Não obteve um bom resultado no concurso do TJ-SP para São Paulo e Campinas? Não se preocupe, pois vem aí mais uma oportunidade, é o concurso do TJ-SP Interior. O TJ-SP divide o Estado de São Paulo em 10 regiões administrativas, e no último concurso apenas duas regiões foram contempladas ofertando vagas para o cargo de Escrevente. As outras 8 regiões do Estado devem ter vagas no próximo concurso.

Ocorreu em 2015 o último concurso para o Interior de SP, e vencerá em 07/12 de 2017. O Tribunal costuma realizar os certames com bastante frequência. Vale lembrar que o último concurso da capital que aconteceu em 2014 nem havia expirado e já foi lançado o edital do novo em 2017. E pode acontecer isso novamente, pois foi divulgado no Diário Oficial de São Paulo de 06/07/2017 a contratação da banca VUNESP.

O TJ vem nomeando vários servidores atualmente, somente no mês de junho foram 242 nomeados para o cargo de Escrevente. Se continuar nesse ritmo, é bem possível que o Tribunal esgote a lista de chamamento antes mesmo do vencimento do certame. O órgão apresenta um déficit de 3.159 escreventes em todo o estado. O número é referente a dezembro de 2016 e já engloba aposentadorias e exonerações.

De acordo com a VUNESP, as taxas serão cobradas no valor de R$ 42,00 (nível fundamental), R$ 72,00 (médio) ou R$ 85 (superior).

>> ESCREVENTE TÉCNICO JUDICIÁRIO TJ-SP FREE

Remuneração
A remuneração do escrevente é de R$ 6.193,73 com benefícios, incluindo o vencimento de R$ 4.706,53, mais auxílio-alimentação R$ 990, auxílio-saúde R$ 330 e auxílio-transporte R$ 167,20. De acordo com o TJ-SP, embora o edital que foi divulgado no dia 31 de março esteja constando o valor antigo, o reajuste entrou em vigor no dia 1º de março.

Último Concurso
O último concurso ocorreu em janeiro de 2015 e foi organizado pela VUNESP. O certame ofertou 345 vagas que foram distribuídas entre nove Regiões Administrativas. Até o presente momento já foram convocados mais de 1.200 aprovados.

O cargo oferece uma jornada de 40 horas semanais de trabalho e remuneração inicial de quase R$ 7 mil, já com auxílios e vantagens.

Etapas do último concurso
De acordo com o último edital, os candidatos serão avaliados apenas por prova objetiva. Os aprovados serão convocados para a Prova Prática, que constará de duas atividades (formatação e digitação).

  • Formatação de um texto preestabelecido: de acordo com as instruções a serem dadas quando da aplicação da prova, que será desenvolvida em microcomputador do tipo PC com processador Intel® ou similar, utilizando-se de editor de texto Microsoft Word 2010, em ambiente gráfico Microsoft Windows e teclado com configurações ABNT 2. Serão observados os erros cometidos nos seguintes itens: tipo de fonte, tamanho da fonte, formatação da fonte: negrito, itálico e sublinhado, alinhamento do texto, espaçamento do texto (entre linhas, entre parágrafos), margem e parágrafo.
  • Digitação de um texto: cópia de texto impresso, com aproximadamente 1.800 caracteres, em microcomputador do tipo PC com processador Intel® ou similar, utilizando-se de software específico para uso na prova, em ambiente gráfico Microsoft Windows e teclado com configurações ABNT 2.

>> SUPER COMBO TJ-SP

Matérias do último concurso
O exame contou com 100 questões, divididas em três blocos.
O bloco I foi composto por 24 questões de Língua Portuguesa.
Com 40 questões, o bloco II teve noções de Direito e se dividiu entre as disciplinas de:

  • Direito Penal,
  • Processual Penal,
  • Processual Civil,
  • Constitucional,
  • Administrativo e
  • Normas da Corregedoria Geral de Justiça.

O último bloco foi de conhecimentos gerais, e contou com 40 questões, divididas entre as disciplinas de:

  • Atualidades;
  • Informática;
  • Raciocínio Lógico;
  • Matemática.

>> EXERCÍCIOS TJ-SP

Comentários

comentarios