Concurso IBGE: seleção para 6.500 vagas pode ter cargos divididos em dois editais

339

Novo concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) será para contratos temporários para cargos de níveis médio e superior. Edital até início de 2021

O novo  concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), autorizado em 11 de setembro, para o preenchimento de 6.500 vagas temporárias, pode ter o quantitativo de oportunidades dividido em dois editais, de acordo com as últimas informações divulgadas extraoficialmente pelo órgão.

Caso isto se concretize, do total de postos, 6.175 serão para ofertas em todo o país e 325 somente para o Rio de Janeiro. Em termos de escolaridade serão 6.475 para cargos de ensino médio e 25 para quem possui formação de nível superior.  As remunerações iniciais ainda deverão ser confirmadas.

Comece seus estudos de GRAÇA! Conheça nosso curso:
IBGE – Curso Gratuito para Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

A publicação dos editais está prevista para ocorrer, no mais tardar, até janeiro. De acordo com a autorização, prazo para início do certame vai até 11 de março. Porém, como a intenção é iniciar a chamada dos aprovados logo no início do ano, a publicação do edital precisa ocorrer, no mais tardar, até o começo do próximo ano.

Caso a distribuição seja oficializada, as 6.475 vagas nacionais serão para os cargos de agente de pesquisa e mapeamento (5.623) e supervisor de coleta e qualidade (552).

Já para o Rio de Janeiro poderão ser oferecidos os cargos de agente de pesquisa por telefone (300) e supervisor de pesquisa (25).

Para os cargos de agente de pesquisa e mapeamento, supervisor de coleta e qualidade e agente de pesquisa por telefone é exigido ensino médio, enquanto para supervisor de pesquisa é necessário contar com formação de nível superior.

Começando a estudar? Clique aqui e conheça nossos materiais para concurseiros iniciantes! 

O processo segue em fase de escolha da banca. Segundo fontes extraoficiais, as mais cotadas são a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para o concurso nacional e Instituto Idecan para os postos do Rio de Janeiro.

O preenchimento dos postos será para operacionalização das pesquisas permanentes de natureza estatística e geocientífica do IBGE. Desta forma, a seleção não se vincula ao outro processo seletivo já anunciado para o próximo ano, para o preenchimento de 208.695 vagas, destinadas à operacionalização do Censo 2021. As carreiras que contarão com oportunidades na nova autorização, inclusive, não são as mesmas.

A duração dos contratos deverá ser de um ano, com possibilidade de prorrogação, de acordo com as necessidades para a conclusão das atividades previstas.

Concurso IBGE: vagas para o censo demográfico

Já o concurso IBGE para preenchimento de vagas para o censo 2021,  das 208.695 vagas, 180.557 serão para o cargo de recenseador, 5.462 para agente censitário municipal e 22.676 para agente censitário supervisor

Para concorrer às 180.557 vagas de recenseador é necessário apenas possuir ensino fundamental, com remuneração variável por produção, com média de R$ 1.278,94, para jornada de 25 horas semanais.

No caso de agente censitário supervisor, com 22.676 vagas, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 1.700 e jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Por fim, para as 5.462 vagas de agente censitário municipal, a exigência é de ensino médio, com inicial de R$ 2.100 e 40 horas de trabalho semanais.

A previsão de duração dos contratos é de até três meses para recenseadores e até cinco para os demais cargos, renováveis mensalmente, de acordo com as necessidades, com possibilidade de duração menor de 30 dias no último mês.

Resumo do Concurso

Vagas: 6500
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Agente de operações, Supervisor
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior

| Veja mais notícias aqui! |