Início / Depoimentos / Conheça mais uma Alfartana aprovada no MPU

Conheça mais uma Alfartana aprovada no MPU

E, para a lista de aprovados AlfaCon, hoje nós preparamos para você uma entrevista perfil com a aluna Caroline Késsia de Almeida, aprovada no concurso do MPU. Confira a entrevista completa com ela, e espelhe-se nos alunos que escolheram mudar de vida:


Caroline_mpu_mgAlfaCon: Por que você decidiu fazer concurso?

Caroline: Eu decidi fazer concurso no 3º ano do ensino médio, por incentivo de uma professora. Logo que comecei a pensar sobre o assunto, percebi que era muito mais vantajoso investir em concurso antes de fazer faculdade. Corriqueiramente via, aqui em minha cidade, pessoas formadas em diversas áreas trabalhando em empregos comuns. Além disso a remuneração e a estabilidade sempre foram muito atrativas.

AlfaCon: Como conheceu o AlfaCon?
Caroline: Eu conheci o AlfaCon procurando um plano de estudos na internet, pois já tinha feito diversos cursinhos e nenhum tinha me ensinado verdadeiramente a estudar para concursos. Quando vi aquele maravilhoso plano de estudos, fui logo procurar o curso online. Resolvi estudar no online e depois disso me apaixonei por essa equipe e sempre que vencia um curso, eu investia em outro.

AlfaCon: Como foi a sua preparação?
Caroline: Eu comecei a estudar de verdade quando conheci o Alfa, e a partir de então comecei a estudar sozinha, fazer exercícios e assistir o curso online. Há mais ou menos 1 ano sai do trabalho e resolvi me dedicar exclusivamente para o concurso. Estudava todos os dias, seguia meus horários a risca, e sempre fazendo muitos exercícios, e simulados toda semana.

AlfaCon: Em quais concursos você reprovou e passou?
Caroline: Reprovei em vários, reprovei até no concurso da prefeitura.
O concurso para ATMF fiquei em 642, se tivesse acertado mais 3 questões tinha ficado dentro das vagas. Depois do resultado desse me deu vontade de largar tudo, mas não desisti e continuei firme estudando.
Fiquei em 232 no concurso de Técnico Bancário da Caixa, mas até hoje não fui chamada.
Fiquei dentro do número de vagas do concurso da Polícia Civil de MG.
Mas o que me deu mais satisfação foi ver meu nome na lista de classificados do MPU. Entre 7900 inscritos em MG eu fiquei em 22º. Quando eu vi nem acreditei.

AlfaCon: O que você sentiu quando viu o seu nome entre os aprovados?
Caroline: Nossa, foi alegria de mais, ao mesmo tempo vontade de chorar, vontade de gritar e esfregar na cara de todo mundo que duvidou que eu chegaria lá. Deu aquela sensação de que cada dia de estudo valeu muito a pena, que cada reprovação nem doeu, parece que veio como uma borracha, apagando toda a dor, todo o sofrimento, todo o cansaço, todo desanimo, toda dificuldade que passei durante todo esse percurso.

AlfaCon: O que o AlfaCon representa para você?
Caroline: O Alfacon, para mim, é uma família, que jamais desampara. Sou grata de mais por toda essa equipe que me direcionou, me motivou, me deu puxões de orelha quando preciso, e a cima de tudo não me deixou desistir. Apesar da distancia física, sempre se fez presente em minha vida, e certamente tem uma enorme importância em minha aprovação.

Muito obrigada equipe Alfa, por mudar a minha vida!

Veja também

rodrigo-correa-blog

Depoimento de um aprovado na PF

Confira o depoimento do Rodrigo da Silva Corrêa, ex alfartano e agora Policial Federal. Por ...