Depoimento Leandro Araujo – Aprovado na PC SC

544

“Meu nome é Leandro Pires de Araujo, tenho 20 anos, sou do Rio de Janeiro – RJ e fui aprovado e 26º lugar no cargo de Agente da PC SC. Curso Direito na UFRJ e comecei a estudar para concurso público por causa do meu sonho em seguir carreiras policiais.

Estudo com regularidade há cerca de 1 ano, mais especificamente para essa prova desde a abertura do edital. Minha rotina de estudos era diária, tanto de estudo dirigido, quanto à complementação das videoaulas referentes às matérias que ainda não tinham sido vistas no curso do Sou+ Regular e que seriam cobradas no edital.

Minha maior dedicação e dificuldade também foi na disciplina de informática, que sempre tive maiores problemas para absorver a informação e conseguir reproduzir nos exercícios. Em relação à divisão entre básicas e específicas, dedicava igualmente, mas eu já possuía uma base considerável em português e RLM. Estudo, trabalho (maior parte do tempo de casa) e curso Direito na UFRJ.

Confesso que minha faculdade está totalmente em segundo plano desde que comecei a estudar com o AlfaCon, pois me sinto muito mais motivado a aprender cada vez mais com as aulas online e o material didático do que com livros de doutrina intermináveis e prolixos. Já ouvi diversas vezes questionamentos de como consigo manter um alto rendimento na faculdade, embora não vá às aulas com frequência e não me dedique como os bons alunos de uma maneira geral, mas a resposta é simples: as aulas do AlfaCon são realmente muito completas e aptas a te ensinar de uma forma objetiva, rápida e eficiente, o que, infelizmente, no mundo acadêmico, está muito longe de ser realidade.

Estudei com o Sou+ Carreiras Policiais. Com toda certeza o material perfeito para toda a preparação. O meu objetivo principal nessa prova foi adquirir experiência de concurso para carreiras policiais, além de ter a oportunidade de vivenciar as demais fases do concurso. Nesse sentido, não tive muito problema com motivação, mas confesso que o resultado foi uma surpresa e foi bastante importante para que eu ganhasse mais confiança para as provas seguintes.

Não há dúvidas que a dedicação para concurso exija abrir mão de algumas várias coisas de sua vida particular. Foram vários finais de semana em casa, madrugadas com cadernos, resumos e mapas mentais na mão. Acredito que não tenha outra solução para o sucesso. Minha mãe sempre me deu muita força para eu estudar, embora não esteja muito confortável com o fato de eu ter escolhido as carreiras policiais como objetivo de vida. Em relação à minha namorada, foi tranquilo também. Sempre esteve disposta a abrir mão de saídas e momentos de lazer juntos para que eu pudesse me preparar.

Felizmente, esse não deve ter sido a maior dificuldade da minha preparação. As poucas pessoas que escolho ter ao meu redor acabam me apoiando por me entenderem. Fiz a prova de técnico judiciário para o TRF 2 região, na qual obtive aprovação, mas como foi apenas para cadastro de reserva, ainda não fui chamado. 

Conheci o AlfaCon através de vídeos no YouTube. Sou aluno exclusivo do AlfaCon e dedico todo o conhecimento adquirido a essa sensacional equipe de professores e a todo o material exemplar disponibilizado. Basicamente, meu método de estudo era o ciclo de videoaula, resumo no caderno e exercícios. Em seguida, eram revisões infinitas do material anotado em cadernos e complementados com as informações de questões comentadas.

Minha memória é bastante fotográfica, então a disposição em três cores a partir de esquemas, mapas mentais, sempre foi bastante útil a mim. Além disso, tenho o hábito de estudar falando alto, como se estivesse dando uma espécie de aula, acredito que isso facilite que eu saiba se estou ou não fluente na matéria e no conteúdo específico.

O mais difícil foi permanecer estudando nos dias em que estava mais cansado e desestimulado a continuar. Mas com disciplina superei todas as dificuldades, com toda certeza. Acredito que essa seja uma das minhas melhores qualidades. Eu dou um jeito de estudar e cumprir minhas metas diárias, independente do que aconteça ao longo do dia. Confesso que não tenho muito horários pré-determinados, mas, no final das contas, acabo cumprindo tudo.

Quanto mais perto da prova, mais eu estudo, sobretudo minhas anotações. Acho que relaxar perto do concurso me faz ficar cada vez mais nervoso e inseguro achando que falta aprender ou lembrar de alguma coisa. Prefiro ter a consciência limpa que estudei até o fiscal da prova mandar guardar tudo no dia da prova!

Sempre há falhas. Acredito que só consiga as perceber nos próximos concursos. Porém, acho que de uma maneira geral, meu resultado foi satisfatório dado o tempo de estudo, dedicação e experiência pequena em outros concursos.

Não desista dos seus sonhos. Simplesmente faça o que você estipulou que deve ser feito, independente da sua ansiedade, insegurança e questionamentos se tudo isso vale realmente a pena. Acredito que a disciplina, aliada à motivação, seja a alma da preparação. Não questione muito, simplesmente faça e confie no trabalho do AlfaCon, como eu confiei, que, no final, de um jeito ou de outro, a gente chega lá. Vá e vença!”

Comentários

comentarios