Concurso PF: edital aberto! Provas em março para 1500 vagas; veja

30588

O edital do concurso PF foi publicado e as provas devem em ocorrer em 21 de março; são 1500 vagas e iniciais a partir de R$12,5 mil

Nada deixa os concurseiros de carreira policial mais ansiosos que a publicação de editais como PF e PRF. Mas nesta sexta-feira, 15, a espera acabou. O edital do concurso PF (Polícia Federal) foi publicado com oferta de 1.500 vagas para os cargos de agente, escrivão, papiloscopista e delegado. As remunerações vão desde R$ 12.522,50 até R$ 23.692,74. Todos os cargos exigem nível superior. 

A aplicação das provas está prevista para 21 de março (duração da prova: 4h30min). No caso do cargo de delegado, a prova ocorre nos períodos da manhã e tarde enquanto os demais cargos, só à tarde. O prazo de inscrições é de 22 de janeiro a 9 de fevereiro, das 10h do primeiro dia às 18h do último dia (horário oficial de Brasília/DF). A taxa de inscrição é de R$ 250 para delegado, e R$ 180 para os demais cargos.

Conheça todos os nossos cursos para o concurso PF, gratuitos e pagos. Clique aqui e confira!

Veja a divisão das vagas por cargos:

Quadro de vagas do concurso PF 2021, conforme edital.

Confira abaixo as remunerações iniciais das carreiras da Polícia Federal:

  • Agente: R$ 12.522,50
  • Escrivão: R$ 12.522,50
  • Papiloscopista: R$ 12.522,50
  • Delegado: R$ 23.692,74

Além desses valores, serão oferecidas ao servidor benefícios como auxílio-alimentação, ganhos adicionais por lotação em fronteira, entre outros.

Leia mais: Cebraspe: conheça as principais características da banca

A banca responsável pela organização do concurso PF é a Cebraspe. A prova será composta por 120 questões, no formato Certo ou Errado (“C” ou “E”).

O teste de aptidão física, o famoso TAF, tem data marcada para os dias 1 e 2 de maio. Para saber todas as exigências do TAF da Polícia Federal, leia nossa matéria: Concurso PF: saiba tudo sobre o TAF.

Assista a análise do edital do concurso PF no Youtube do AlfaCon com Evandro Guedes:

Quer estudar de graça para o concurso PF? Clique aqui e conheça nosso curso GRATUITO!

Resumo do edital Concurso PF

ÓRGÃO: Departamento da Polícia Federal – PF
ESTADO (S): Nacional
CARGOS:
Agente de Polícia Federal – 893 – (669 AC ,45 PCD e 179 PP)
Escrivão de Polícia Federal – 400 ( 300 AC, PCD 20, 80PP)
Papiloscopista 84 (62 AC, 17 PCD, 5 PP)
Delegado da Polícia Federal 113 (91 AC, 5 PCD, 17 PP)
STATUS: ABERTO
TOTAL VAGAS: 1.500
NÍVEL: Ensino Superior Completo em qualquer área; para delegado, superior em Direito
REMUNERAÇÃO: R$ 11.983,26
BANCA: Cebraspe – https://www.cebraspe.org.br/
DATA DA INSCRIÇÃO: 22/1/2021 a 9/2/2021 Das 10 horas do primeiro dia às 18 horas do último dia (horário oficial de Brasília/DF)
VALOR DA INSCRIÇÃO:
Delegado R$ 250,00
Demais cargos: R$ 180,00
DATA DA PROVA:
21/03/2021 – TARDE
21/03/2021 – MANHÃ e TARDE (Delta)
DATA DO GABARITO PRELIMINAR:
NÚMEROS DE QUESTÕES: 120 (duração da prova: 4h30min)
FORMATO: Certo ou Errado (“C” ou “E”)

Leia mais: Como funcionam as notas de corte nos concursos da PF e PRF?

Veja as etapas do concurso para cada cargo

Agente

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, sem caráter eliminatório.
Leia mais: Concurso PF: veja exemplo de redação nota máxima

Escrivão

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório;
  • Prova prática de digitação, de caráter eliminatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, sem caráter eliminatório.

Papiloscopista

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, sem caráter eliminatório.

Delegado

  • Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de Aptidão Física, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, de caráter eliminatório;
  • Prova oral, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Avaliação de títulos, de caráter classificatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, sem caráter eliminatório.

Após essas etapas, os classificados ainda devem passar pela Academia Nacional de Polícia, localizada no Distrito Federal, onde será realizado também o segundo momento de avaliação psicológica, de caráter eliminatório.

Concurso PF: requisitos de cada cargo

As 1.500 vagas oferecidas pelo concurso PF exigem ensino superior e idade a partir dos 18 anos. Confira os requisitos específicos dos cargos:

  • Delegado: diploma de bacharelado em Direito e 03 anos de prática jurídica.
  • Agente: diploma em nível superior em qualquer área.
  • Escrivão: diploma em nível superior em qualquer área.
  • Papiloscopista: diploma em nível superior em qualquer área.

Outros requisitos de todos os cargos:

  • Ser brasileiro ou português amparado pelo Estatuto da Igualdade;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e em gozo dos direitos políticos;
  • Estar quite com o serviço militar, se do sexo masculino;
  • Ter completado 18 anos de idade na data de matricula do curso de formação profissional;
  • Possuir carteira de identidade civil e carteira nacional de habilitação, categoria “B”, no mínimo;
  • Ter aptidão física e mental para exercício do cargo.

Conheça as principais atribuições de cada cargo:

Agente

  • Executar todas as tarefas necessárias à identificação, ao arquivamento, à recuperação, à produção e ao preparo dos documentos de informações;
  • investigar atos ou fatos que caracterizem ou possam caracterizar, infrações penais, observada a competência da Polícia Federal;
  • proceder à busca de dados necessários;
  • executar todas as atividades necessárias à prevenção e repressão de ilícitos penais da competência da Polícia Federal;
  • desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.
  • conduzir veículos automotores, embarcações e aeronaves; auxiliar a autoridade policial em todos os atos de investigação, cumprir medidas de segurança orgânica;

Escrivão

  • dar cumprimento às formalidades processuais, lavrar termos, autos e mandados, observando os prazos necessários ao preparo, à ultimação e à remessa de procedimentos policiais de investigação; atuar nos procedimentos policiais de investigação, acompanhar a autoridade policial, sempre que determinado, em diligências policiais;
  • responsabilizar-se pelo valor das fianças recebidas e pelos objetos de apreensão;
  • conduzir veículos automotores;
  • cumprir medidas de segurança orgânica;
  • atuar nos procedimentos policiais de investigação;
  • desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Papiloscopista

  • executar, orientar, supervisionar e fiscalizar os procedimentos de reconhecimento, isolamento, fixação, coleta, acondicionamento, transporte, recebimento, processamento, armazenamento e descarte de fragmentos e impressões papilares, realização de exames e emissão de laudos oficiais papiloscópicos, representação facial humana e prosopografia;
  • operar e gerir bancos e sistemas automatizados de identificação humana civil e criminal;
  • assistir à autoridade policial;
  • desenvolver estudos na área de identificação humana civil e criminal;
  • conduzir veículos automotores;
  • cumprir medidas de segurança orgânica;
  • desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.
Não perca tempo, comece seus estudos! Conheça o Black Edition, um curso intensivo para edital aberto, e prepare-se para estudar somente o que for cair na prova:

Delegado de Polícia

  • instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação;
  • orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais;
  • participar do planejamento de operações de segurança e investigações;
  • supervisionar e executar missões de caráter sigiloso;
  • participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o órgão na consecução dos seus fins.

Confira o cronograma completo do Concurso PF

  • Período de inscrição e pedido de isenção das taxas: de 22 de janeiro a 09 de fevereiro de 2021
  • Último dia para pagamento das taxas: 03 de março de 2021
  • Realização das provas objetiva e discursiva: 21 de março de 2021
  • Gabarito preliminar: 23 de março de 2021
  • Período de recursos contra o gabarito: 24 e 25 de março de 2021
  • Resultado final da prova objetiva: 09 de abril de 2021
  • Aplicação do Teste de Aptidão Física: 01º e 02 de maio de 2021
  • Resultado final do Teste de Aptidão Física e convocação para preenchimento da FIC: 21 de maio de 2021

Concurso PF (Polícia Federal): saiba mais sobre a seleção

concurso PF contará com uma oferta de 1.500 vagas para preenchimento imediato. Além disso, de acordo com o diretor-geral da corporação, Rolando Alexandre, outras 500 deverão ser preenchidas logo em seguida, com o objetivo de completar as 2000 vagas inicialmente anunciadas por Bolsonaro. Todas as oportunidades são para cargos da área policial, com exigência de nível superior e iniciais de até R$ 23.692,74.

A distribuição de vagas por cargos é a seguinte: agente (893 postos), delegado (123), escrivão (400) e papiloscopista (84). As remunerações iniciais são de R$ 12.522,50 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 23.692,74 para delegado.

No último dia 6 de janeiro foi publicada, em diário oficial, a portaria 25.634, do Ministério da Economia, que permite a aplicação das provas dois meses após a publicação do edital. Isso representa uma exceção no funcionalismo público federal. O decreto 9739, de 2019,do presidente Bolsonaro, determina um prazo de quatro meses entre a publicação do edital e a aplicação das provas em concursos federais.  Porém, a PF solicitou aval da economia para reduzir esse período  no caso do novo concurso, no sentido de permitir realizar o curso de formação ainda em 2021.

Desta forma, com a publicação do edital ainda em janeiro, a aplicação das provas objetivas deve ocorrer já em março.

Leia mais: Concurso PF: veja exemplo de redação nota máxima

Saiba como foi a última seleção

O último edital do concurso PF, em 2018, contou com uma oferta de 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente. Ao todo, a seleção registrou 147.744 inscritos. Para todos os cargos foi exigida formação de nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado e perito.

No caso de delegado, a prova objetiva contou com 120 questões e a dissertativa, com  três questões e elaboração de peça profissional.

Para agente, escrivão e papiloscopista, a parte objetiva contou com 120 questões, em três blocos, com 60 no bloco I, 36 no II e 24 no III, além de texto dissertativo.

No caso de delegado, posteriormente a seleção contou com exames de aptidão física, prova oral, avaliação médica, exame psicológico e títulos.

Para agente e papiloscopista, aptidão física, avaliação médica e psicológica e, no caso de escrivão, aptidão física, prova prática de digitação, avaliação médica e exames psicológicos.

No caso de delegado, o conteúdo incluiu temas de direito administrativo, constitucional, civil, processual civil, empresarial, direito internacional público e cooperação internacional, direito penal, direito processual penal, criminologia, direito previdenciário e direito financeiro e tributário.

Para agente de polícia, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial, estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática. No bloco III, contabilidade geral.

Para escrivão, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial, estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática e no bloco III, contabilidade geral e arquivologia.

Para papiloscopista, no bloco I, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional, noções de direito penal e processual penal, legislação especial, estatística e raciocínio lógico. No bloco II, informática, e no bloco III, arquivologia, biologia, física e química.

 

| Veja mais notícias aqui! |