Revisão Acordo Ortográfico: saiba quando usar o hífen e não erre mais!

3928

Você sabe por que a palavra guarda-chuva se escreve com hífen e a palavra pé de moleque não? Confira dicas práticas sobre hífen e não erre mais!

Com a implantação do Novo Acordo Ortográfico, em 2009, algumas mudanças se deram no que se refere ao uso do hífen (-). Algumas palavras que antes não eram escritas com o hífen, por exemplo, passaram a ser. Já outras palavras deixaram de usar o sinal gráfico e se uniram, entre outros casos. Mas você sabe como e quando usar o hífen em palavras compostas

Só para recordar, as palavras compostas são aquelas formadas por dois ou mais termos que, juntos, formam um termo com outro sentido. Alguns exemplos de palavras compostas são guarda-chuva, bem-vindo e fim de semana. 

Mas voltando ao hífen, preparamos a seguir uma revisão bem simples e prática para você não esquecer mais o emprego do hífen e gabaritar as questões de concursos que abordam esse tema. O material foi feito pela professora de Língua Portuguesa e Redação do AlfaCon Giancarla Bombonato. Vamos lá?

👉 Leia mais: Os erros mais cometidos em redação de concurso

Uso do hífen em palavras compostas

Revisão acordo ortográfico: uso do hífen em palavras compostas
Revisão Acordo Ortográfico: uso do hífen em palavras compostas

Palavras compostas sem elementos de ligação

Usa-se o hífen nas palavras compostas que não apresentam elementos de ligação.

  • Exemplos: guarda-chuva; arco-íris; boa-fé; segunda-feira; mesa-redonda; vaga-lume; joão-ninguém; porta-malas; porta-bandeira; pão-duro; bate-boca.

Exceções: não se usa o hífen em certas palavras que perderam a noção de composição, como girassol, madressilva, mandachuva, pontapé, paraquedas, paraquedista, paraquedismo.

Compostos com palavras iguais

Usa-se o hífen em compostos que têm palavras iguais ou quase iguais, sem elementos de ligação. 

  • Exemplos: reco-reco; blá-blá-blá; zum-zum; tico-tico; tique-taque; cri-cri; glu-glu; rom-rom; pingue-pongue; zigue-zague; esconde-esconde; pega-pega; corre-corre.

Compostos com elementos de ligação

Não se usa o hífen em compostos que apresentam elementos de ligação. 

  • Exemplos: pé de moleque; pé de vento; pai de todos; dia a dia; fim de semana; cor de vinho; ponto e vírgula; camisa de força; cara de pau; olho de sogra.

Observação: incluem-se nesse caso os compostos de base oracional. 

  • Exemplos: maria vai com as outras; leva e traz; diz que diz que; deus me livre; deus nos acuda; cor de burro quando foge; bicho de sete cabeças; faz de conta.

Exceções: água-de-colônia; arco-da-velha; cor-de-rosa; mais-que-perfeito; pé-de-meia; ao deus-dará; à queima-roupa.

👉 Leia mais: Concurso PF: veja exemplo de redação nota máxima

Cursos gratuitos de Língua Portuguesa

Está precisando de uma forcinha com outros assuntos de Língua Portuguesa? O AlfaCon, curso preparatório que já aprovou mais de 119 mil candidatos em vários concursos Brasil afora, tem uma série de cursos e apostilas online de Língua Portuguesa para facilitar os estudos dos conteúdos dessa disciplina. Acesse nos links abaixo:

Conte com a equipe do AlfaCon!

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here