Concurso IBGE: urgente! Publicados editais para preenchimento de 204.307 vagas

3735

Novo concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) é para contratos temporários para cargos de níveis fundamental e médio, até R$ 2,1 mil. Inscrições começam nesta sexta, dia 19

Foram publicados, nesta quinta-feira, 18 de fevereiro, os editais do novo concurso IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) para contratações de pessoal, em caráter temporário, para a realização do Censo Demográfico. Ao todo estão sendo oferecidas 204.307 vagas, sendo 181.898 para quem possui nível fundamental e 22.409 para nível médio, com iniciais de até R$ 2.100, com jornada de trabalho de até 40 horas semanais.

Conheça nosso curso GRATUITO: IBGE – Curso Gratuito para Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

ASSISTA AO RAIO-X DO EDITAL AO VIVO NO YOUTUBE DO ALFACON!

As inscrições terão início nesta sexta-feira, dia 19 de fevereiro, exclusivamente para os cargos de agente censitário municipal e agente censitário supervisor. Para estas duas opções, o prazo vai até 15 de março. Para a carreira de recenseador, as inscrições serão recebidas a partir de segunda-feira, dia 23 de fevereiro, com atendimento até 19 de março.

Do total de oportunidades, 181.898 são para o cargo de recenseador, que pede apenas ensino fundamental para ingresso. Neste caso, a remuneração é variável de acordo com a produção, conforme taxa fixada e de conhecimento prévio pelo Recenseador, de unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados. A média é de R$ 1.278,94, para jornada de 25 horas semanais.

Leia mais: Tudo que você precisa saber sobre um recenseador do IBGE

No caso de ensino médio são 16.959 vagas para a carreira de agente censitário supervisor e 5.450 para agente censitário municipal. Para agente censitário supervisor, o inicial é de R$ 1.700 e para agente censitário municipal, R$ 2.100, ambos com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Para os agentes, os aprovados ainda contarão com auxílio-alimentação no valor de R$ 458, auxílio-transporte e auxílio pré-escolar.

O prazo de contrato é de 30 dias para os recenseadores, podendo ser prorrogados quantas vezes forem necessárias, de acordo com a realização do Censo.

Para os agentes, o prazo é de até cinco meses, também podendo ser prorrogados, de acordo com as necessidades, conforma a realização do censo.

Leia mais: Tudo que você precisa saber sobre um agente censitário do IBGE

Concurso IBGE: veja as atribuições de cada cargo

1 DA FUNÇÃO DE RECENSEADOR

1.1 REQUISITO DE ESCOLARIDADE: ensino fundamental completo.

ATRIBUIÇÕES: cumprir as orientações recebidas por meio do serviço de mensagens no seu dispositivo móvel de coleta; apresentar-se ao informante com o uniforme e o crachá de identificação fornecido pelo IBGE e o documento de identidade citado no crachá; assumir a responsabilidade pela segurança e uso adequado do equipamento eletrônico e acessórios fornecidos pelo IBGE para execução de seu trabalho;

Coletar, presencialmente e/ou por telefone, as informações do Censo Demográfico 2021 em todos os domicílios do setor censitário que lhe foi atribuído no âmbito da sua Área de Trabalho, registrando-as no dispositivo móvel de coleta, de acordo com as instruções recebidas e dentro do prazo para comparecer ao Posto de Coleta, conforme determinação do Agente Censitário Municipal ou do Agente Censitário Supervisor;

Manter o sigilo dos dados emitidos pelo informante; consultar relatórios diversos de acompanhamento de coleta no dispositivo móvel e sanar as eventuais pendências apontadas; zelar pelo bom uso de todos os materiais e equipamentos recebidos; devolver, ao fim do contrato, todos os materiais recebidos, garantindo que sejam devolvidos nas mesmas condições em que foram recebidos;

Entregar ao Agente Censitário Municipal ou ao Agente Censitário Supervisor o computador de mão com as entrevistas realizadas e outras informações coletadas, de acordo com as instruções recebidas; manter o supervisor informado sobre a coleta de dados no setor censitário, quando impossibilitado de comparecer ao Posto de Coleta;

Manter produção e padrão de qualidade adequados, cumprindo os índices de produtividade mensais estabelecidos pela Unidade Estadual; participar de treinamentos; preservar o sigilo das informações; reconhecer os limites e a área do setor censitário que lhe for designado, acompanhado pelo Agente Censitário Municipal ou pelo Agente Censitário Supervisor quando necessário, registrando as falhas e/ou inconsistências porventura encontradas na descrição dos limites; respeitar todo arcabouço legal e ético inerente à função, bem como denunciar todo e qualquer tipo de fraude;

Retornar aos domicílios recenseados para complementar as informações e/ou corrigir as falhas apontadas pela supervisão; manter-se atualizado acerca dos conceitos e procedimentos definidos para a coleta de dados; transmitir regularmente os dados das entrevistas coletadas e manter a versão de software atualizada no dispositivo móvel de coleta, de acordo com as instruções recebidas;

Seguir as medidas protocolares de prevenção e proteção à saúde determinadas pelo IBGE; utilizar os equipamentos de proteção individual (EPIs) distribuídos pelo IBGE e executar outras tarefas correlatas que lhe forem atribuídas por seus superiores hierárquicos.

1.1 FUNÇÃO 1: AGENTE CENSITÁRIO MUNICIPAL (ACM)

REQUISITO DE ESCOLARIDADE: ensino médio completo.

ATRIBUIÇÕES: acompanhar as atividades da coleta de dados, garantindo a perfeita cobertura da área territorial, o cumprimento dos prazos e a qualidade das informações coletadas; acompanhar o Agente Censitário Supervisor no início da coleta da pesquisa urbanística do entorno de domicílios para obter o conhecimento prático;

Acompanhar sistematicamente o andamento da coleta de dados nas áreas de atuação de cada Agente Censitário Supervisor, por meio dos relatórios dos Sistemas Gerenciais, e adotar as providências cabíveis, com vistas ao bom andamento dos trabalhos, à total cobertura da área territorial, ao cumprimento dos prazos e à qualidade;

Equipar, administrar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta, adotando providências para garantir seu adequado funcionamento; adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores; acompanhar o registro de frequência dos Agentes Censitários Supervisores (ACS) e operar o sistema administrativo existente no Posto de Coleta;

Coordenar as atividades censitárias sob sua responsabilidade, orientando os trabalhos das equipes de campo de sua área de atuação, obedecendo às instruções técnicas, operacionais, administrativas e de informática estabelecidas nos manuais e nas normas vigentes; coordenar as reuniões de preparação e execução do censo, quando determinado por seus superiores hierárquicos; participar das reuniões de preparação e execução do Censo e auxiliar o seu Presidente nas atividades de organização e realização das mesmas;

Cumprir metas e prazos estabelecidos localmente pela Coordenação Estadual; dirigir veículo próprio do IBGE ou locado pela Instituição, desde que seja necessário para a realização dos levantamentos sob sua responsabilidade, uma vez que possua habilitação; divulgar o Censo em toda sua área de atuação, observando as orientações dos superiores hierárquicos; efetuar carga e descarga dos equipamentos do Censo Demográfico e, quando necessário, executar outras tarefas correlatas que lhe forem atribuídas por seus superiores hierárquicos;

Exercer a função de Agente Censitário Supervisor e realizar a pesquisa urbanística do entorno dos domicílios dos setores censitários e a coleta de dados, presencialmente e/ou por telefone, quando determinado por seus superiores ou, quando na sua área de atuação não existir o Agente Censitário Supervisor; identificar a necessidade de treinamento e atualização profissional das pessoas em sua área de atuação e adotar as providências para sua realização; equipar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta, adotando providências para garantir seu adequado funcionamento;

Manter contatos com autoridades responsáveis por instituições e entidades, imprensa e comunidade local, com o objetivo de divulgar e obter apoio para a adequada execução da operação censitária, quando solicitado pelos superiores; manter o próprio registro de frequência atualizado; manter organizada toda a documentação administrativa, efetuar trabalhos de digitalização de documentos diversos, operando equipamentos apropriados, em conformidade com especificações técnicas definidas;

Organizar e definir as áreas de atuação de cada Agente Censitário Supervisor e seus respectivos setores censitários, observando as recomendações e critérios definidos pelos seus superiores; tratar o informante com respeito e com a ética necessária para resguardar a imagem de credibilidade do IBGE perante a sociedade; organizar, com os Agentes Censitários Supervisores, o treinamento dos Recenseadores, atuando como instrutor; orientar os trabalhos das equipes de campo sob sua subordinação;

Providenciar para que os mapas das áreas a serem pesquisadas sejam afixados em local visível no Posto de Coleta; preservar o sigilo das informações; realizar a Avaliação de Desempenho dos Agentes Censitários Supervisores nos prazos fixados e em conformidade com as instruções; recepcionar e atender ao público que eventualmente procurar o Posto de Coleta; reconhecer a área geográfica e os setores censitários de seu município ou área de trabalho;

Relatar ao Coordenador de Subárea as ocorrências que possam prejudicar o andamento dos trabalhos ou a qualidade dos dados coletados, a fim de que sejam tomadas as devidas medidas assertivas; respeitar todo arcabouço legal e ético inerente à função, bem como denunciar todo e qualquer tipo de fraude; responsabilizar-se pela recepção, guarda, distribuição e controle dos equipamentos eletrônicos e acessórios de uso próprio e de sua equipe, assumindo e repassando a responsabilidade pela segurança e uso adequado dos equipamentos;

Subsidiar as unidades administrativas com suporte técnico operacional para execução das atividades relativas às atribuições das funções definidas na estrutura organizacional estabelecida, acessando, quando solicitado, quaisquer sistemas administrativos; viajar a serviço para treinamentos e quando necessário ao desempenho de suas atribuições; manter-se atualizado acerca de todas as instruções, conceitos e procedimentos contidos nos manuais técnicos, operacionais e administrativos;

Transcrever e transmitir dados em dispositivos eletrônicos, emitir relatórios e executar os procedimentos de segurança (backups diários e recuperação dos sistemas); reportar regularmente aos seus superiores informações sobre a evolução da coleta de dados e as demandas para o adequado funcionamento do Posto de Coleta;

Seguir as medidas protocolares de prevenção e proteção à saúde determinadas pelo IBGE; utilizar os equipamentos de proteção individual (EPIs) distribuídos pelo IBGE e executar outras tarefas correlatas que lhe forem atribuídas por seus superiores hierárquicos.

1.2 FUNÇÃO 2: AGENTE CENSITÁRIO SUPERVISOR (ACS)

REQUISITO DE ESCOLARIDADE: ensino médio completo.

ATRIBUIÇÕES: acompanhar os recenseadores em campo para esclarecimento de dúvidas quanto à identificação dos limites dos setores censitários e percursos, visando à cobertura correta de suas áreas de trabalho; monitorar a produtividade dos Recenseadores; adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores;

Auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los; colaborar na organização e na administração do Posto de Coleta; planejar, organizar, supervisionar e avaliar a execução da coleta de dados realizada pelos Recenseadores, fazendo uso dos sistemas disponibilizados e de visitas em campo, quando necessárias, para garantir a cobertura da área territorial;

Dirigir veículo oficial ou locado pela Instituição, caso possua habilitação; elaborar e transcrever textos e/ou planilhas em dispositivos eletrônicos; fazer registros administrativos e de controle da coleta de dados; fazer uso dos relatórios gerenciais e adotar as providências necessárias para corrigir as falhas observadas;

Manter o próprio registro de frequência atualizado; assegurar que sejam feitas as transmissões e atualizações dos dispositivos móveis de coleta dos Recenseadores na frequência recomendada no treinamento; operar o sistema administrativo existente no posto; organizar o treinamento dos Recenseadores, junto com o Agente Censitário Municipal, e atuar como instrutor;

Ministrar treinamentos inerentes às atividades censitárias; prestar suporte na instalação e manutenção da infraestrutura necessária ao funcionamento dos recursos de informática, de forma a assegurar o adequado desenvolvimento das atividades censitárias na sua área de atuação; inserir dados e emitir relatórios nos sistemas informatizados; protocolar, arquivar, conferir e expedir documentos e materiais;

Realizar a pesquisa urbanística do entorno dos domicílios dos setores censitários sob sua responsabilidade, realizar a coleta de dados, presencialmente e/ou por telefone, em domicílios nos quais a entrevista não foi realizada por motivos diversos, ou quando solicitado por seus superiores; realizar as tarefas de fechamento dos setores censitários concluídos, conforme estabelecido nos manuais técnicos;

Realizar as tarefas de reentrevistas e revisão do percurso, seguindo as rotinas definidas nos manuais técnicos; realizar carga e descarga dos dispositivos móveis de coleta dos Recenseadores; recepcionar e atender aos colaboradores do IBGE e ao público em geral; respeitar e fazer respeitar todo arcabouço legal e ético inerente à função, bem como denunciar toda e qualquer tipo de fraude;

Responsabilizar-se pela guarda, distribuição e controle dos equipamentos eletrônicos e acessórios de uso próprio e de sua equipe de Recenseadores, assumindo e repassando a responsabilidade pela segurança e uso adequado dos equipamentos; subsidiar as unidades administrativas com suporte técnico operacional para execução das atividades relativas às atribuições das funções definidas na estrutura organizacional estabelecida, acessando, quando solicitado, quaisquer sistemas administrativos;

Viajar a serviço para treinamentos e quando necessário ao desempenho de suas atribuições; manter-se atualizado e atualizar sua equipe acerca de todas as instruções, conceitos e procedimentos contidos nos manuais técnicos, operacionais e administrativos; cumprir todas as etapas do plano de supervisão;

Manter o sigilo dos dados emitidos pelo informante; tratar o informante com respeito e com a ética necessária para resguardar a imagem de credibilidade do IBGE perante a sociedade; seguir as medidas protocolares de prevenção e proteção à saúde determinadas pelo IBGE; utilizar os equipamentos de proteção individual (EPIs) distribuídos pelo IBGE e executar outras tarefas correlatas que lhe forem atribuídas por seus superiores hierárquicos.

Concurso IBGE: veja outras exigências comuns dos cargos

As exigências para o desempenho das atribuições de ambas as funções são:

a) capacidade auditiva e de comunicação verbal para realizar entrevistas e coletar dados fazendo uso de dispositivo móvel de coleta e para atendimento ao público;

b) acuidade visual para leitura e preenchimento dos questionários e formulários impressos e/ou em meio eletrônico e para conferir documentos, elaborar e transcrever textos, dados e/ou planilhas em microcomputador;

c) acuidade visual para interpretar mapas e croquis de setores censitários e identificar no campo os pontos que constituem os limites dos setores;

d) capacidade de locomoção para execução de trabalhos de campo, nas zonas urbana e rural, em áreas de terreno íngreme, localidades de difícil acesso e áreas de ocupação irregular, bem como para acesso em prédios e residências com escadarias e sem rampas de acesso ou elevadores, caminhos e estradas não pavimentadas;

e) capacidade motora para manusear o dispositivo móvel de coleta durante a realização de entrevista, que pode ocorrer em condições precárias e preencher os questionários e formulários, registrando números, palavras e marcas, com a precisão exigida pelo dispositivo móvel de coleta; e

f) agilidade para cumprir as tarefas determinadas, nos prazos exigidos, em conformidade com o cronograma da operação censitária e de acordo com o padrão de qualidade requerido.

Concurso IBGE: saiba como se inscrever

As inscrições do concurso IBGE poderão ser feitas somente pela internet, na página eletrônica da banca organizadora, que será o Cebraspe.

No caso de recenseador, as inscrições poderão ser feitas aqui. Para os agentes, a inscrição poderá ser feita aqui.

As taxas serão de R$ 25,77 para os recenseadores e R$ 39,49 para os agentes. No primeiro dia, as inscrições poderão ser feitas a partir das 10 horas e, no último, até 23h59.

Concurso IBGE: saiba como serão as provas

A aplicação das provas do concurso IBGE está marcada para ocorrer nos dias 18 e 25 de abril, variando de acordo com o cargo. No dia 18 serão avaliados os candidatos para os cargos de agentes e no dia 25 para recenseadores.

No caso de recenseador, a prova deve contar com 50 questões objetivas, sendo dez de língua portuguesa, cinco de ética no serviço público, dez de matemática e 25 de conhecimentos técnicos.

Para agente censitário municipal e agente censitário supervisor serão 60, sendo dez de língua portuguesa, dez de raciocínio técnico legislativo, cinco de ética no serviço público, 15 de noções de administração/situações gerenciais e 20 de conhecimentos técnicos.

Concurso IBGE: outro edital deve ser publicado em breve

A autorização do concurso IBGE para contatos temporários para o Censo Demográfico também prevê o preenchimento de mais  312 vagas, que deverão ser reservadas a um outro edital, que deve ser liberado em breve.  Destas, 300 são para quem possui ensino médio e 12 para nível superior.

No caso de ensino médio serão 180 para a carreira de agente censitário de pesquisas por telefone e 120 para codificador censitário. As 12 vagas de nível superior serão para o cargo de supervisor censitário. As remunerações destas carreiras ainda serão confirmadas.

Além dos editais do concurso para o Censo Demográfico, o IBGE deve realizar outra seleção, com mais 6.500 oportunidades, com publicação do edital prevista para ocorrer até meados de março.

Resumo do concurso

ÓRGÃO: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE
ESTADO (S): Nacional
CARGO: RECENSEADOR
STATUS: ABERTO
TOTAL VAGAS: 181.898
NÍVEL: Ensino Fundamental Completo
REMUNERAÇÃO: por produção
BANCA: Cebraspe – http://www.cespe.unb.br
DATA DA INSCRIÇÃO: 10h 23/02/2021 até às 23h59min do dia 19/03/2021(horário oficial de Brasília/DF)
VALOR DA INSCRIÇÃO: R$ 25,77

ÓRGÃO: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE
ESTADO (S): Nacional
CARGO: AGENTE CENSITÁRIO SUPERVISOR – ACS
STATUS: ABERTO
TOTAL VAGAS: 16.959
NÍVEL: Ensino Médio Completo
REMUNERAÇÃO: R$ 1.700,00
BANCA: Cebraspe – http://www.cespe.unb.br
DATA DA INSCRIÇÃO: 10h 19/02/2021 até às 23h59min do dia 15/03/2021(horário oficial de Brasília/DF)
VALOR DA INSCRIÇÃO: R$ 39,49

ÓRGÃO: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE
ESTADO (S): Nacional
CARGO: AGENTE CENSITÁRIO MUNICIPAL – ACM
STATUS: ABERTO
TOTAL VAGAS: 5450
NÍVEL: Ensino Médio Completo
REMUNERAÇÃO: R$ 2.100,00
BANCA: Cebraspe – http://www.cespe.unb.br
DATA DA INSCRIÇÃO: 10h 19/02/2021 até às 23h59min do dia 15/03/2021(horário oficial de Brasília/DF)
VALOR DA INSCRIÇÃO: R$ 39,49

| Veja mais notícias aqui! |