Neonatologia e pediatria intensiva para concursos: O que preciso para ser aprovado?

166

Fala turma. Você que é concurseiro focado nos concursos voltados às áreas de pediatria e neonatologia intensiva, e não sabe por onde começar a estudar, não se aflija, pois você está no lugar correto. Este artigo vai te ajudar a tirar suas dúvidas sobre essa área que ganha espaço nas vagas de concurso nos últimos anos.

Em primeiro lugar, você não está sozinho, pois essa angústia é comumente compartilhada por aqueles que decidem estudar para concursos públicos, principalmente nessa área, pois o número de vagas é reduzido em relação às demais, e para se ocupar este cargo são necessários alguns requisitos. Espero que ao final desse texto, você possa estar mais direcionado em que deve focar para alcançar a tão almejada vaga pública na área de terapia intensiva neonatal e pediátrica.

Antes mesmo de iniciar as minhas dicas de conteúdos para você, devo te informar que para que você alcance a aprovação nessa área, alguns requisitos são necessários. Os certames que oferecem vagas específicas para enfermeiros ou técnicos de enfermagem, trazem como requisitos mínimos de seus editais, que os profissionais apresentem no ato da nomeação especialização Latto Censu em terapia intensiva neonatal ou pediátrica.

Outro fator que potencializa suas chances de aprovação nesse tipo de concurso é a experiência profissional na área, onde apesar de este não ser um requisito obrigatório em alguns concursos, a experiência profissional na área específica otimiza suas chances de sucesso no certame.

Mas e ai, vamos às dicas? Antes de qualquer coisa, o primeiro passo para sucesso em qualquer concurso público é antes de tudo antecipação. Em geral, os editais de concursos públicos são lançados 2 meses antes da data da prova, e esse tempo de preparação é insuficiente para que você alcance sua aprovação.

Esteja ciente que os concurseiros que serão aprovados nos concursos públicos estão há meses ou mesmo anos em preparação, pois a preparação antecipada, programada e a longo prazo, e com foco específico fazem a diferença entre a aprovação ou não.

Então, papel e caneta nas mãos, que eu irei esmiuçar quais são os conteúdos que comumente estão sendo cobrados nas provas de concurso em pediatria e neonatologia intensiva. Lembrando que a sequência de conteúdos não refletem quais são os conteúdos mais cobrados, mas esse é apenas um raio-x do que as bancas estão aplicando nos últimos exames.

Um conteúdo genérico que é bastante cobrado em provas, principalmente nacionais, é a assistência ao paciente pediátrico e neonato de alto risco, nas mais diversas situações de agravo. Dentre essas temáticas destacam-se a icterícia neonatal, síndromes hemorrágicas, icterícia neonatal e distúrbios neurológicos. Outro assunto que sempre está presente nos exames é o Suporte Avançado de Vida (SAV) em pediatria e neonatologia, tendo em vista que as especificidades observadas nesse protocolo ainda geram muitas dúvidas nos concurseiros da área da saúde.

Outros conteúdos que não podem faltar nessa lista de conteúdos prioritários para estudo são: índice de Apgar, ventilação mecânica invasiva e não invasiva aplicada à pediatria e neonatologia, banco de leite humano (BLH), aleitamento materno e terapia nutricional neonatal e pediátrica, farmacologia aplicada à pediatria e neonatologia no cenário intensivista, e assistência a paciente com complicações dos diversos sistemas biológicos. E antes que você me questione, o porquê de encontrarmos conteúdos não específicos da neonatologia e pediatria intensiva em provas da área, lhe respondo que esta é uma tendência global, tendo em vista que profissional que atuará nessa área deverá por regra entender todos os processos de agravos e intervenções clínicas a estes pacientes.

É claro que não existe poção mágica para passar em concurso, porém existem alguns macetes como o estudo direcionado à banca, o mapeamento dos conteúdos mais cobrados nas últimas provas e principalmente, foco no cargo e dedicação a longo prazo. Se você colocar isso em prática, mais rápido que imagina estará lendo seu termo de posse, e realizará seu tão almejado objetivo de ser aprovado em um concurso público.

 

Texto redigido pelo Prof. Dennis Novais

Professor de Neonatologia e pediatria em unidade de terapia intensiva