Concurso PC RN: saiba tudo sobre as carreiras em disputa

56

Publicado nesta quarta-feira (25), edital do concurso PC RN (Polícia Civil do Rio Grande do Norte) conta com 301 vagas distribuídas entre as carreiras de agente, escrivão e delegado

O novo concurso PC RN (Polícia Civil do Rio Grande do Norte), cujo edital foi publicado nesta quarta-feira (25), preencherá 301 vagas distribuídas entre três cargos.

Estão em disputa chances para agente (230 postos), escrivão (24) e delegado (47). As duas primeiras carreiras cobram curso superior em qualquer área, enquanto a última requer graduação em direito.

A corporação oferece vencimentos iniciais de R$ 4.731,91 para agente e escrivão. No caso de delegado, a remuneração é de R$ 16.670,59. A carga horária semanal é a mesma para as três funções: 40 horas.

Leia mais: Concurso PC RN: sabia o que estudar para as provas

Conheça, a seguir, as atividades que fazem parte da rotina de trabalho dos ocupantes dos três cargos, conforme as atribuições detalhadas no edital:

Quer conhecer nosso curso GRATUITO para Agente e Escrivão da Polícia Civil do concurso PC RN? Clique aqui e confira!
  • Agente: levantar todas as informações que conduzam ao esclarecimento dos delitos denunciados, subsidiando o delegado com os elementos necessários para a conclusão do inquérito policial; efetuar prisões em flagrante, busca pessoal e apreensões; cumprir mandados expedidos pela autoridade policial competente; dirigir, conforme habilitação e de acordo com a devida designação, veículos automotores em missões policiais e no desempenho de atividades nos diversos setores da Polícia Civil; operar equipamentos de comunicação, zelando por sua segurança e manutenção; executar revista e vigilância de presos apenas durante o período do inquérito policial de réu preso; cumprir e fazer cumprir as ordens, normas e instruções emanadas de superior hierárquico e exercer outras atividades correlatas ao cargo.

 

  • Delegado: Instaurar e presidir inquéritos policiais e demais procedimentos que se iniciem na Polícia Judiciária, destinados a apurar a materialidade e a autoria das infrações penais; exercer atribuições previstas na legislação processual penal de competência da autoridade policial; requisitar a realização de prova pericial, quando necessária, ou de quaisquer outros exames que julgar imprescindíveis à elucidação do fato; prestar às autoridades judiciárias as informações necessárias à instrução e ao julgamento dos processos penais sob sua direção e outras ações.

 

  • Escrivão – dar cumprimento às formalidades processuais, na lavratura de autos, termos, mandados e demais atos próprios do seu ofício definidos em lei; lavrar autos de prisão em flagrante delito, autos de exibição e apreensão em flagrante delito e termos e boletins circunstanciados de ocorrência, quando determinado pela autoridade policial; elaborar termos de entrega de objetos e valores apreendidos, de ordem da autoridade policial; reduzir a termo as declarações, os interrogatórios, os depoimentos, os autos de prisão em flagrante, as acareações, os reconhecimentos, as resistências, as reconstituições, os recolhimentos e outros procedimentos policiais assemelhados; autuar, preparar e ordenar documentos e peças de inquéritos policiais e processos penais sob sua guarda, submetendo-os regularmente a despacho da autoridade policial; preparar ordens de serviço, mandados de intimação, mandados de condução coercitiva e demais documentos necessários às missões policiais de ordem da autoridade policial e demais tarefas.

Resumo do Concurso

Vagas: 301
Taxa de inscrição: De R$ 120,00 Até R$ 150,00
Cargos: Delegado, escrivão, Agente
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 4731,00 Até R$ 16670,00
Organizadora: FGV
Estados com Vagas: RN

Agenda do Concurso

27/11/2020 Abertura das inscrições
21/12/2020 Encerramento das inscrições
07/03/2021 Prova

| Veja mais notícias aqui! |