Concurso AL RN: comissão formada para cargos de técnico e analista

165

O novo concurso AL RN (Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte) terá ofertas para as carreiras de técnico e analista legislativos, de níveis médio e superior

Novidade no concurso AL RN (Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte). Foi publicado nesta terça-feira, dia 13 de julho de 2021, no Diário Eletrônico da Assembleia, os nomes dos servidores que irão compor a comissão organizadora do novo certame.

De acordo com a Portaria, o concurso público será destinado ao provimento de vagas para cargos efetivos de analista legislativo e técnico legislativo. Foram designados os servidores discriminados abaixo, sob a presidência do primeiro, para constituírem a comissão:

  • Sergio Eduardo da Costa Freire;
  • Anna Caroline Alves de Oliveira;
  • André Luiz Galvão e Silva;
  • Gileude Nogueira Peixoto;
  • José Helomar Rodrigues Júnior, representante do Sindicato dos Servidores da Assembleia Legislativa do RN – SINDALERN;
  • Ricardo César Ferreira Duarte Júnior, OAB;
  • José Augusto Barbalho Simonetti, OAB.

No mês de abril, por meio das redes sociais, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte confirmou que o edital deve ser liberado em breve.

💡📚 Confira nosso curso online e GRATUITO para o concurso AL RN: Carreiras Tribunais

Concurso AL RN: mais informações

O concurso AL RN está previsto para ocorrer desde 2015. Em 2020, o diretor-geral da Assembleia, Augusto Carlos Viveiros, já havia antecipado uma intenção de preencher 135 vagas, destinadas aos cargos de técnicos, analistas e polícia legislativa. Agora, de acordo com a Portaria publicada, o concurso será apenas para técnico e analista.

A carreira de técnico legislativo exige ensino médio, enquanto analista legislativo requer formação superior. As remunerações põem chegar a R$ 13.770,66.

👉 Leia mais: 10 concursos públicos na área legislativa

Concurso AL RN: veja como foi a última seleção

O último concurso AL RN ocorreu em 2013. Na ocasião, a oferta foi de 85 vagas, destinadas aos cargos de técnico legislativo, de ensino médio, analista legislativo e assessor técnico de controle interno, ambos com necessidade de nível superior. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação Carlos Chagas.

A prova objetiva contou com 60 questões, incluindo temas de língua portuguesa, matemática, raciocínio lógico, história do Rio Grande do Sul, constituição do estado, legislação da Assembleia e conhecimentos específicos.

👉 Leia mais: Carreiras Tribunais: tudo o que você precisa saber

Resumo do Concurso

Vagas: 135
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: policial legislativo
Áreas de Atuação: Segurança Pública
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário:
Estados com Vagas: RN

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here