PC BA: tudo o que você precisa saber sobre o concurso

1185

O novo concurso PC BA tem edital previsto para ser divulgado ainda neste segundo semestre, com oferta de 1.000 vagas. Saiba mais sobre a seleção

Quem sonha em ingressar na Polícia Civil da Bahia deve intensificar os estudos. A realização de um novo concurso PC BA (Polícia Civil do Estado da Bahia) já foi anunciada pelo governador Rui Costa, e o edital deve sair ainda neste segundo semestre.

A expectativa é que o documento confirme a previsão de oferta de 1.000 vagas, todas destinadas a cargos de nível superior, assim distribuídas:

  • 100 vagas para delegado
  • 100 vagas para escrivão
  • 800 vagas para agente

No último dia 20 de julho, o governador publicou em suas redes sociais que a nomeação de 51 remanescentes do último concurso para investigador estava autorizada. Com isso, o último concurso estava encerrado, abrindo o forte precedente para a convocação de um novo certame em breve.

💡📚 Confira o curso online e GRATUITO para o concurso PC BA

O vencimento inicial dos cargos de investigador e escrivão é de R$ 1.128,06, acrescido de Gratificação de Atividade de Polícia Judiciária (GAPJ I), equivalente a R$ 925,38 (segundo o último edital), podendo ser acrescida de outras vantagens em razão da submissão à jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Já para delegado, o vencimento inicial é de R$ 4.593,72, acrescido de Gratificação de Atividade Judiciária (GAJ I), equivalente a R$ 412,71 (segundo o último edital), podendo ser acrescida de outras vantagens em razão da submissão à jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Quem pode se candidatar ao concurso de Polícia Civil

Para se candidatar ao concurso PC BA, é preciso ter, no mínimo, 18 anos de idade e, no máximo, 45. Ainda integram o rol de requisitos estar em dia com as obrigações militares (homens) e eleitorais e não ter antecedentes criminais.

Para o cargo de investigador, ainda é exigido que o candidato possua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) válida, categoria “B”, no mínimo. A escolaridade para investidura nos cargos é o nível superior completo:

  • Delegado: Diploma, devidamente registrado, de conclusão do curso de bacharelado em Direito, reconhecido pelo Ministério da Educação – MEC.
  • Escrivão: Diploma, devidamente registrado, de conclusão do curso superior, devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC, bem como Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria “B”, no mínimo.
  • Investigador: Diploma, devidamente registrado, de conclusão do curso superior, devidamente registrado no Ministério da Educação – MEC.

Concurso PC BA: como foi a última seleção em 2018

O último Concurso PC BA foi realizado em 2018. Na ocasião, a corporação abriu 1.000 vagas, sendo 880 para o cargo de investigador, 82 para delegado e 38 para escrivão. A banca responsável pela organização do processo seletivo foi a Fundação Vunesp.

👉 Leia mais: Polícia Civil: veja quanto ganha um Escrivão em cada estado

A seleção do último concurso PC-BA aplicou sete fases distintas:

  1. Provas Objetivas para todos os candidatos inscritos, de caráter eliminatório e classificatório
  2. Prova Discursiva para todos os candidatos inscritos, de caráter eliminatório e classificatório
  3. Exame Biomédico, de caráter eliminatório, aplicada para todos os candidatos habilitados na Prova Discursiva
  4. Teste de Aptidão Física, de caráter eliminatório, aplicada a todos os candidatos aptos no: Exame Biomédico
  5. Exame Psicotécnico, de caráter eliminatório, aplicada a todos os candidatos aptos no Teste de Aptidão Física
  6. Prova de Títulos, de caráter classificatório, aplicada a todos os candidatos habilitados no Exame Psicotécnico
  7. Investigação Social e de Conduta Pessoal, de caráter eliminatório, realizada durante todo o certame até a nomeação do candidato

O que foi cobrado no concurso PC-BA de 2018

Os exames objetivos na primeira etapa cobraram conhecimentos gerais (língua portuguesa, informática, raciocínio lógico, atualidades) e conhecimentos específicos (promoção da igualdade racial e de gênero, medicina legal, noções de administração e leis específicas), para as três carreiras.

As provas objetivas eram formadas por 100 questões, sendo 30 de conhecimentos gerais e 70 de conhecimentos específicos.

  • CONHECIMENTOS GERAIS (para ambos os cargos)
    – Língua Portuguesa
    – Informática
    – Raciocínio Lógico
    – Atualidades
    – Promoção da Igualdade Racial e de Gênero
    – Medicina Legal
    – Noções de Administração
    – Leis Específicas
  • CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – DELEGADO
    – Direito Penal
    – Direito Processual Penal
    – Legislação Penal e Processual Penal Extravagante
    – Direito Constitucional
    – Direito Administrativo
    – Direito Civil/Empresarial
    – Direito Processual Civil
    – Noções de Direito Eleitoral
    – Noções de Direito Agrário
    – Direito Tributário
    – Direito Ambiental
    – Criminologia

  • CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – INVESTIGADOR
    – Noções de Direito Penal
    – Noções de Direito Processual Penal
    – Legislação Penal Extravagante
    – Noções de Direito Constitucional
    – Noções de Direito Administrativo
  • CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – ESCRIVÃO
    – Noções de Direito Penal
    – Noções de Direito Processual Penal
    – Legislação Penal Extravagante
    – Noções de Direito Constitucional
    – Noções de Direito Administrativo
    – Noções de Estatística
    – Noções de Arquivologia

A segunda etapa, com provas discursivas, cobrou conhecimentos específicos para os cargos de investigador e escrevente, e consistiu na elaboração de uma peça processual e estudo de caso para o cargo de delegado.

👉 Leia mais: Concurso Polícia Civil da Bahia: Plano de estudos para investigador e escrivão!

47 Comentário

  1. I like the valuable info you supply for your articles.
    I’ll bookmark your blog and check once more here frequently.

    I’m relatively certain I’ll learn lots of new stuff proper here!
    Best of luck for the next!

    my web site – coupon mom (Norman)

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here