5 fatores essenciais para ser um Auditor Fisal da Receita Federal

332

Texto redigido pelo Professor Gustavo Muzy

Ser aprovado em um concurso como o de Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil é o sonho de muitas pessoas. Afinal, a carreira seduz com um salário excelente, um trabalho de importância e um reconhecimento público da importância do cargo. Por outro lado, muitas vezes as pretensas dificuldades que muitos colocam parecem tornar esse objetivo muito distante. É muito comum ouvir frases como: “são muitas disciplinas” ou “a concorrência é muito grande” ou “é um concurso muito difícil”, entre outras, que podem abalar o ânimo até dos mais entusiasmados candidatos.

O fato é que plenamente possível, sim, a qualquer um alcançar esse objetivo. Primeiramente, deixe-me falar um pouco de minha experiência. Sempre estudei em escolas públicas e sempre trabalhei e estudei ao mesmo tempo, além de ter que conciliar o meu tempo com as mesmas atividades que você que está me lendo provavelmente também tem, então posso dizer a você com propriedade: e possível e só depende de você!

A verdade, porém, é que não existe receita mágica, e como quase em todas as histórias de sucesso na vida, a aprovação no concurso para Auditor-Fiscal da Receita Federal exige dedicação e esforço contínuos. Gostaria de rapidamente aqui passar a vocês cinco pontos para ajudá-los nessa sua caminhada, para que possa tê-los como colegas de trabalho!

Primeiro ponto é que essencial você acreditar que você pode passar.

Decidir estudar para concursos exige uma perseverança constante e uma confiança que algumas vezes pode ser arranhada diante de pequenas derrotas. Você normalmente só vai ouvir alguém falando das suas vitórias, e não das suas derrotas, o que é perfeitamente natural. Da mesma forma, você dificilmente vai ouvir alguém falando dos concursos que não passou, e aí parece que só você é que não consegue, mas a verdade não é bem essa. Eu também, assim como praticamente todos os meus colegas, experimentei muito mais desaprovações do que aprovações ao longo de minha caminhada nos estudos, mas não parei diante delas, o que você também não deve fazer.

Segundo ponto importante é ter uma rotina de estudos organizada.

Isso porque estudar de forma constante e estudar de forma organizada nem sempre andam juntos. Eu mesmo, por natureza, nunca fui muito organizado na minha vida pessoal, e só consegui avanços rumo à minha aprovação quando consegui superar isso na área dos estudos. Ter uma rotina de estudos organizada significa ter um plano de estudos – ou seja, saber o que já estudou e o que precisa estudar, reservando um tempo para cada disciplina –; aprender a compatibilizar o estudo da teoria com a realização de revisões de – muitos – exercícios; e aprender a aproveitar o tempo que você para de fato extrair o melhor da sua aprendizagem.

Terceiro ponto é perseverar.

Estudar para um concurso como o de Auditor- Fiscal da Receita Federal é um projeto de longo prazo. O caminho é longo, mas no final dele está aguardando a sua vaga, só não pode parar, mesmo diante de algumas desaprovações! Sempre gosto de comparar a desaprovação em um concurso a um fim de relacionamento amoroso. Assim como você gostaria de que cada relacionamento que você teve com alguém tivesse um desfecho feliz, cada prova que você presta você gostaria de ser aprovado… Mas nem sempre é assim… E da mesma forma que o término de um relacionamento pode nos deixar tristes em um determinado momento, mas não podemos ficar a vida inteira “curtindo fossa”, também a desaprovação pode até nos deixar frustrados por um momento, mas temos que prosseguir!

 Quarto ponto: preste também outros concursos na área fiscal, porque isso lhe ajudará a adquirir a chamada “experiência de prova”, que é tão importante quanto o conhecimento.

E para isso, tenha o hábito de estudar aquelas matérias que são comuns aos concursos na área fiscal, fique bom nelas, e só depois pense em estudar matérias que sejam específicas para a Receita Federal. Por que eu digo isso? Porque os concursos na área fiscal possuem um núcleo de matérias comuns, como Português, RLM, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Tributário, Contabilidade, Auditoria, entre outras. Estando muito bem nessas matérias, você terá tempo para estudar, depois que sair o edital de cada concurso, somente as matérias específicas da prova.

Quinto ponto: procuro um bom curso preparatório.

Uma boa orientação nos estudos é essencial para que você economize tempo e evite incorrer em muitos erros, permitindo focar naqueles pontos que realmente são importantes, além de te ajudar na compreensão e assimilação do conteúdo. E para isso o Alfacon está aqui, com sua equipe de professores espetacular e com aulas e materiais sem igual no mercado, tudo para ajudar você a alcançar o seu sonho!