Caixa Econômica Federal: contratação sem concurso é negada

641
Depois da divulgação referente a alteração de uma normativa interna, na qual seria permitida a contratação de bancários temporários, o presidente da instituição, Gilberto Occhi, afirmou que não há possibilidade de contratação sem concursos públicos.
Em uma cerimônia de assinatura de distribuição de parte dos lucros do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço aos trabalhadores, o presidente declarou que “essa mudança na regulamentação foi muito mais para adequar a legislação aprovada às regras da Caixa. Não significa dizer que temos intenção. Momentaneamente, não há intenção da Caixa de fazer nenhuma contratação terceirizada para algum tipo de posto de trabalho dentro do banco”.
Foi divulgado uma nota da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf/CUT) repudiando a ação. “Vamos continuar exigindo que sejam convocados para assumir os cargos os aprovados no último concurso realizado pela Caixa”.
>> CURSO CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
Contratação de Remanescente 

Em Brasília, a segunda turma do TRT 10ª Região iniciou no último dia 07/07, o julgamento da ação civil pública impetrada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) sobre a convocação dos aprovados no concurso da Caixa Econômica Federal em 2014. Porém, a análise foi adiada, em decorrência de pedido de vistas do processo.

Foi defendia a manutenção da decisão dada pela juíza do trabalho substituta, Natalia Queiroz Cabral Rodrigues, pelo representante do MPT, Adélio Justino Lucas. A instituição já havia recorrido da decisão, mas teve seu recurso negado pela magistrada em 1º de fevereiro deste ano. Com novo recursos, agora o processo tramita na segunda turma.

Contudo, segue a determinação judicial de que a instituição convoque, no mínimo, 2.000 aprovados no certame. Conforme a decisão de 2016, embora o banco tenha reforçado que contratou 2.093 aprovados até dezembro de 2015, o que cumpre a previsão inicial de 2.000 vagas, as contratações ocorreram concomitantemente com um plano de desligamentos voluntários instituído na ocasião, caracterizando que as convocações foram apenas para substituição imediata, tendo como resultado a diminuição, em decorrência dos desligamentos, em vez de aumento do número de funcionários.

A juíza especifica que o total de 2.000 mil contratações não deve considerar candidatos já nomeados em decorrência de decisões jurídicas individuais. Caso o banco não apresente o levantamento no prazo previsto, deverá pagar multa de R$ 500 mil.
Detalhes dos cargos de acordo com o último concurso
Técnico Bancário
– Ensino médio;
– Remuneração de R$2.932,32, incluindo salário base de R$2.025 e R$907,32 de benefício.
Benefícios
– Possibilidade de evolução salarial ao longo da trajetória profissional;
Possibilidade de ascensão e desenvolvimento profissional;
– Participação nos lucros e resultados;
– Participação em plano de saúde de previdência complementar;
– Auxílio refeição-alimentação;
– Auxílio cesta-alimentação;
– Participação em programa de elevação da escolaridade;
– Participação em desenvolvimento e programas de preservação da saúde;
Atribuições
– Prestar atendimento e fornecer informações solicitadas por clientes e público;
– Efetuar atividades administrativas necessárias ao bom andamento do trabalho da unidade;
– Operar computador, terminais e outros equipamentos;
– Instruir e relatar processos administrativos e operacionais;
– Efetuar cálculos diversos referentes às operações,programas e serviços da Caixa;
– Elaborar e redigir correspondências;
– Preparar o movimento diário;
– Manter atualizadas as operações, programas e serviços implantados eletronicamente;
– Dar andamento em processos e documentos tramitados na unidade;
– Realizar trabalho relativo à edição de textos e planilhas eletrônicas, arquivos, pesquisa cadastral, controle de protocolo e demais atividades operacionais;
– Elaborar e preparar mapas, gráficos, relatórios e outros documentos.


>> APOSTILA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Último concurso Caixa

O último concurso Caixa Econômica Federal aconteceu em 2014. Constou que a prova objetiva teve 120 itens, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Em conhecimentos básicos foram 14 de língua portuguesa, com peso dois, e 36 sobre matemática,raciocínio lógico, atualidades, ética e legislação específica, com peso um. Conhecimentos específicos contou com peso dois. Os candidatos também foram submetidos a uma prova discursiva de conhecimentos específicos,com peso um.

Comentários

comentarios