Concurso PF: Previstas 600 vagas para Agente da PF

324702

Concurso PF: Confirmado concurso para nível médio e superior

Para quem sonha em ser aprovado na Polícia Federal, chegou a hora de intensificar a preparação. Isso porque, a Diretora de Gestão Pessoal Substituta da Polícia Federal confirmou o pedido de um novo concurso para vagas de nível médio e superior.

Além disso, foi confirmado que 600 vagas serão para Agente da Polícia Federal, cargo que exige nível superior completo em qualquer área de formação e oferece remuneração de R$12.441,26 por mês.

Confira o documento.

Fonte: Folha Dirigida*

Polícia Federal pode abrir concurso em 2019 para diversos cargos

A ANPAC (Associação Nacional de Proteção e Apoio aos Concursos Públicos), publicou em seu Instagram, que a Polícia Federal pode abrir edital para um novo concurso ainda em 2019.

Segundo a publicação, a PF encaminhou ao Ministério da Justiça dois pedidos para novos concursos, os quais somam 3.460 vagas.

Dessas 3.460 oportunidades, 3.103 serão distribuídas em diversas áreas e 357 serão para a área administrativa da instituição.

O objetivo da Polícia Federal é realizar a nova seleção e preencher essas vagas no período de 2020 a 2022.

Para as vagas da área administrativa, a ANPAC destacou as oportunidades para Agente Administrativo, cargo que exige nível médio completo e oferece uma remuneração inicial de R$2.279,16.

Fonte: ANPAC.

Concurso PF 2019: Área Policial e Administrativa

No Concurso PF 2019, o destaque é para a carreira de Agente Administrativo, que exige apenas ensino médio e conta com remuneração inicial de R$ 4.746,16, incluindo 2.279,16 de salário básico e R$2.467 de gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo.

Para quem possui nível superior, o pedido é para:

 

⇒ Saiba mais sobre o concurso da PF área administrativa.

Concurso PF 2018: Governo autoriza chamar mil aprovados do último certame

Saiu o decreto com a autorização do presidente Jair Bolsonaro para a chamada de 1.047 aprovados do concurso PF, realizado em 2018. O texto foi publicado no Diário Oficial da União. Nele o governo informa que a corporação está autorizada a nomear os 500 aprovados dentro das vagas imediatas do concurso e mais 547 excedentes. O responsável pelas nomeações agora é o diretor – geral da PF, delegado Maurício Valeixo.

Ministro Sérgio Moro promete mais 150 chamadas:

O Ministro Sérgio Moro informou que 1.200 aprovados no concurso da PF de 2018 serão convocados. As declarações foram dadas na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, na Câmara dos Deputados, em Brasília. De acordo com Moro, está acertado com o governo que 600 aprovados tomarão posse esse ano e 600 ano que vem.

O que não foi esclarecido é se sairá novo aval com mais 153 chamadas (com as 1.047 autorizadas hoje, totalizaria-se as 1.200 convocações prometidas), ou se por falta de aprovados, a PF já caminhará para um novo concurso público, tendo em vista que não há outro válido com possibilidade de chamada de aprovados.

Concurso PF 2018: última seleção ofertou 500 vagas para diversos cargos

O último concursos para a Polícia Federal aconteceu em setembro de 2018. A seleção ofertou 500 vaga, das quais 180 foram para Agente, 150 para Delegado, 80 para Escrivão, 60 para Perito e 30 para Papiloscopistas.

Principais informações de Agente e Escrivão:

Órgão: Polícia Federal
Cargos: Agente e Escrivão
Vagas:
Agente: 135 Ampla + 36 Cotas Negros + 9 PcD = 180
Escrivão: 60 Ampla + 16 Cotas Negros + 4 PcD = 80
Nível: Superior
Banca: CEBRASPE (CESPE)
Período de inscrição: 19/06 até 07/07/2018
Provas: 19/08/2018 – 5 hora de duração – Tarde
Número de questões: 120 – certo ou errado.
Redação: sim, texto dissertativo de até 30 linhas
Quantidade de redações que foram corrigidas: candidatos aprovados na(s) prova(s) objetiva(s) e classificados até as posições:
Agente: Ampla – 540º, Cotas Negros – 144º e PcD – 36º = 720 redações
Escrivão: Amla – 240º, Cotas Negros – 64º e PcD – 16º = 320 redações

⇒ Locais de Aplicação:
Em todas as capitais e no Distrito Federal

Disciplinas:

AGENTE DE POLÍCIA FEDERAL
BLOCO I

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Estatística
  • Raciocínio Lógico

BLOCO II

  • Informática

BLOCO III

  • Contabilidade Geral

ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL
BLOCO I

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Penal e Direito Processual Penal
  • Legislação Especial
  • Estatística
  • Raciocínio Lógico

BLOCO II

  • Informática

BLOCO III

  • Contabilidade Geral
  • Arquivologia

Confira aqui o conteúdo programático para Agente e Escrivão.

Taxa de inscrição do último concurso:

  • Agente: R$ 180,00
  • Escrivão: R$ 180,00
  • Papiloscopista: R$ 180,00
  • Perito Criminal e Delegado: R$ 250,00

 

Veja como foi o clina da super revisão de véspera da Polícia Federal em 2018!

Em 2018, 46% dos aprovados da PF foram alunos AlfaCon!

Dúvidas frequentes sobre o concurso da Polícia Federal

O curso de tecnólogo é aceito para ingresso nos cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista?

Os cursos superiores de tecnologia reconhecidos pelo Ministério da Educação são suficientes para atender o requisito da graduação para provimento nos cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal.

Quais são as fases do concurso e quais os requisitos para ingresso nos cargos policiais?

As fases e os requisitos somente serão divulgados quando da abertura dos respectivos concursos. Porém, nos concursos anteriores, você pode fazer a verificação. Geralmente não muda muita coisa de um concurso para o outro.

Quais os níveis de escolaridade exigidos para se concorrer aos cargos da carreira policial e aos da carreira administrativa?

A carreira policial exige curso de graduação em estabelecimento de ensino superior, reconhecido pelo MEC – (Ministério da Educação), e a carreira administrativa pede segundo e terceiro graus completos, respectivamente, para nível médio e superior. A lei que trata do assunto é a 9.266/96 alterada pela Lei 11.095/05.

Há altura mínima, idade máxima, restrição a brasileiros naturalizados ou proibição de uso de tatuagens para o ingresso nos quadros da polícia federal?

Existe restrição apenas quanto à idade, qual seja, ser maior de 18 (dezoito) anos e observar o limite estabelecido para a aposentadoria compulsória.

Há vagas para pessoas com deficiência destinadas aos cargos da carreira policial da polícia federal?

Sim, por decisão do Supremo Tribunal Federal serão reservadas vagas aos candidatos com deficiência nos concursos para os cargos policiais. Os candidatos com deficiência serão submetidos a todos os testes, avaliações e exames em igualdade de condições com os demais concorrentes do concurso. A POLÍCIA FEDERAL também disponibiliza vagas para pessoas com deficiência no quadro do Plano Especial de Cargos, carreira de apoio administrativo.

Como fazer para ingressar no Comando de Operações Táticas – COT, Coordenação de Aviação Operacional – CAOP, INTERPOL, NEPOM e outros?

Estas são áreas internas da POLÍCIA FEDERAL, não existindo concurso público para ingresso. O provimento destas áreas é feito através de recrutamento interno.

Obs.: essas dúvidas frequentes foram retiradas da página da Polícia Federal.

Provas Anteriores para Polícia Federal (PF)

Agente de Polícia Federal – 2014

Prova de 2014 concurso PF

Gabarito Definitivo de 2014

Gabarito Definitivo

Escrivão de Polícia Federal – 2012

Caderno de prova

Gabarito Definitivo

Entenda um pouco mais sobre os cargos da Polícia Federal

Agente e Escrivão:
  • Superior completo em qualquer área;
  • CNH (Carteira Nacional de Habilitação) categoria B ou superior;
Delegado:
  • Bacharel em Direito, com experiência mínima de 3 anos em atividades jurídicas ou policiais.
  • Carteira de habilitação na categoria “B” ou superior.
Perito:
  • A formação exigida irá depender da área de atuação, que pode variar em até 18 categorias, que ainda não foram divulgadas.
  • Carteira de habilitação na categoria “B” ou superior.
O que faz um Delegado da PF?

As funções de um Delegado da PF são:

  • Instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação,
  • Orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais,
  • Participar do planejamento de operações de segurança e investigações,
  • Supervisionar e executar missões de caráter sigiloso,
  • Participar da execução das medidas de segurança orgânica,
  • Desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o Órgão na consecução dos seus fins.
O que faz um Perito da PF?

As funções de um Perito da PF são:

  • Realizar exames periciais em locais de infração penal,
  • Realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados, na prática de infrações penais,
  • Proceder pesquisas de interesse do serviço,
  • Coletar dados e informações necessários à complementação dos exames periciais,
  • Participar da execução das medidas de segurança orgânica e zelar pelo cumprimento das mesmas,
  • Desempenhar outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial,
  • Executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.
Etapas do concurso – Perito PF
1. Prova Objetiva
  • Conhecimentos básicos (50 itens)
  • Conhecimentos específicos (70 itens)
2. Prova Discursiva

Elaboração de texto narrativo, dissertativo e/ou descritivo, com, no máximo, 30 linhas.

3. Exame de aptidão física
  • Teste em barra fixa
  • Teste de impulsão horizontal
  • Teste de corrida de 12 minutos
  • Teste de natação (50 metros)
4. Exame médico

Aferir se o candidato goza de boa saúde física e psíquica para suportar os exercícios a que será submetido durante o Curso de Formação Profissional e para desempenhar as tarefas típicas da categoria funcional.

5. Avaliação psicológica

Aplicação e avaliação de baterias de testes e instrumentos psicológicos científicos, que permitem identificar a compatibilidade de aspectos psicológicos do candidato com as atribuições do cargo, visando verificar, entre outros:

  • Capacidade de concentração e atenção;
  • Tipos de raciocínio;
  • Controle emocional (emotividade, segurança, estabilidade emocional, extroversão, vulnerabilidade, entre outros);
  • Relacionamento interpessoal (confiança, altruísmo, ponderação, assertividade, complacência, entre outros);
  • Capacidade de memória;
  • Características de personalidade (senso de dever, autodisciplina, ordem, dinamismo, persistência, entre outros).
6. Avaliação de títulos
Etapas do concurso – Delegado PF
1. Prova Objetiva
  • 120 questões
2. Discursiva

A prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, aborda os objetos de avaliação de Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional e Direito Administrativo. É composta por duas partes:

  • 3 Questões dissertativas
  • Elaboração de peça profissional
3. Exame de aptidão física
  • Teste em barra fixa
  • Teste de impulsão horizontal
  • Teste de corrida de 12 (doze) minutos
  • Teste de natação (50 metros)
4. Exame médico
5. Avaliação psicológica

Aplicação e avaliação de baterias de testes e instrumentos psicológicos científicos, que permitem identificar a compatibilidade de aspectos psicológicos do candidato com as atribuições do cargo, visando verificar, entre outros:

  • Capacidade de concentração e atenção;
  • Tipos de raciocínio;
  • Controle emocional (emotividade, segurança, estabilidade emocional, extroversão, vulnerabilidade, entre outros);
  • Relacionamento interpessoal (confiança, altruísmo, ponderação, assertividade, complacência, entre outros);
  • Capacidade de memória;
  • Características de personalidade (senso de dever, autodisciplina, ordem, dinamismo, persistência, entre outros).
6. Avaliação de títulos
7. Prova oral 
  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo
Concurso PF 2014

Vagas do último concurso da Polícia Federal

O concurso PF 2014 ofertou 600 vagas para Agente de Polícia Federal. A remuneração inicial era de R$ 7.514,33 com exigência de nível superior.

>> Edital PF 2014

O que faz um Agente da PF?

As funções de um Agente da PF são:

  • Executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais,
  • Dirigir veículos policiais,
  • Cumprir medidas de segurança orgânica,
  • Desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.
Concurso PF 2013

Vagas do último concurso da Polícia Federal 2013

O concurso PF 2013 ofertou 500 vagas imediatas divididas em 350 para Escrivão e 150 para Delegado. As remunerações eram de R$ 7.514,33 a R$ 14.037,11.

Concurso PF 2012

Vagas do último concurso da Polícia Federal 2012

Os primeiros editais da PF 2012 foram publicados no início do ano e ofertaram 100 vagas para Papiloscopista e 500 para Agente da PF. Já no meio do ano saiu mais um edital da PF com 100 vagas para o cargo de Perito e 150 para Delegado.

Edital Delegado PF 2012  | Edital Perito PF 2012 | Edital Papiloscopista PF 2012 | Edital Agente da PF 2012

Notícias anteriores relevantes:

MPF pede impugnação de concurso da Polícia Federal por violação de cotas para pessoas com deficiência

O Ministério Público Federal (MPF) solicitou na Justiça a retificação de edital do concurso público aberto pela Polícia Federal para o provimento de vagas nos cargos de delegado, perito, agente, escrivão e papiloscopista do órgão.

Uma ação civil pública foi apresentada à Justiça Federal de Caxias do Sul (RS) para que fosse concedida liminar obrigando a retificação do Edital nº 1 – DGP/PF, de 14 de junho de 2018. O objetivo era assegurar o cumprimento da legislação no que se refere aos direitos da pessoas com deficiência nas fases e etapas seguintes às provas objetivas e discursivas.

Na ação, o MPF pedia que os itens 5.5 e 7.4.9.12 do referido edital sejam reformulados, de modo que fossem providenciadas adaptações razoáveis – de acordo com as necessidades individuais – em todas as etapas do certame, incluindo as provas físicas e o Curso de Formação Profissional. A solicitação tinha como fundamento as diretrizes da Convenção Internacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência e a Lei Brasileira de Inclusão (Lei 13.146/2015).

Além da retificação de subitens, o Ministério Público Federal pedia, também, a reabertura do período de inscrições, por prazo não inferior a cinco dias úteis, permitindo que candidatos possam concorrer às vagas destinadas às pessoas com deficiência, ou que candidatos já inscritos na ampla concorrência possam alterar suas inscrições para o sistema de cotas.

A ação civil pública também solicitava que seja aberto prazo, não inferior a dez dias úteis, para que os candidatos aprovados nas fases de provas objetivas e discursivas possam solicitar atendimento especializado para realização das demais fases e etapas do certame, onde indicarão as adaptações de que necessitam.

Caso as solicitações não sejam atendidas, o Ministério Público Federal pedia à Justiça que determinasse a suspensão do concurso.

Fonte: MPF

MPF solicita reabertura de inscrições do Concurso PF para candidatos com deficiência

No dia 15 de agosto de 2018, foi protocolada uma nova ação pelo Ministério Público Federal (MPF) que pedia a reabertura das inscrições do concurso PF para candidatos com deficiência. Na última retificação do edital, as inscrições para candidatos às vagas reservadas a candidatos com deficiência e negros foram reabertas para algumas áreas de Perito Criminal.

Provas do concurso PF foram mantidas:

Ricardo Pereira, juiz da 4ª Vara Federal de Caxias do Sul, negou o pedido da liminar formulada pelo Ministério Público Federal para a reabertura das inscrições para os candidatos com deficiência para os cargos de Delegado, Perito Criminal Federal, Agente, Escrivão e Papiloscopista.

Se o pedido fosse aceito, causaria impacto com relação a data da prova e as datas das fases subsequentes do concurso PF. Para o juiz, o edital não violava a legislação nacional sobre a inclusão, nem os tratos internacionais dos quais o Brasil é signatário. O MPF ainda não se manifestou com a decisão do juiz. Com isso, as provas para o concurso da Polícia Federal foram mantidas para o dia 16 de setembro de 2018.

> Estude para a Polícia Federal GRATUITAMENTE com o Alfacon!

Fenapef confirma Cespe como banca organizadora

Em 2018 o concurso para a PF foi organizado pela Cespe/UnB!  Nossa equipe entrou em contato com o setor de comunicação da FenaPef (Federação Nacional dos Policiais Federais) para confirmar a informação de que a banca havia sido definida. A informação foi confirmada e a organizadora responsável será a Cebraspe, antiga Cespe/Unb.

Concurso da PF confirmado pelo ministro da Segurança Pública

Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública, confirmou em abril de 2018, que o concurso PF seria publicado ainda no primeiro semestre daquele ano.

 

Ministro da Segurança Pública autoriza 500 vagas para PF e PRF

Raul Jungmann, ministro da Segurança Pública, realizou uma entrevista em fevereiro de 2018 e durante a coletiva, afirmou que foi autorizado a contratar mil novos policiais federais e rodoviários federais, ou seja, 500 PRF’s e 500 PF’s.

“Entramos em contato com o Ministério do Planejamento e ficou definido que teremos zero contingenciamento dos recursos do ministério de Segurança Pública neste ano”, disse o ministro.

“Sobre a necessidade e urgência de reforçar recursos humanos, especialmente na Polícia Federal e na Polícia Rodoviária Federal, estamos autorizados a fazer concursos, com 500 novos agentes para a Polícia Federal e 500 novos agentes na Polícia Rodoviária Federal”, completou.

Como é trabalhar na PF? #1 – Concurso PF

Como é trabalhar na PF? #2

Como é trabalhar na PF? #3

Como é trabalhar na PF? #4