Depoimento Daniel Telles – Aprovado na PC SC

657

“Meu nome é Daniel de Sousa Freitas da Silva Telles, tenho 25 anos, sou do Rio de Janeiro e fui aprovado na PC SC. Sou formado em Tecnólogo em Gestão Financeira, comecei a estudar para concurso público porque tenho o sonho de ser Policial Federal, além disso, trabalho no setor privado e sei como é ruim não ter estabilidade no emprego.

Venho estudando há um ano e meio aproximadamente de segunda a segunda. Como eu trabalho consigo fazer por dia uma média de 4h líquidas, sendo 1h e 30m no meu horário de almoço e o restante na parte da noite.

Minha preparação é focada na PF e PRF. Iniciei pelas básicas, pois representam na maioria dos concursos mais da metade da prova e fui avançando para as especificas gradualmente. O tempo é o maior aliado de quem vem se preparando de forma profissionalizada, pois ele permite que você atinja maturidade nas matérias de forma que elas começam a se interligar em alguns pontos, tornando o estudo mais fluido.

Estudava no horário de almoço cerca de 1h e 30m. Quando chegava em casa brincava um pouco com a minha filha e depois tirava um cochilo de uns 40 minutos. Começava a estudar por volta de umas 22:30 e ia parar lá pelas 01:30, 2h para conseguir atingir as 4h diárias. No dia seguinte acordava as 6:30 e começava tudo novamente.

Minha base é o material do Sou + Carreiras Policiais. A única parte diferente que estudei pela legislação foi a parte do estatuto da Polícia Civil de SC. Esse período de estudos é uma grande montanha russa. Tem momentos que você está motivado e outros que está totalmente pra baixo e inseguro. Desistir eu nunca pensei, pois, minha vida estava bem ruim e eu não podia me dar esse luxo. A equipe do AlfaCon me motivou muito.

Mesmo estudando no online, eu considero o Evandro um herói. Inúmeras vezes eu estava meio para baixo aí do nada ele entrava online sem avisar nada num ao vivo e 30 minutinhos ouvindo as palavras dele já me levantavam, e principalmente não só as palavras mas vendo o exemplo dele de que acordar cedo, batalhar, ir dormir tarde, funciona, isso me motivava muito.

Tenho uma filha de 2 anos e meio e muitas vezes tive que abdicar de passar meu tempo com ela para poder estudar. Graças a deus minha esposa é compreensiva e uma grande parceira e nesse período foi mãe e pai ao mesmo tempo para nossa filha. Devo muito a minha esposa que também foi minha grande motivadora. Acho que ela acreditava mais em mim do que eu mesmo.

Minha esposa como já mencionado foi minha grande parceira. Minha mãe para ser sincero não me apoiou como eu gostaria, mas entendo a preocupação dela, pois mãe é mãe. Fiz outros concursos públicos, como a prova da Policia Militar do RJ para Oficiais e fiquei “aprovado”, mas não tive a redação corrigida por poucos pontos, de qualquer forma essa prova exigia superior em direito e eu não poderia tomar posse, por isso não me dediquei as matérias especificas como processo penal militar, etc. o que me deixou fora nesse concurso.

Então, meu foco é PF e PRF. Eu sabia que precisava estudar bem antes do edital se eu quisesse ter reais chances de aprovação. Especificamente para o concurso da PC SC duas coisas aconteceram que me ajudaram bastante.

1) O Evandro lançou o tão polêmico E SE FOSSE VERDADE – EDITAL SIMULADO, eu acabei comprando a ideia e me dediquei a arquivologia que não vinha estudando e foi fundamental para mim nessa aprovação para escrivão pois acabei acertando 16 das 20 possíveis de uma prova bem pesada na matéria, além de ser critério de desempate.

2) Quando o edital saiu eu vi que o cronograma estava bem corrido e que quem não tivesse já com boa parte da matéria vista não conseguiria ver tudo pois o edital saiu em outubro e a prova era em dezembro ou seja mais ou menos 2 meses pra ver tudo.

Acredito que esses fatores tenham me dado certa vantagem sobre os demais, possibilitando que eu passasse nos dois concursos dentro das vagas.

Conheci o AlfaCon pela Internet, no YouTube, em um Como Estudar para Concursos. O AlfaCon foi fundamental na minha aprovação, me proporcionando material de qualidade, aulas de qualidade e motivação pesada. Pacote completo!

Como já vi quase toda a matéria da PF e PRF, tirando economia e física, que estou aguardando para ver como vão sair no edital eu faço simulados aos domingos, e revisões de uma matéria por dia e vou rodando as mesmas durante 15 dias. Nos outros 15 dias faço exercícios das matérias e vou adicionando as novidades desses exercícios no meu material.

Faço também concomitantemente umas folhinhas com itens que eu revi, mas não estavam tão bem fixados ou que eu não tinha visto e apareceram em exercícios que eu revejo todo dia durante uma semana. Após essa semana eu começo uma nova folha igual a essa pois eu acredito que a repetição sucessiva que te leva ao sucesso.

O mais difícil foi me manter motivado e lutar contra o cansaço diário, mas pensava no resultado que eu queria alcançar e traçava pequenas metas para ter a sensação de progresso. Eu estava tranquilo pois sabia que tinha batido todo o edital. Só fiquei mais nervoso mesmo quando viajei para Santa Catarina e vi o avião lotado de concurseiros estudando desesperados e vi que era para valer mesmo. Fiz toda minha programação para finalizar a matéria e as revisões 1 dia antes de viajar e aí não estudei mais até a prova.

Falhas sempre acontecem, você precisa superar as falhas. Tem dias que você não vai conseguir estudar, pois seu trabalho estava muito pesado ou sua filha estava doente, mas você precisa no dia seguinte ter em mente que é um novo dia e seguir o plano. Minha maior falha foi na minha relação com a balança pois ganhei uns 8 kg na minha preparação e estou precisando me esforçar bem mais agora para perde-los para o físico.

Continuem na luta. Você não passa no concurso no dia da prova, você passa no concurso a cada dia que você se dedicou ao máximo, que seguiu seu planejamento, que foi dormir tarde e acordou cedo e que dormiu nos livros, o dia da prova é só uma consequência de todo o seu trabalho.

Não desistam. Acreditem em vocês. É possível!”

 

Comentários

comentarios