Gabarito Extraoficial MPU 2018 – Comentários de AFO

7921

Concurso MPU 2018: Gabarito e correção prova de AFO

Olá, alfartanos! A prova do concurso MPU foi realizada neste domingo, dia 21 de outubro de 2018. Nossa equipe de professores reuniram-se para fazer os comentários das provas. Confira, nesta postagem, o Concurso MPU 2018: Gabarito e correção prova de AFO, dos nossos professores Gustavo Muzzy e William Notário.

AFO – 106 a 120 – Clique aqui e faça o download das questões

>> Acesse o curso gratuito e saiba como estudar forte com o Evandro Guedes!

Comentários de AFO da prova do MPU 2018 – Técnico

ADMINISTRAÇÃO FINANCEIRA E ORÇAMENTÁRIA

106 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: Na elaboração da proposta orçamentária, cabe às Unidades Orçamentárias elaborar e apresentar ao órgão setorial de orçamento a programação detalhada.

 

107 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: Recursos utilizados para a aquisição de equipamentos destinados a escolas públicas são oriundos de fontes com vinculação direta com o orçamento (inversões financeiras).

 

 

108 – questão

 

Gabarito: C

 

COMENTÁRIO: Se a empresa pública custeia despesas com recursos próprios, tais recursos não constarão do orçamento.

 

109 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: O exercício financeiro sempre será de 1º de janeiro a 31 de dezembro.

 

 

110 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: O exercício financeiro sempre será de 1º de janeiro a 31 de dezembro.

 

 

111 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: Em princípio, errada, pois a estrutura de programação financeira inclui atender às necessidades de informação das organizações públicas (a assertiva fala em privadas), da sociedade em geral e de outros interessados.

No entanto, a banca pode considerar como correta, partindo da ideia de que a palavra “incluem” indica que também atendem às necessidades das entidades privadas, sem excluir as públicas.

 

111 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: Os recursos correspondentes a crédito suplementar serão somados ao total dos créditos orçamentários.

 

112 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: A hipótese citada não dispensa o Poder Executivo de apresentar o cumprimento das metas fiscais no quadrimestre seguinte.

 

113 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: Se determinado plano regional de desenvolvimento for incompatível com o PPA, tal situação não precisa necessariamente ser declarada pelo plenário do Congresso, a partir de parecer aprovado pelo TCU, sendo esta uma atribuição da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (antiga CMO).

 

114 – questão

 

Gabarito: C

 

COMENTÁRIO: A LDO deve trazer o prazo para os presidentes de Tribunais encaminharem suas propostas orçamentárias, para que dê tempo de o Poder Executivo realizar a consolidação e encaminhar a proposta da LOA para o Congresso até o dia 31 de agosto.

 

115 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: Recursos que ficarem sem a despesa correspondente em decorrência de veto parcial ao projeto de LOA são uma das possíveis fontes para a abertura de créditos adicionais.

 

116 – questão

 

Gabarito: E

 

COMENTÁRIO: A LRF traz metas de receitas, despesas, despesa pública, resultado primário e resultado nominal.

 

117 – questão

 

Gabarito: C

 

COMENTÁRIO: Para aumento de despesa de caráter continuado, as duas condições trazidas no enunciado devem ser preenchidas.

 

118 – questão

 

Gabarito: C

 

COMENTÁRIO: A questão está de acordo com o MTO 2018, que dispõe:

“Importante destacar que a classificação da receita por natureza [tabela no item 8.1.1.] é utilizada por todos os entes da Federação e visa identificar a origem do recurso segundo o fato gerador: acontecimento real que ocasionou o ingresso da receita nos cofres públicos.”

 

119 – questão

 

Gabarito: C

 

COMENTÁRIO: De fato, o primeiro estágio da receita pública é o da fixação, sendo assim, nenhum estágio terá sido executado até o momento de fixação.

 

120 – questão

 

Gabarito: C

 

COMENTÁRIO: Dispõe o art. 25, §1º, da LRF:

 

“Art. 25 (…)

  • 1º São exigências para a realização de transferência voluntária, além das estabelecidas na lei de diretrizes orçamentárias:

I – existência de dotação específica;

II –  (VETADO)

III – observância do disposto no inciso X do art. 167 da Constituição;

IV – comprovação, por parte do beneficiário, de:

  1. a) que se acha em dia quanto ao pagamento de tributos, empréstimos e financiamentos devidos ao ente transferidor, bem como quanto à prestação de contas de recursos anteriormente dele recebidos;

 

>> Confira a correção ao vivo clicando aqui << 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários

comentarios