Sefaz MT 2021: saiba tudo sobre o concurso

335

Com expectativa de oferta de 100 vagas para agente de tributos, os concursados devem se preparar para a disputa desde agora para o concurso Sefaz MT

O concurso Sefaz MT (Secretaria da Fazenda do Mato Grosso) para o cargo de agente de tributos vem sendo aguardado há quase três anos. Inicialmente previsto para 2020, deve ser realizado somente no próximo ano. O secretário da Fazenda do MT, Rogério Gallo, confirmou recentemente que os estudos para a realização do certame estão em fase final, mas que o edital deve ser divulgado em 2022.

A expectativa é que a previsão de abertura de 100 vagas para agente de tributos estaduais se confirme. Uma ótima oportunidade para os concurseiros que estudam para ingressar na carreira fiscal. Para se candidatar ao cargo, é necessário ter formação de nível superior. A remuneração inicial é de R$ 19.598,61.

💡📚 Conheça o curso online e GRATUITO para o concurso Sefaz MT: Começando do Zero – Carreiras Fiscais 

De acordo com o auditor e professor André Fantoni, os concursos para as carreiras fiscais têm uma preparação diferenciada. Então, para quem deseja ingressar na Sefaz MT, a hora de iniciar um planejamento de estudos voltado para esse certame é agora, mesmo sem o edital ter saído.

“Os estudos devem ser iniciados pelas matérias do ciclo básico, que caem em todas as prova do setor. O grande diferencial dessas provas é a legislação tributária específica do estado, e a TI, que está sendo muito cobrada nos concursos para fiscais, hoje em dia, porque está se trabalhando muito com auditoria eletrônica”, disse Fantoni.

agente de tributos sefaz mt

👉 Leia mais: Carreiras Fiscais: tudo o que você precisa saber!

Como foi a última seleção e como se preparar

O mais recente concurso Sefaz MT foi realizado há mais de dez anos, em 2008. Na ocasião, foram oferecidas 85 vagas para o cargo de agente de tributos estaduais, sendo 77 para ampla concorrência e 8 destinadas para candidatos portadores de deficiência.

A banca organizadora foi a Universidade do Estado do Mato Grosso (Unemat). A seleção constou de prova objetiva com 100 questões, sendo 40 de conhecimentos básicos e 60 de conhecimentos específicos. O conteúdo programático incluiu as seguintes disciplinas:

Conhecimentos básicos

  • Língua Portuguesa
  • Noções de informática (TI)
  • Matemática
  • Estatística
  • História Política e Econômica do Mato Grosso
  • Geografia do Mato Grosso

Conhecimentos específicos

  • Direito Tributário
  • Legislação Específica Estadual
  • Direito Administrativo
  • Direito Constitucional
  • Direito Empresarial
  • Direito Penal
  • Contabilidade

Mas, ainda de acordo com Fantoni, o novo concurso não deve repetir a última organizadora. A expectativa é que se contrate uma banca com mais tradição na área fiscal, como a Fundação Getúlio Vargas. E mais: como o concurso foi realizado há mais de dez anos, o programa está defasado e não deve ser usado como base de estudos.

“Embora ainda não haja qualquer definição, a FGV é a banca mais cotada para o concurso Sefaz MT. Diante disso, há uma gama de provas muito recentes para que os interessados realizem sua preparação. A prova do próximo dia 29, Sefaz ES, deve ser um bom termômetro para o concurso do MT, caso se confirme a FGV como banca”, orientou o professor André Fantoni.

18 Comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here