Concurso TJ-RS: conheça as carreiras com vagas abertas

554

Você sabe o que faz o Analista Judiciário especializado em Engenharia Civil, o Desenhista e o Técnico de Informática do TJ-RS? Nós vamos lhe explicar!

O concurso do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul (TJ-RS) já definiu a banca que organizará o seu concurso e o escolhido foi o Instituto Brasileiro de Gestão e Pesquisa (IBGP). Sendo assim, a próxima etapa, concurseiro, será a publicação do edital, com informações valiosas, como detalhes sobre as provas, número de vagas, entre outros.

Esse certame será destinado ao preenchimento de vagas nos cargos de Analista Judiciário – área de apoio especializado: Engenharia Civil; Desenhista e Técnico em Informática, classe M. Mas você sabe quais são as funções de cada uma dessas carreiras e os requisitos necessários para concorrer às vagas? Nesta matéria, vamos lhe explicar tudinho!

Estude para o cargo de Técnico Judiciário do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul – CURSO GRATUITO DO ALFACON

Analista Judiciário – área de apoio especializado: Engenharia Civil

O cargo de Analista Judiciário – área de apoio especializado: Engenharia Civil tem as seguintes atribuições: 

  • elaborar o planejamento e os projetos, em geral, de regiões, zonas, obras, estruturas, transportes e explorações de recursos naturais, relacionados às obras e reformas desenvolvidas pelo Poder Judiciário Estadual;
  • elaborar estudos, projetos e pareceres técnicos da sua área de atuação; 
  • realizar análises, avaliações, vistorias, enfim, a fiscalização de obras e serviços técnicos prestados para o Poder Judiciário; 
  • supervisionar a direção e a execução de obras e serviços técnicos;
  • responsabilizar-se por equipes auxiliares necessárias à execução das atividades próprias do cargo; 
  • realizar outras atividades correlatas à sua especialidade e relacionadas às atividades desempenhadas pela unidade de lotação.

Para concorrer a uma das vagas, o concurso do TJ-RS pede a formação de nível superior em Engenharia Civil, além do registro no órgão de classe. A jornada de trabalho desse profissional é de 40 horas semanais e o salário inicial está em torno de R$ 7.352,93.

| Estude para concursos de graça com o AlfaCon! |

Desenhista, Classe M

Já o cargo de desenhista conta com as funções a seguir:

  • desenhar plantas, cortes, fachadas e detalhes de prédios;
  • elaborar gráficos e desenhos em perspectiva; 
  • preparar croquis e passar para a escala;
  • executar desenhos arquitetônicos e de projetos de obras; 
  • fazer cálculos de coordenadas geográficas;
  • elaborar e desenhar letreiros e cartazes, clichês, organogramas, fluxogramas e gráficos em geral;
  • fazer desenhos didáticos em geral; 
  • desenhar projetos de ajardinamento;
  • elaborar esquemas de sistema elétrico e telefônico; 
  • proceder à reconstituição de plantas; 
  • desenhar formulários em geral;
  • executar a redução e ampliação de plantas; 
  • colaborar na confecção de maquetes;
  • responsabilizar-se pela guarda e conservação de material de trabalho, bem como por equipes auxiliares necessárias à execução das atividades próprias do cargo;
  • executar tarefas afins.

Esse cargo exige do candidato a formação no ensino médio e o certificado de habilitação ou treinamento, reconhecido oficialmente ou cursando matéria de curso onde seja ministrada matéria e/ou exija prática de desenhos. O salário inicial do profissional é de R$ 4.712,55 para uma carga horária de 40 horas semanais. 

Técnico em Informática, Classe M

As funções do cargo de Técnico em Informática do concurso do TJ-RS, por sua vez, são as descritas abaixo:

  • Testar e documentar aplicativos a serem adquiridos/instalados em equipamentos de informática; 
  • apresentar soluções na utilização de softwares aplicativos; 
  • auxiliar os usuários na elaboração de soluções com a utilização de aplicativos comerciais; 
  • prestar assistência aos usuários para resolução de problemas com a utilização de softwares aplicativos, bem como os desenvolvidos pelo setor; 
  • instalar e configurar softwares; 
  • verificar equipamentos adquiridos, bem como a instalação dos acessórios e respectivos softwares; 
  • efetuar levantamento e apresentar soluções para a instalação de redes; 
  • elaborar orçamentos, cronogramas e análise de viabilidade técnica e econômica para a instalação de redes de computadores;
  • efetuar análise de tráfego na rede, usuários conectados, acesso externo; 
  • implantar servidores de redes, implantar redes em estações de trabalho; 
  • estudar, racionalizar e projetar redes de computadores; avaliar, revisar e melhorar as redes de computadores existentes; 
  • ter conhecimentos sobre o funcionamento de hardware e software de redes; 
  • definir e documentar novas redes e alterações de redes; 
  • acompanhar a instalação de cabeamento lógico de redes; 
  • assistir as áreas afins quanto à utilização de redes de computadores; 
  • administrar prazos, recursos e planos de teste na instalação de redes; 
  • definir normas e padrões de utilização, segurança e funcionamento das redes; 
  • verificar os softwares de rede adquiridos, bem como a sua instalação; 
  • auxiliar e/ou elaborar informações técnicas relativas a redes de computadores;
  • executar tarefas afins. 

Para se candidatar às vagas é preciso ter o ensino médio completo, curso de aperfeiçoamento na área, com mínimo de 80 horas, e experiência mínima de um ano em serviços correspondentes às atribuições do cargo. O salário inicial é de R$ 4.712,55 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.  

| Inscreva-se no canal do AlfaCon e tenha acesso a conteúdos exclusivos! |

Importante, concurseiro:

Além da remuneração, os três cargos contam com benefícios, que incluem auxílio-alimentação de R$ 554,62, auxílio-creche de R$ 578,93, auxílio-transporte de R$ 206,80 e plano de saúde. 

Boa sorte no concurso!

| Gostou da dica? VEJA MAIS AQUI! |