Depoimento aprovado no TRE/SP – Wellington Pereira Brito

233

Meu nome é Wellington Pereira Brito, tenho 25 anos, sou de Planaltina-DF e tenho ensino superior em Gestão Ambiental. Decidi estudar para concurso público pela mudança de vida, uma vez que aprendi que é preciso lutar se quisermos algo melhor e é nas batalhas que deixamos escrito nossa história.

Comecei a estudar para concursos no final de 2014, iniciando pelas carreiras bancárias e administrativas. Assim, eu estudava de acordo com os editais e acrescentava as disciplinas necessárias caso eu não as estivesse estudando. Comecei a estudar para o TRE SP após a conclusão dos trâmites do concurso do Instituto Nacional do Seguro Social. Foquei bastante no Direito Eleitoral uma vez que era uma disciplina nova para mim.

Realizei bastantes simulados do AlfaCon, que me ajudaram a perceber erros e lacunas no estudo – o que foi essencial para o dia da prova. Nesse sentido, dedicava minhas horas livres para estudar e sentia que às vezes precisava me dedicar mais, mas estava fazendo o que estava ao meu alcance aproveitando meu tempo de estudo com qualidade e dedicação.

Tive que conciliar estudos com trabalho. Na hora do almoço eu sempre via vídeos ou lia conteúdos que me ajudariam na hora da prova. Após finalizar o expediente ia diretamente para casa e recomeçava de onde havia parado. Quando estava muito cansado, eu começava a ver dicas rápidas para que minha mente pudesse descansar e ao mesmo tempo gravar os conteúdos.

Estudei por vídeo aulas e material didático (em especial o confeccionado para o TRE/SP). Os conteúdos contemplaram todas as exigências do edital e foram essenciais para o dia da prova.

Com os estudos ficamos por vezes antissociais e temos que recusar convites para sair aos finais de semana ou mesmo uma simples reunião de família. Foi assim que segui por boa parte do tempo uma vez que priorizava os momentos que poderia estudar em detrimento do lazer com amigos ou família. Você não precisa se isolar, pode sair uma vez ou outra porque seu corpo e mente precisam, porém, deve saber equilibrar as coisas.

Fiz algumas provas antes desse concurso. Atualmente ocupo o cargo de Assistente em Administração na Universidade do Estado em que resido em virtude de aprovação em um concurso realizado em 2015. Também passei na prova do último concurso do INSS.

Quando comecei a estudar o edital ainda não estava aberto. Motivei-me pelas perspectivas de trabalho, boa remuneração e qualidade de vida. Percebia os comentários favoráveis sobre o órgão e me sentia inspirado a trabalhar.

Conheci o AlfaCon por meio de uma das minhas irmãs que me pediu para assistir a uma aula para ela. Inicialmente, eu só teria que ver uma aula e passar o conteúdo, mas acabou que de aula em aula eu percebi que ali estava o que eu precisava. O AlfaCon motivou-me em momentos essenciais e sempre se esforçou em oferecer o melhor para os alunos.

Sempre prefiro potencializar os estudos uma vez que a memória de curto prazo pode nos ajudar bastante. Nos momentos próximos à prova fiz bastantes simulados e exercícios e revisei os conteúdos necessários. Tentei não pensar na tensão que seria a prova e evitei a ansiedade para não comprometer meu resultado.

 

Para mais informações sobre concursos, dicas e aulas gratuitas, acompanhe-nos nas redes sociais:

Comentários

comentarios