Concurso Anvisa: novo edital com 89 vagas previsto para 2021

1297

Concurso Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) já conta com pedido de autorização para cargos de níveis médio e superior

Um novo concurso Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) está previsto para ser realizado no decorrer de 2021. Para isto, a agência aguarda parecer, por parte do Ministério da Economia, sobre uma solicitação para preenchimento de vagas encaminhado em maio. A expectativa é oferecer 89 vagas por meio do novo certame, sendo 42 para cargos com exigência de ensino médio e 47 para cargos com exigência de nível superior.

No caso de ensino médio, a distribuição é de 39 postos para o cargo de técnico administrativo e três para técnico em regulação e vigilância sanitária.  É importante ressaltar que, para técnico administrativo, a Anvisa ainda conta com concurso em validade, cujo prazo vai até março.

Para quem possui nível superior, o pedido é para analista administrativo (com 11 vagas) e especialista em regulação e vigilância sanitária (36).

Concurso Anvisa – Como foi a última seleção

O último concurso Anvisa ocorreu em 2016, quando foram oferecidas 78 vagas e cadastro reserva somente para o cargo de técnico administrativo. Abanca foi o Cebraspe e a seleção contou com uma prova objetiva com 120 itens, sendo 50 de conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova dissertativa.

Conhecimentos básicos cobrou temas de língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, ética no serviço público e atualidades, somente para a prova discursiva.

Para os outros cargos, a última seleção ocorreu em 2013,sendo organizada pela Cetro, quando foram oferecidas 314 vagas, distribuídas por diversos cargos. Do total de postos, 128 foram para cargos com exigência de ensino médio, sendo 100 para técnico em regulação e vigilância sanitária e 28 para técnico administrativo. As 186 restantes, com exigência de nível superior, foram para os cargos de especialista em regulação e vigilância sanitária (157) e analista administrativo (29).

Para técnico em regulação foram 80 questões, sobre língua portuguesa (10), raciocínio lógico e quantitativo (5), direito constitucional e administrativo e ética (10), regulação e administração pública (5), vigilância sanitária e saúde pública (10) e conhecimentos específicos (40), além de prova discursiva sobre regulação e administração pública, vigilância sanitária e saúde pública.

Para analista administrativo e especialista em regulação foram 120 questões, sobre língua portuguesa (10), língua estrangeira – inglês (10),direito constitucional e administrativo (10), políticas públicas e gestão pública (10), regulação (10), vigilância sanitária (10) e conhecimentos específicos (60), além de uma questão discursiva sobre regulação e vigilância sanitária.

Lotações do último concurso

No último concurso Anvisa, a lotação das oportunidades foi para Brasília. Porém, a aplicação das provas ocorreu nas cidades de São Paulo (SP), Aracaju (SE), Belém (PA), Belo Horizonte(MG), Boa Vista (RR), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Curitiba(PR), Florianópolis (SC), Fortaleza (CE), Goiânia (GO), João Pessoa (PB),Macapá (AP), Maceió (AL), Manaus (AM), Natal (RN), Palmas (TO), Porto Alegre(RS), Porto Velho (RO), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador(BA), São Luís (MA), Teresina (PI) e Vitória (ES).

 

19 Comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here