CONCURSO TST: banca organizadora escolhida

28

concurso_tst_2017

O órgão do Tribunal Superior do Trabalho, já publicou no Diário Oficial da União a dispensa de licitação confirmando a FCC (Fundação Carlos Chagas) como entidade organizadora.

Vagas
De acordo com o projeto básico da seleção, o concurso formará cadastro reserva nos cargos de Analista e Técnicos Judiciários, que exigem nível superior e médio, respectivamente e as provas ocorrerão em Brasília/DF. 

Para a área administrativa a exigência é de nível médio, para segurança deve ter nível médio ou técnico e carteira de habilitação na categoria "D" ou "E", e programação exige nível médio ou técnico, além de curso de programação, de no mínimo 120 horas/aula. As remunerações iniciais dos cargos variam entre R$ 7 a R$ 12 mil e no topo das carreiras chegará, em 2019, a R$ 11.398 e R$ 18.701.

Analista Judiciário – Área Judiciária

Requisitos:
Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Graduação em Direito, reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação).

Atribuições:
Prestar assistência em questões que envolvam matéria de natureza jurídica emitindo informações e pareceres; Proceder aos estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina para fundamentar análise de processo e tomada de decisão; Suporte técnico e administrativo aos magistrados e/ou órgãos julgadores; Redação, digitação e conferência de expedientes diversos; Executar outras tarefas da mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Administrativa

Requisitos: 
Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação).

Atribuições:
Prestar assistência em questões que envolvam matéria de natureza administrativa emitindo informações e pareceres; Examinar e elaborar fluxogramas, organogramas e demais esquemas ou gráficos de informações; Entre outras.

Analista Judiciário: Área Apoio Especializado – Especialidade Taquigrafia

Requisitos:
Diploma ou certificado, devidamente registrado, de curso de Ensino Superior em qualquer área de formação, inclusive licenciatura plena, reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação).

Atribuições:
Executar o apanhamento taquigráfico de sessões e outros eventos determinados pela Presidência ou pela Secretaria-Geral Judiciária; Executar as ligações dos “quartos” de serviço, incluir as leituras e proceder a revisão; Entre outras.

Técnico Judiciário – Área Administrativa

Requisitos:

Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação).

Atribuições:
Prestar suporte técnico e administrativo às unidades organizacionais, magistrados e órgãos judicantes; Executar trabalhos de redação e digitação de natureza variada, revisando-os antes de sua entrega definitiva; Entre outras.

Técnico Judiciário: Área Administrativa – Especialidade Segurnaça Judiciária 

Requisitos:
Certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo 2º grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por Instituição de Ensino reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e Carteira Nacional de Habilitação, categoria D ou E.

Atribuições: 
Atuar na segurança pessoal dos senhores Ministros e outras autoridades, em âmbito interno, com vistas a assegurar a integridade física; Realizar investigações preliminares; Entre outras.

>> CURSO TÉCNICO JUDICIÁRIO TST FREE

Banca
A FCC (Fundação Carlos Chagas) foi escolhida como organizadora do próximo concurso do TST.

Etapas do concurso
Analista Judiciário: Provas objetivas (questões divididas em conhecimentos básicos – entre 50 e 100 itens – e específicos – entre 70 e 100 itens); discursiva (sobre os conhecimentos específicos aplicados) e prática para o cargo de Analista Judiciário, Área Apoio Especializado, Especialidade Taquigrafia.

Técnico JudiciárioProvas objetivas (questões divididas em conhecimentos básicos – entre 50 e 100 itens – e específicos – entre 70 e 100 itens) e redação para o cargo de Técnico Judiciário, Área Administrativa, e prova prática de aptidão física para a Especialidade Segurança Judiciária.

Para que ocorra a oportunidade do candidato poder participar de ambos os processos seletivos, as provas serão aplicadas em horários distintos para os cargos de nível médio e superior.

>> CURSO TÉCNICO JUDICIÁRIO TST

Último concurso
​O último concurso do TST para as carreiras de apoio ocorreu em 2012, com homologação do resultado final no mesmo ano. Como o prazo de validade foi prorrogado por mais dois anos, em outubro de 2014, venceu em outubro de 2016. Sendo assim, o edital do TST é iminente.

 

Comentários

comentarios