Concurso MP PE: SAIU edital com vagas para nível médio e superior!

4460

Concurso MP PE publica edital com vagas para nível médio e superior

O Ministério Público de Pernambuco (concurso MP PE) publicou, dia 25/09/2018, o edital visando preencher 23 vagas totais para cargos de nível médio e superior. Confira a distribuição das vagas e os requisitos dos cargos:

>> Acesse o curso gratuito de Língua Portuguesa do Alfacon. Clique no botão abaixo e acesse!

Cargos Vagas Requisitos
Técnico Ministerial – Administrativa 13 + Cadastro de Reserva Certificado de conclusão de ensino médio ou equivalente, reconhecido pelo Ministério da Educação.
Analista Ministerial –
Área Pedagogia
Cadastro de
Reserva
Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Pedagogia ou licenciatura plena,
fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.
Analista Ministerial – Área Informática Cadastro de Reserva Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de Ciência da Computação, Sistemas de Informação ou Engenharia da Computação fornecido por
Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.
Analista Ministerial –
Área Comunicação Social –
Jornalismo
Cadastro de
Reserva
Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, fornecido por Instituição de Ensino
reconhecida pelo Ministério da Educação.
Analista Ministerial –
Área Engenharia Civil
Cadastro de
Reserva
Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Civil, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e
Registro no Conselho de Classe.
Analista Ministerial –
Área Medicina
Cadastro de
Reserva
Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de Medicina, reconhecido pelo Ministério da Educação, e Registro no Conselho de Classe.
Analista Ministerial –
Área Arquitetura
Cadastro de
Reserva
Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Arquitetura, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.
Analista Ministerial –
Área Serviço Social
Cadastro de
Reserva
Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Serviço Social, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.
Analista Ministerial –
Área Documentação
01 +
Cadastro de
Reserva
Diploma de curso superior em Arquivologia, com registro no Ministério da Educação.
Analista Ministerial –
Área Biblioteconomia
01 +
Cadastro de
Reserva
Diploma de curso superior em nível de graduação em Biblioteconomia, devidamente registrado no Ministério da
Educação, e registro no Conselho Regional da categoria.
Analista Ministerial –
Área Auditoria
01 +
Cadastro de
Reserva
Diploma, devidamente registrado, de conclusão de Curso superior em Administração, Ciências Contábeis, Direito ou Economia, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida
pelo Ministério da Educação.
Analista Ministerial –
Área Jurídica
07 +
Cadastro de
Reserva
Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Direito, fornecido por Instituição
de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

 

A remuneração inicial para os cargos de nível superior é de R$ 4.809,54 e para nível médio é de R$ 3.171,52. Os interessados que desejam prestar o concurso MP PE deverão realizar sua inscrição a partir das 10h do dia 01/10/2018 às 14h do dia 26/10/2018, pelo site da banca organizadora, FCC. A taxa para os cargos de nível superior é de R$ 110,00 e para os de nível médio é de R$ 75,00.

Dos requisitos básicos para a investidura do cargo

O candidato aprovado no Concurso de que trata este Edital será investido no cargo/área se atender às seguintes exigências na data da posse:

  1. ser brasileiro nato ou naturalizado ou português em condição de igualdade de direitos com os brasileiros, na forma do artigo 12, § 1º, da Constituição Federal;
  2. ter idade mínima de 18 (dezoito) anos;
  3. estar em dia com as obrigações eleitorais;
  4. estar em dia com os deveres do Serviço Militar, para os candidatos do sexo masculino; encontrar-se no pleno gozo dos direitos políticos;
  5. possuir os documentos comprobatórios da escolaridade e pré-requisitos constantes do Capítulo 2 e os documentos constantes do Capítulo 14 deste Edital; ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições do Cargo

Das provas

As provas terão ao todo 50 questões, sendo 20 de Conhecimentos Básicos e 30 de Conhecimentos Específicos. As Provas Objetiva e Discursiva – Redação serão realizadas na cidade de Recife – Estado de Pernambuco, com previsão de aplicação para o dia 02/12/2018, nos seguintes períodos:

  1. no período da MANHÃ: para o cargo/área de Técnico Ministerial – Administrativa;
  2. no período da TARDE: para os cargos de Analista Ministerial – todas as áreas.

Para todos os Cargos/Áreas, a Prova Discursiva – Redação será aplicada juntamente com as provas objetivas para todos os candidatos inscritos e somente serão avaliadas as dos candidatos habilitados e mais bem classificados nas provas objetivas, no limite estabelecido no quadro abaixo, mais os empates na última posição de classificação, e todos os candidatos com deficiência:

Redações corrigidas MP PE
Redações corrigidas MP PE

DESCRIÇÃO DA ATRIBUIÇÃO BÁSICA DOS CARGOS

Analista Ministerial – Área Jurídica: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Direito, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior, de natureza técnica, privativas de bacharel em Direito, relacionadas à atividade-meio e à atividade-fim do Ministério Público, envolvendo o planejamento, a coordenação, a supervisão e a execução de tarefas que envolvem a elaboração de peças jurídicas; realizar análise, pesquisa, seleção e processamento de informações sobre legislação, doutrina e jurisprudência.

Analista Ministerial – Área Auditoria: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de Curso superior em Administração, Ciências Contábeis, Direito ou Economia, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: zelar pela legalidade, legitimidade e avaliar os resultados quanto à eficácia, à eficiência e à efetividade da gestão orçamentária, financeira, patrimonial e de pessoal do Ministério Público do Estado de Pernambuco.

Analista Ministerial – Área Biblioteconomia: Diploma de curso superior em nível de graduação em Biblioteconomia, devidamente registrado no Ministério da Educação, e registro no Conselho Regional da categoria.

Descrição sumária: planejar, organizar, supervisionar, coordenar, avaliar e executar atividades referentes à pesquisa, estudo, catalogação, classificação e indexação bibliográfica de livros, periódicos e documentos, bem como o armazenamento, recuperação e disseminação de informações técnicas, sociais e culturais de interesse do Ministério Público do Estado de Pernambuco.

Analista Ministerial – Área Documentação: Diploma de curso superior em Arquivologia, com registro no Ministério da Educação.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior a fim de promover a adequada preservação de documentos e gestão de arquivos.

Analista Ministerial – Área Serviço Social: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Serviço Social, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: prestar assistência às Promotorias de Justiça em ações e procedimentos que envolvam conhecimentos técnicos na área de Serviço Social.

Analista Ministerial – Área Arquitetura: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Arquitetura, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior a fim de garantir a qualidade técnica dos projetos arquitetônicos de obras e edificações, incluindo as condições de acessibilidade para pessoas com deficiências ou limitações físicas ou sensoriais.

Analista Ministerial – Área Medicina: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de Medicina, reconhecido pelo Ministério da Educação, e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: prestar assistência às Promotorias de Justiça em ações e procedimentos que envolvam conhecimentos técnicos na área de Medicina e do Sistema Único de Saúde – SUS.

Analista Ministerial – Área Engenharia Civil: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Civil, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: planejar, organizar, supervisionar, coordenar, avaliar, fiscalizar e executar atividades relativas ao desenvolvimento de projetos, obras e serviços técnicos de engenharia, bem como prestar assistência às Promotorias de Justiça em ações e procedimentos que envolvam conhecimentos técnicos na área de Engenharia Civil.

Analista Ministerial – Área Comunicação Social – Jornalismo: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior de Jornalismo, obedecendo a formação profissional e respeitando a especialidade de ingresso do servidor.

Analista Ministerial – Área Informática: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de Ciência da Computação, Sistemas de Informação ou Engenharia da Computação fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: planejar, conceber, coordenar, gerenciar e participar de ações para a implementação de soluções de Tecnologia da Informação, bem como prover e manter em funcionamento essa estrutura tecnológica, composta por sistemas, serviços, equipamentos e programas de informática necessários ao funcionamento do Ministério Público.

Analista Ministerial – Área Pedagogia: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Pedagogia ou licenciatura plena, fornecido por instituição reconhecida pelo MEC e Registro no Conselho de Classe.

Descrição sumária: realizar atividades de nível superior a fim de favorecer o adequado funcionamento e desenvolvimento organizacional. Compreende o planejamento, a execução, o acompanhamento e a avaliação de planos e projetos de capacitação, treinamento, aperfeiçoamento e desenvolvimento funcional. Consiste também em prestar assistência às Promotorias de Justiça em ações e procedimentos que envolvam conhecimentos técnicos na área de Pedagogia.

Técnico Ministerial – Administrativa: Certificado de conclusão de ensino médio ou equivalente, reconhecido pelo Ministério da Educação.

Descrição sumária: executar atividades de apoio técnico-administrativo e as necessárias ao desempenho das atividades inerentes ao funcionamento do Ministério Público do Estado de Pernambuco.

>> Clique aqui e acesse o edital do MP PE <<

Notícias Anteriores Concurso MP PE

Foi publicado no Diário de Pernambuco desta quarta-feira, 11 de abril de 2018, uma portaria que estabelece uma comissão temporária para realização de concurso MP PE para técnicos administrativos. Confira:

Comissão concurso MP PE
Comissão concurso MP PE

II – Designar os servidores ALEXANDRA MOREDA DELGADO RÉGIS, Técnica Ministerial – Área Administrativa, matrícula nº 188.585-5, ADEILDO JOSE DE BARROS FILHO, Técnico Ministerial – Área Administrativa, matrícula nº 187.763-1, VÂNIA LIMEIRA BRAGA, Técnica Ministerial – Área Administrativa, matrícula nº 188.074-8, e ANA CAROLINA CAVALCANTI MACIEL CUNHA, Técnica Ministerial – Área Administrativa, matrícula nº 188.838-2, RAQUEL MIRANDA DE OLIVEIRA KOHLER, Técnica Ministerial – Área Administrativa, matrícula nº 189.105-7, para, sob a presidência da primeira, integrarem a Comissão instituída pela presente Portaria;

III – Atribuir aos servidores integrantes da Comissão Temporária a retribuição prevista no artigo 4º da Lei 13.536/2008, de 08 de setembro de 2008, observando a vedação contida no artigo 13 da Lei Complementar nº 13/1995;

IV – Esta Portaria entrará em vigor na data de sua publicação e produzirá efeitos até a data da homologação do referido Concurso Público.

A Secretaria Geral do Ministério Público de Pernambuco (MP PE) solicitou, em 2017, urgentemente um novo concurso. A solicitação deve-se a existência de 8 cargos vagos na instituição e ao déficit crescente de aposentadorias. Atualmente, 17 servidores estão para se aposentar no órgão.

O novo concurso MP PE foi solicitado à Procuradoria Geral da Justiça e teve aval positivo. O pedido de autorização está publicado no Diário Oficial do dia 9 de novembro de 2017.

A Secretaria Geral sugeriu que o certame não fosse regionalizado, para não restringir a remoção de servidores durante o estágio probatório.

Dentre os cargos a serem preenchidos, são 04 para Técnicos Ministeriais e 04 para Analistas Ministeriais, de nível e superior, respectivamente. A demanda para ambos os cargos é urgente no Ministério Público de Pernambuco.

Devido à grande demanda de trabalho, atualmente, as promotorias e vários setores administrativos da Instituição pleiteiam um total de 243 servidores, um número que não pode ser absorvido pelo MP PE no momento.

O concurso MP PE, além de ofertar as 08 vagas para os dois cargos citados acima, também seria para cadastro de reserva, visando o ingresso futuramente conforme for surgindo vaga. A remuneração inicial gira em torno de R$ 3.578,37 para Analista Ministerial e  R$ 2.160,73 para Técnico Ministerial.

“O concurso público para preenchimento do quadro efetivo é uma necessidade, mesmo diante da iminência do redimensionamento de pessoal a ser proposto pela Comissão de Estruturação das Promotorias e Procuradorias de Justiça”, avaliou o secretário-geral do MP PE, o promotor de Justiça Alexandre Augusto Bezerra.

Requisitos dos cargos Concurso MP PE

Cargo

Área

Requisito

Analista Ministerial (Nível Superior) Arquitetura Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Arquitetura, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro no Conselho de Classe
Ciências Contábeis Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Ciências Contábeis, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro no Conselho de Classe
Comunicação Social – Jornalismo Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro Profissional no Ministério do Trabalho e Emprego.
Engenharia Civil Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Engenharia Civil, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro no Conselho de Classe.
Informática Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior de Ciência da Computação, Sistemas de Informação ou Engenharia da Computação fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.
Jurídica Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Direito, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação
Psicologia Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Psicologia, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro no Conselho de Classe.
Serviço Social Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em Serviço Social, fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro no Conselho de Classe.
Técnico Ministerial (Nível Médio)
Administrativa Certificado de conclusão de curso de Ensino Médio.
Contabilidade Ensino Médio completo com Certificado de conclusão de Curso Técnico fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Registro no Conselho de Classe.
Eletrônica Ensino Médio completo com Certificado de Conclusão de Curso Técnico em Eletrônica ou Conclusão de Curso Técnico em Telecomunicação fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Inscrição no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA).
Telecomunicações Ensino Médio completo com Certificado de Conclusão de Curso Técnico em Telecomunicação ou Conclusão de Curso Técnico em Eletrônica fornecido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e Inscrição no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (CREA).
Informática Ensino Médio completo com Certificado de Conclusão de Curso em Linguagem de Programação com carga horária mínima de 60 horas.

Último concurso MP PE

O último edital foi lançado em 2012 pela FCC e foram ofertadas no qual 38 vagas para
cargos de nível médio e superior. Os cargos de nível superior foram de analista ministerial para as áreas de arquitetura, ciências contábeis, comunicação social-jornalismo, engenharia civil, informática, jurídica, psicologia e serviço social. Já os de nível médio foram de técnico ministerial, para as áreas administrativa, contabilidade, eletrônica, telecomunicações e informática.

Das provas Concurso MP PE

O Concurso MP PE constou das seguintes provas e respectivos pesos:

ANALISTA MINISTERIAL – ÁREAS: Arquitetura; Ciências Contábeis; Comunicação Social – Jornalismo; Engenharia Civil; Informática; Jurídica; Psicologia e Serviço Social.
  • Conhecimentos Básicos, com 20 questões (peso 1);
  • Conhecimentos Específicos, com 40 questões (peso 3);
  • Prova de Títulos.
TÉCNICO MINISTERIAL – ÁREAS: Administrativa; Apoio Especializado – Especialidades: Contabilidade, Eletrônica; Telecomunicações e Informática.
  • Conhecimentos Básicos, com 30 questões (peso 1);
  • Conhecimentos Específicos, com 30 questões (peso 2).

 

Último edital concurso MP PE

Para mais informações sobre concursos, dicas e aulas gratuitas, acompanhe-nos nas redes sociais:

Motivação Concurso Público: ACREDITAR E BATALHAR É PRECISO!

Comentários

comentarios