os candidatos passaram por provas objetivas com as disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Quantitativo, Ética na Administração Pública, Recursos Hídricos/Legislação Aplicada, Direito Constitucional e Administrativo, além de Conhecimentos Específicos de cada cargo, mais uma questão discursiva sobre tema específico. Para os cargos de Especialista houve uma avaliação de títulos e experiência profissional. As provas foram aplicadas em todo o país, porém eram apenas para Brasília-DF.

Comentários

comentarios