Concurso PC ES: Banca organizadora definida! Confira!

14955

Concurso PC ES tem banca organizadora definida

Foi publicado nesta sexta-feira, 21 de setembro de 2018, a dispensa de licitação da banca organizadora que será responsável pela organização do concurso PC ES. A organizadora será o Instituto AOCP. O novo certame visará o preenchimento de 173 vagas totais, sendo:

Cargos Vagas
Assistente Social 4
Auxiliar Perícia Médico-Legal 20
Escrivão de Polícia 20
Investigador 60
Médico Legisla 15
Psicólogo 4
Perito Oficial Criminal 50

New call-to-action

Confira a dispensa de licitação:

Banca organizadora concurso PC ES
Banca organizadora concurso PC ES

Concurso PC ES revela detalhes da seleção

A Polícia Civil do Espírito Santo (Concurso PC ES) já está contratando a nova organizadora responsável pela elaboração do novo edital. Nesta terça-feira, dia 23, o órgão divulgou o projeto básico para o concurso de 173 vagas totais. Para que serve o projeto básico? Para contratar a banca. A contratação será por meio de dispensa de licitação.

Até o momento, seis bancas estão na disputa para a organização do concurso PC ES. Confira:

  • Cebraspe (Cespe/Unb)
  • AOCP
  • Instituto Acesso
  • Ibade
  • Cesgranrio
  • FGV

O projeto básico releva informações interessantes sobre o novo concurso. Separamos algumas para você ter acesso, como a taxa de inscrição, remuneração e muito mais. Confira!

Vagas

De acordo com o processo de autorização, as vagas autorizadas foram:

Cargos Vagas
Assistente Social 4
Auxiliar Perícia Médico-Legal 20
Escrivão de Polícia 20
Investigador 60
Médico Legisla 15
Psicólogo 4
Perito Oficial Criminal 50

 

Taxa de Inscrição

A taxa de inscrição para os cargos de nível superior será de R$ 141,30. Já as de nível médio será de R$ 95,20.

Remuneração

O valor do subsídio de acordo com a Portaria 15-R da Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos, publicada em 24.04.2018, é a seguinte:

A jornada de trabalho será de 30 horas semanais para o cargo de médico legista. Para os demais cargos, a jornada será de 40 horas semanais.

Confira o projeto básico no documento completo abaixo

Notícias Anteriores

Foi publicado no Diário Estadual do Espírito Santo o cancelamento da dispensa de licitação com a banca organizadora que estava definida para a realização do novo concurso PC ES.

De acordo com o órgão da Polícia Civil, o Instituto Acesso desistiu de realizar a nova seleção, sob a alegação de prejuízo com a promulgação da Lei Ordinária 10.822/2018, que prevê a dispensa de pagamento de taxas de inscrição para candidatos que são isentos de apresentar a declaração anual do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF).

Confira a postagem no Diário do ES:

A Polícia Civil do Espírito Santo (concurso PC ES) tinha a previsão de publicar o seu edital até o final do mês de maio. As vagas já estão definidas e agora o órgão irá correr para contratar uma nova responsável pela organização do certame.

Na data de 14 de março de 2018, foi publicado no Diário do Espírito Santo, por meio de dispensa de licitação, a banca organizadora do concurso PC ES. Após a assinatura do contrato o próximo passo seria a publicação do edital. O certame ofertará 173 vagas totais.

A organizadora selecionada na época foi a Instituto Acesso de Ensino, Pesquisa, Avaliação, Seleção e emprego.

Concurso é anunciado e tem distribuição de vagas

Foi anunciado nesta quarta-feira, pelo governador Paulo Hartung, a seleção para a Polícia Civil do Espírito Santo e sua distribuição de vagas. Os salários que variam entre R$ 3.449,60 e R$ 4.860,80. Ao todo serão ofertadas 173 vagas, sendo:

Em sua fala, o governador Paulo Hartung destacou a importância da ação: “Estamos anunciando concurso para uma instituição que é parte do nosso esforço na quebra do ciclo vicioso da impunidade. Por meio da Polícia Civil temos a boa investigação e a elucidação dos episódios criminosos. Com o reforço da equipe, conseguiremos reduzir ecombater essa prática na sociedade”.

O secretário da Sesp, André Garcia, destacou que as vagas do concurso atenderão aos municípios da Grande Vitória e do interior do Estado: “São 173 vagas para diversos cargos que darão fôlego à Polícia Civil. Os aprovados se juntarão aos 74 novos policiais nomeados no ano passado, que estão em fase final de formação na Acadepol. Esses profissionais vão atender às necessidades na Grande Vitória e no interior. Em até 30 dias a PC vai concluir a contratação da empresa responsável pela aplicação das provas e, a partir daí, o edital será lançado”, explicou o secretário.

Concurso PC ES 2018 tem orçamento liberado

Foi publicado nesta quarta-feira, dia 27/12, no Diário do Estado do Espírito Santo liberação de orçamento para realização do novo Concurso PC ES. O novo certame tem previsão de ser publicado ao longo de 2018.

Na próxima segunda-feira, dia 29, sairá a confirmação do Concurso PC ES, os cargos e quantitativos de vagas.

Veja logo abaixo a liberação do orçamento:

O Concurso PC ES está previsto para sair em breve e prova disso é que o órgão já iniciou o processo licitatório para a definição da banca que será responsável pelo certame. O documento foi publicado no Diário do Estado. Confira!

⇒ CURSO POLÍCIA CIVIL DO ES – AGENTE (clique aqui) ⇐

⇒ CURSO POLÍCIA CIVIL DO ES – ESCRIVÃO (clique aqui) ⇐

Adquira nossos Cursos  para Concurso Polícia PC ES. Compostos de videoaulas para você assistir onde e como quiser. Todas as matérias acompanham material em PDF.

 

Os interessados terão o prazo de 15 dias para apresentar suas propostas e os envelopes serão abertos no próximo dia 23/11, às 9h.

A previsão é que o novo concurso PC ES oferte vagas para os cargos de delegado, agente e escrivão. Maiores informações sobre vagas e os demais cargos serão divulgadas posteriormente.

Requisitos Cargos PC ES

Assistente Social – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Serviço Social, devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Comprovação de experiência profissional mínima de dois anos.

Delegado de Polícia – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Escrivão de Polícia – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Direito, devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Médico Legista – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Medicina devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Perito Bioquímico Toxicologista – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Bioquímica, Farmácia ou Fármaco-Química, devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Comprovação de experiência mínima de um ano em laboratório de análise químico-toxicologista.

Perito Criminal – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biologia, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Farmácia, Física, Geologia, Matemática, Mineralogia, Química ou Odontologia, devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo na
categoria B.

Perito Criminal Especial – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Biologia, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Farmácia, Física, Geologia, Matemática, Mineralogia, Química ou Odontologia, devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação.

Perito em Telecomunicações – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Engenharia, em Telecomunicações, Engenharia Elétrica ou Engenharia Eletrônica, devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Carteira Nacional de Habilitação, na categoria B, no mínimo.

Psicólogo – 3ª Categoria

Diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em Psicologia, devidamente registrado, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Comprovação de experiência profissional mínima de dois anos.

Jornada de trabalho e subsídios

Jornada de trabalho: 30 horas semanais para cargo de Médico Legista e 40 horas semanais para os demais cargos. Todos os cargos podem ser submetidos à escala de plantão, segundo a conveniência da Administração.

Remuneração: por subsídio e de acordo com valores fixados pela Lei Complementar 657, de 19/12/2012 e publicada no Diário Oficial do Estado do Espírito Santo em 21/12/2012.

Subsídio para o cargo de Perito Bioquímico-Toxicologista, Perito Papiloscopista, Perito de Telecomunicações e Médico Legista

Inicial de R$ 3.900,03 podendo chegar a R$ 8.142,64 no topo da carreira.

Subsídios para os cargos de Escrivão, Assistente Social e Psicológico.

Inicial de R$ 3.900,03 podendo chegar a R$ 8.142,64 no topo da carreira.

Subsídio para Auxiliar de Perícia Médico Legal

Inicial de R$ 2.767,78 podendo chegar a R$5.778,65 no topo da carreira.

Subsídio para Agente de Polícia

Inicial de R$ 2.767,78 podendo chegar a R$5.778,65 no topo da carreira.

As carreiras ainda contam com vencimentos que são acrescentados que variam de R$ 379,53 a R$ 2.475,71. Confira:

REQUISITOS BÁSICOS PARA INVESTIDURA NOS CARGOS

  • Ser aprovado em todas as etapas do concurso público.
  •  Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo Estatuto de Igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento do gozo dos direitos políticos, nos termos do artigo 12, §1º, da Constituição Federal.
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e militares (candidatos do sexo masculino).
  • Possuir carteira de identidade civil.
  • Possuir os requisitos exigidos para o exercício do cargo, na data da posse.
  • Ter idade mínima de dezoito anos completos na data da posse.
  • Firmar declaração de não estar cumprindo sanção por inidoneidade ou indisciplina, aplicada por qualquer órgão público e/ou entidade da esfera federal, estadual e/ou municipal.
  • Cumprir as determinações deste Edital.
  • Ter aptidão física e técnica para o exercício das atribuições do cargo.
  • Apresentar as seguintes certidões:a) Antecedentes criminais da Justiça Federal, da Justiça Estadual, da Justiça Eleitoral;b) Quando for o caso, da Justiça Militar Estadual (artigo 125, § 3.º, da Constituição Federal);c) Da cidade/município e/ou da jurisdição onde residiu nos últimos cinco anos, expedidas, no máximo, há seis meses.

Último Concurso PC ES

O último edital PC ES foi publicado em 2013 e foi executado pela banca Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt – FUNCAB, ofertando 113 vagas totais. Das 113 vagas, três são para o cargo de delegado de polícia, 81 para escrivão, cinco para perito criminal, uma para perito criminal especial, uma para perito bioquímico toxicologista, sete para médico legista, duas para perito de telecomunicação, sete para assistente social e seis para psicólogo.

ETAPAS ÚLTIMO CONCURSO PC ES

O concurso contou com 3 etapas, dividas da seguinte forma:

1ª ETAPA:

  • Exame Intelectual – Prova Objetiva, para todos os cargos, de caráter Eliminatório e Classificatório, executado pela FUNCAB;
  • Exame Intelectual – Prova Discursiva, somente para o Cargo de Delegado de Polícia, de caráter Eliminatório e Classificatório, executado pela FUNCAB;

2ª ETAPA:

  • Entrega da Ficha de Informações Confidenciais e certidões sócio-criminais, para todos os cargos, de caráter Eliminatório, executado pela FUNCAB;
  • Exame Psicopatológico – Exame Médico e Toxicológico, para todos os cargos, de carátercomplementar, executado pela FUNCAB;
  • Exame Psicopatológico – Exame Psicológico, para todos os cargos, de caráter complementar, executado pela FUNCAB;
  • Teste de Aptidão Física, para todos os cargos, de caráter Eliminatório, executado pela FUNCAB;
  • Teste de digitação, somente para o cargo de Escrivão de Polícia, de caráter Eliminatório, executado pela FUNCAB;

3ª ETAPA:

  • h) Investigação Social, para todos os cargos, de caráter Eliminatório, executado pela Polícia Civil do Estado do Espírito Santo.

A Prova Objetiva foi aplicada nas cidades de Cachoeiro de Itapemirim/ES, Colatina/ES, Linhares/ES e Região Metropolitana da Grande Vitória/ES. As demais etapas serão realizadas na Grande Vitória/ES.

DA PROVA OBJETIVA

A Prova Objetiva teve caráter eliminatório e classificatório e foi constituída de questões de
múltipla escolha. Confira a organização da prova, seu detalhamento, número de questões por disciplina e valor das questões:

Foi eliminado do Concurso Público o candidato que não obteve, pelo menos, 50% dos pontos da Prova Objetiva e/ou obteve nota 0 (zero) em qualquer uma das disciplinas. O concurso também contou com a prova discursiva – redação.

Último edital concurso PC ES

Para mais informações sobre concursos, dicas e aulas gratuitas, acompanhe-nos nas redes sociais:

Comentários

comentarios