Gabarito Extraoficial Polícia Federal 2018 – Comentários de Contabilidade Geral

4996

Concurso PF 2018: Gabarito e correção prova de Contabilidade Geral

Olá, alfartanos! A prova do concurso PF foi realizada dia 16 de setembro de 2018. Nossa equipe de professores reuniram-se para fazer os comentários das provas. Confira, nesta postagem, o Concurso PF 2018: Gabarito e correção prova de Contabilidade Geral, do nosso professor William Notário.

>> Acesse o curso gratuito e saiba como estudar forte com o Evandro Guedes!

Comentários de Contabilidade Geral da prova da PF 2018

CONTABILIDADE GERAL – WILLIAM

97 – Errado. A contabilidade é uma ciência social, e não exata como a questão apresentou.

 

98 – Certo. O objeto da contabilidade é o patrimônio, conjunto de bens, direitos e obrigações.

 

99 – Errado. A questão tentou confundir o candidato com relação ao patrimônio e patrimônio líquido, na qual a diferença entre ativo e passivo é o PL e não o patrimônio.

 

100 – Certo. Um fato contábil do tipo modificativo exige o lançamento de uma conta de resultado, ou seja, uma conta do grupo 4.

 

101 – Certo. Um fato contábil do tipo misto exige um lançamento que envolva contas patrimoniais (grupos 1 e 2) e de resultado (grupo 4).

 

102 – Errado. A afirmativa da questão não se aplica, uma vez que o saldo do ativo (grupo 1) e passivo (grupo 2) pode ou não superar o valor do PL (grupo 3), a depender do tipo de situação líquida.

 

103 – Errado. A conta em questão, estoque, integra o grupo do ativo circulante, dentro do subgrupo estoques, e não do disponível.

 

104 – Certo. Ao comprar uma mercadoria a contrapartida será ou na conta caixa (pagamentos à vista) ou na conta fornecedores (pagamentos a prazo).

 

105 – Errado. A conta estoques é uma conta do ativo, isto é, natureza devedora.

 

106 – Errado. A entidade deve manter a escrituração pelo regime de competência.

 

107 – Certo. A contabilização do fato proposto é débito em conta de veículos (ANC) e crédito em conta de caixa (AC), resultando em um lançamento de primeira fórmula.

 

108 – Certo. Diante do regime de competência, devemos registrar os fatos contábeis quando eles acontecem (fato gerador).

 

109 – Certo. De acordo com o método das quotas decrescentes o valor da depreciação do 3º ano é R$ 10.800,00.

 

110 – Certo. O resultado com mercadorias é igual ao lucro bruto, ou seja, receita líquida com vendas deduzido do custo da mercadoria vendida, totalizando o valor de R$ 4.500,00.

 

111 – Errado. A contabilização dos encargos financeiros deve ser por competência, e não pelo pagamento.

 

112 – Errado. O balancete de verificação pode ser apresentado em modelos que vão de duas até oito colunas.

 

113 – Certo. O balancete apresenta o saldo anterior de acordo com a sua natureza, sendo devedor ou credor.

 

114 – Errado. O balancete de verificação só pega o erro de valor.

 

115 – Errado. O lucro bruto da empresa é de R$ 400.000,00.

 

116 – Certo. O patrimônio líquido da empresa é de R$ 200.000,00, composto pelo valor de R$ 150.000,00 de capital social acrescidos do lucro líquido da empresa, que é de R$ 50.000,00.

 

117 – Certo. As contas do ativo totalizam a quantia proposta, no valor de R$ 500.000,00.

 

118 – Certo. A informação que faz diferença no processo decisório é uma informação relevante, ou seja, aquela que contém valor confirmatório e/ou valor preditivo.

 

119 – Certo. A Lei das Sociedades Anônimas aplica-se tanto para as de capital aberto quanto as de capital fechado.

 

120 – Certo. São características qualitativas fundamentais a relevância, materialidade (aspecto da relevância) e a representação fidedigna.

>> Confira a correção ao vivo clicando aqui << 

Comentários

comentarios