Concurso INSS: em reunião, Ministério da Economia sinaliza aval para o novo certame

619

O pedido do concurso INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) tramita internamente no Ministério da Economia para 7.830 vagas de técnico e analista

O concurso INSS (Instituto Nacional de Seguro Social) pode estar muito próximo de ser finalmente autorizado. Em reunião realizada na última quinta-feira, 5 de maio, representantes do Ministério da Economia e do Ministério do Trabalho e Previdência sinalizaram positivamente ao certame, junto a representantes do movimento de greve da categoria. “Segundo o que foi passado para nós, vai sair um concurso público e há vagas para reabilitação funcional”, disse a representante do Paraná do Comando Nacional de Greve, Tatiane Martins.

O INSS aguarda aval da Economia para o preenchimento de 7.830 vagas, para técnicos e analistas.

💡📚 Conheça nosso curso online e GRATUITO para o concurso: INSS Premium 2.0

A distribuição de vagas por cargos é a seguinte:

  • técnico do seguro social – 6084 vagas
  • analista do seguro social – 1.746

Para concorrer ao posto de técnico é necessário possuir ensino médio completo. Porém, existe a possibilidade de mudança na escolaridade da carreira, com necessidade de nível superior para ingresso. Para que isto se concretize, no entanto, ainda é necessário o envio de projeto de lei ao Congresso Nacional. O salário inicial é de R$ 5.447,78, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.

No caso de técnico, a distribuição das vagas por área de atuação solicitada é a seguinte:

  • análise de reconhecimento de direito RGPS – 2.938
  • combate à fraude – 734
  • serviço de apoio ao reconhecimento de direito – 216
  • serviço de atendimento a demandas judiciais – 40
  • serviço de cobrança administrativa – 34
  • análise de reconhecimento de direito RPPS – 46
  • recomposição do quadro de aposentados até 2023 – 1.996
  • área meio – 80

Para o cargo de analista, a exigência é de formação superior em diversas áreas de atuação (incluindo serviço social, administração, engenharia, direito, pedagogia, psicologia, comunicação, ciências sociais, arquitetura e letras, entre outras). A remuneração inicial é de R$ 8.357,07 por mês, contado com o auxílio.

Neste caso, a distribuição de vagas por áreas solicitada é a seguinte:

  • serviço social – 463
  • reabilitação profissional – 702
  • recomposição do quadro de aposentados até 2023 – 406
  • área meio – 175

O pedido também conta com um cronograma preliminar das atividades para acelerar o certame, que incluem, após o aval, 3 dias para definição das vagas, 8 para elaboração do projeto básico, 1 dia para envio do projeto básico às organizadoras, cinco dias para recebimento das propostas, um dia para escolha da banca, dez para assinatura do contrato e cinco para a elaboração do edital.

A aplicação das provas está prevista para ocorrer quatro meses após a divulgação do edital.

Vale ressaltar que no dia 28 de abril foi aprovado no Congresso Nacional, o projeto de lei do Congresso Nacional 1/2022 (PLN 1/2022), que prevê um crédito suplementar de R$ 2,6 bilhões ao orçamento fiscal da União, em favor de diversos órgãos do Executivo, estados, Distrito Federal e municípios. A aprovação destes recursos era considerada essencial para viabilizar concursos federais em pauta, incluindo o do INSS.

Além disso, em 31 de março, o novo ministro do trabalho e previdência, José Carlos Oliveira, ao tomar posse, reforçou que está otimista de que o Ministério da Economia autorizará a seleção ainda este ano.

👉 Leia mais: Concurso INSS: Congresso aprova PLN que pode viabilizar novo edital

Atribuições do técnico e analista

Quanto às atribuições dos cargos, de acordo com o edital do último concurso INSS, o técnico do seguro social é responsável por proceder ao reconhecimento inicial, manutenção, recurso e revisão de direitos aos benefícios administrados; exercer atividades internas e externas ligadas ao suporte e apoio técnico especializado; executar as atividades de orientação e informação, de acordo com as diretrizes estabelecidas nos atos específicos e outras relacionadas aos fins institucionais, que venham ser determinadas pela autoridade superior.

Já o analista do seguro social é responsável por prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados e aos seus servidores, aposentados e pensionistas; elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de serviço social e reabilitação profissional; realizar avaliação social quanto ao acesso aos direitos previdenciários e assistenciais; promover estudos socioeconômicos visando a emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direitos previdenciários, bem como a decisão médico-pericial; e executar de conformidade a sua área de formação as demais atividades de competência do INSS.

Saiba como foi a última seleção

Como já havia sido divulgado, o último concurso INSS ocorreu em 2015, com uma oferta de 950 vagas, sendo 800 para técnico e 150 para analista – serviço social. A banca foi o Cespe/UnB e os participantes passaram por uma prova com questões no estilo certo ou errado.

O último certame foi um dos mais concorridos da história. Ao todo, a seleção registrou nada menos que 1.087.789 inscrições, sendo 1.043.807 somente para técnico do seguro social – em número de inscritos, perdeu apenas para duas outras seleções: a da Caixa Econômica Federal (CEF) realizada 2014, com 1.156.744 candidatos; e a da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) promovida em 2011, com 1.120.393 participantes.

Resumo do Concurso INSS – Técnico, Analista e Perito

Vagas: 7830
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Técnico, Analista
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Técnico, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 5.447,00 Até R$ 8.357,00
Estados com Vagas: AC, AL, AM, AP, BA, CE, DF, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PB, PE, PI, PR, RJ, RN, RO, RR, RS, SC, SE, SP, TO

Agenda do Concurso

31/12/2023 Divulgação do Resultado

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here