Dicas de como estudar Língua Portuguesa para a PRF

259

Dicas_prf_lingua_portuguesa_blog_alfacon

Você já conferiu neste post algumas dicas de Informática para o concurso da PRF. Agora, o professor Adriano Paciello trouxe 5 dicas de Língua Portuguesa para auxiliar seus estudos. Confira!

A CESPE é o terror dos concurseiros. Fazer que esta inversão aconteça é a meta de todos que enfrentam as perguntas dela. Eis mais uma chance à prova de PRF. Em se falando de gramática, ainda que existam as reincidências, os tópicos acabam sendo os mesmos. Seguem 5 dicas para ajudá-los a domar a banca.

1. VERBOS: fiquem atentos à semântica dos verbos. Um mesmo tempo pode trazer significados diferentes do habitual, é o caso do Futuro do Pretérito, ao mesmo tempo que significa hipótese (Ele VIAJARIA hoje), pode significar ação passada (Falei com Maria semana passada, e ela MORRERIA dois dias depois).

2. PRONOMES OBLÍQUOS: são eles que aparecem em colocação pronominal e na regência dos verbos. Atenção ao LHE, pouco usual no dia a dia.

3. FUNÇÕES DO QUÊ: é comum que a banca compare o valor sintático de uma mesma palavra, as conjunções são campeãs. Atenção a esta, principalmente quando ela for Conjunção Integrante.

4. CRASE: o tão temido acento grave é e sempre será um caos aos candidatos. Fiquem atentos ao acento indicativo com palavras implícitas, (Fiz menção à família do vizinho e À do chefe) pois é comum que se decorem as regras e não entendam quando isso aparece.

5. VÍRGULA: aqui, o mais comum é o valor semântico mudado, portanto as orações adjetivas são comuns em provas: Demiti a secretária que roubava (há duas secretárias) – Demiti a secretária, que roubava (há apenas uma secretária). Força e honra e boa prova a vocês!

Comentários

comentarios