CONCURSO TRT-BA: comissão formada!

6

concurso_trt_ba

O TRT-BA (Tribunal Regional do Trabalho da Bahia) divulgou um documento que designa uma comissão responsável pela elaboração e organização de um concurso público para o órgão. O Ato de nº 0148, foi publicada na edição do dia 4 de maio.

Segundo determina o Ato, a comissão deverá apresentar em 40 dias à presidência, o projeto básico para contratação da organizadora especializada na realização de certames. Comissão foi instituída pelo Desembargador Norberto Frerichs, presidente da comissão, e pelas servidoras Cristiane Lobo Araújo, Yerma Rossi Bulhôes Bittencourt, Ana Cláudia Accioly Lins Costa e Julieta Viana de Queiroz, para coordenar as ações relacionadas à realização do concurso. O acompanhamento da execução do certame ficará sob responsabilidade dos membros, até seu final, adotando todas as providências necessárias.

Vagas
Por meio da última atualização do quadro de efetivos e comissionados do órgão, sabe-se que há uma vacância de 18 cargos a serem preenchidos, sendo 14 para Técnico e 04 para Analista Judiciário.

Remuneração e benefícios
A estabilidade no emprego, por conta da contratação pelo regime estatutário, é outro atrativo dos cargos do concurso TRT5. Os iniciais das carreiras podem alcançar a casa do R$ 14 mil para Analistas.

A remuneração do Analista Judiciário, Áreas Judiciária, Administrativa e demais especialidades serão de R$ 11.007,00, somado aos auxílios-alimentação e saúde, chegam a R$ 11.921,00, podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700, para candidatos que tenham filho.

O valor de um Técnico Judiciário é de R$ 6.709,00, somados aos mesmos benefícios básicos, é de R$ 7.893,00, podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700, para candidatos que tenham filho. Já um Oficial de Justiça ganha uma gratificação de R$ 1,5 mil, aumentado a remuneração para perto de R$ 14 mil.

Os valores mencionados estão todos de acordo com a Lei 13.317, sancionada em junho de 2016 pelo governo, onde são reajustados tanto o salário-base quanto a gratificação de atividade judiciária. Em 2019, o topo das carreiras chegará a R$ 11.398,00 e R$ 18.701,00

Último edital
Foram ofertadas 13 vagas no último concurso, para os cargo de Analista e Técnico Judiciário. No caso de Analista (ensino superior), as vagas foram para as seguintes áreas e especialidades: Judiciária; Oficial de Justiça Avaliador Federal; Administrativa; Arquitetura; Arquivologia; Biblioteconomia; Contabilidade; Enfermagem; Engenharia Civil; Engenharia Elétrica; Engenharia (Segurança do Trabalho); Estatística; Fisioterapia; Medicina; Medicina do Trabalho; Medicina Psiquiátrica; Odontologia; Psicologia; Serviço Social; e Tecnologia da Informação. Já para as vagas de Técnico Judiciário (ensino médio) foram na área Administrativa e especialidade em Tecnologia da Informação.

Para Analista Judiciário, as provas foram planejadas com 20 questões de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos. Já para Técnico Judiciário, as provas foram compostas por 30 questões de conhecimentos gerais e 30 de conhecimentos específicos. Foi aplicada prova discursiva para todos os cargos.

Critérios
Os candidatos as vagas de Técnico Judiciário precisaram obter o mínimo de 150 pontos, as vagas de analista judiciário requisitavam nota mínima de 200 pontos. Foi necessário obter, no mínimo, 50 pontos na prova discursiva.

info_trt_ba

 

Comentários

comentarios