Concurso MTE 2017/2018: pedido de 2.600 vagas

611

concurso_mte

Nesta segunda-feira (29/05), o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego) informou que foi incluído os cargos e quantitativos junto com a antiga solicitação do dia (25/05), em que foi enviado ao Ministério do Planejamento, o pedido de autorização para as vagas da área fiscal e administrativa. Como já se esperava, além de Auditor-Fiscal do Trabalho, a solicitação inclui o cargo de Agente Administrativo, que possui como requisito apenas ensino médio completo e a remuneração inicial é de R$ 3.881,97.

Vagas

Foram pedidas 1.163 vagas para o cargo de Agente Administrativo, além de 242 vagas em cargos de nível superior, sendo 85 vagas para Administrador, 32 para Arquivista, 54 para Contador, 5 para Engenheiro, 5 para Estatístico, 3 para Sociólogo, 26 para Psicólogo, 10 para Técnico em Assuntos Educacionais, 10 para Técnicos em Comunicação Social e 12 para Economista. A remuneração inicial para estes cargos são de R$ 5.494,09, para a área administrativa foram pedida 1.405 vagas ao total.

Para a área fiscal, foram pedidas 1.190 vagas de Auditor-Fiscal do Trabalho, este número se refere ao total de vagas desocupadas na carreira. Por conta desse alto índice de vagas desocupadas, falta pessoal para o combate do trabalho semelhante ao escravo e ao trabalho infantil, além da prevenção aos acidentes de trabalho. 

O cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho, tem como requisito ensino superior completo em qualquer área, e a remuneração inicial é de R$ 19.669,01, incluindo o auxílio alimentação de R$ 458.

Atribuições

Agente Administrativo: Cabe ao profissional da área exercer atividades que envolvam o suporte administrativo ás unidades organizacionais do órgão, com atuação nas áreas finalísticas, de gestão de pessoas, material, patrimônio, orçamento e finanças, compreendendo tarefas de natureza repetitivas ou não, como operar os sistemas corporativos e governamentais, atender ao público interno e externo por telefone, correio eletrônico ou presencial, elaborar documentos e correspondências, elaborar e analisar informações, certidões, declarações, relatórios e documentos, elaborar e conferir cálculo, realizar atividades relativas à instrução, tramitação e movimentação de processos e documentos, manter e controlar arquivos, orientar a aplicação de noras internas ou de sua área de atuação, participar de reuniões, comissões, grupos e equipes de trabalho, participar do plano de trabalho institucional de sua unidade, realizar levantamento de dados de natureza técnica e atuar na gestão e fiscalização de contratos e convênios. 

Auditor-Fiscal: Entre as atividades estão o cumprimento das disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e emprego, verificação dos registros em CTPS (Carteira de Trabalho e Previdência Social), visando à redução dos índices de informalidade, verificação do recolhimento do FGTS (Fundo de Garantia Por Tempo de Serviço), com o objetivo de maximizar os índices de arrecadação, e cumprimento de acordos, convênios e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregadores e empregados.

>> CURSO AUDITOR FISCAL MTE

Último Concurso

O último concurso para Agente aconteceu em 2014, e contou com a banca organizadora Cespe. No exame houveram 120 tópicos, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva de conhecimentos específicos.

Foi cobrado em conhecimentos básicos temas de língua portuguesa, noções de informática, noções de direito administrativo, atualidades, ética no serviço público e noções de administração financeira e orçamentária. Em conhecimentos específicos, legislação específica, noções de gestão de pessoas nas organizações, noções de administração de recursos materiais, noções de arquivologia e noções de gestão e fiscalização de contratos e convênios.

Já para auditor, a última seleção ocorreu em 2013, e também foi organizado pelo Cespe. A seleção contou com provas objetivas, exames discursivos e sindicância de vida pregressa. As provas objetivas tiveram 220 perguntas, sendo 100 de conhecimentos básicos e 120 de conhecimentos específicos.  

>> CURSO AUDITOR FISCAL MTE FREE

Comentários

comentarios