Depoimento Caroline Spadoni – Aprovada na primeira fase Agepen SP

255

“Meu nome é Caroline Spadoni de Assis, tenho 33 anos, sou de Serra Azul – SP e fui aprovada na primeira fase do Agepen SP. Comecei a estudar para concurso porque meu objetivo é o salário e a estabilidade que o cargo público oferece. Estudei por 6 meses, duas horas por dia. me concentrei em Português que era a matéria que tinha maior peso na pontuação, mas estudei todas as matérias, alternando os dias.

Tive que conciliar o estudo com o meu trabalho e mais o segundo turno de afazeres domésticos, não podia me dedicar somente aos estudos. Utilizei apostila específica para o concurso, assisti muitas vídeos-aulas gratuitas na internet e respondi alguns simulados gratuitos na internet também. Meu único investimento financeiro foi a compra da apostila.

Já no final eu cheguei a ficar desmotivada porque era muito conteúdo e eu não conseguiria terminar de estudar tudo. Teve pergunta que eu não respondi porque não tinha conseguido estudar até o final da matéria, por exemplo. Foi bem puxado, tive que abdicar de algumas horas de descanso, menos horas de sono, deixar de ir a alguns passeios, deixar alguns serviços domésticos sem fazer.

Sou casada e não tenho filhos… ou melhor… tenho! Quatro cães que são como se fossem. Realmente durante o período de estudos eu não pude dar a mesma atenção a eles. Meu marido aceitou e me apoiou muito. Eu faço todos os concursos que aparecem e que se encaixam no meu perfil. Já fiz os seguintes concursos: Prefeituras, INSS, correios, Banco do Brasil, C.E.F. e pretendo fazer ainda o TJ SP para minha região, que provavelmente sairá até o final do ano.

Eu comecei a estudar antes de sair o edital, porque já havia rumores da abertura do concurso. Conheci o AlfaCon pela internet, eles me ajudaram com conteúdo, cursos gratuitos, simulados. Tive que otimizar o meu dia, enquanto cozinhava ou passava roupas, ia assistindo vídeos. Enquanto tomava banho ou estendia roupas por exemplo, ia ouvindo áudios no celular, além de acordar duas horas mais cedo para estudar no período em que o meu cérebro estava mais descansado.

O estudo noturno não rende tanto quanto de manhã. O mais difícil foi o cansaço físico. Muita matéria para estudar e pouco tempo para isto. Saber que são 6 meses de esforço que podem mudar a sua vida inteira, então vale a pena!

Na última semana antes da prova potencializei os estudos, porém, um dia antes eu não estudei, somente relaxei a cabeça.

Eu deveria ter começado a estudar antes, as matérias óbvias que cairiam, para sobrar mais tempo para estudar o restante específico depois. A dica que deixo para quem é concurseiro: não desista! É difícil, mas não impossível! É o que eu sempre falo, 6 meses de esforço para uma vida inteira tranquilo!