Concurso PC GO: confira o gabarito extraoficial

53

Aconteceu neste domingo, dia 16, as provas do concurso da Polícia Civil de Goiás. Nossos professores estão corrigindo as questões, tanto das provas de Agente quanto de Escrivão, e já já compartilhamos o gabarito extraoficial PC GO

CONHECIMENTOS BÁSICOS – Agente/Escrivão

Texto CB1A1AAA

(L. 1) Na Idade Média, durante o período feudal, o príncipe era detentor de um poder conhecido como jus politiae — direito de polícia —, que designava tudo o que era necessário (L. 4) à boa ordem da sociedade civil sob a autoridade do Estado, em contra- posição à boa ordem moral e religiosa, de competência exclusiva da autoridade eclesiástica.

(L. 7) Atualmente, no Brasil, por meio da Constituição Federal de 1988, das leis e de outros atos normativos, é conferida aos cidadãos uma série de direitos, entre os quais (L.10) os direitos à liberdade e à propriedade, cujo exercício deve ser compatível com o bem-estar social e com as normas de direito público. Para tanto, essas normas especificam limitações (L. 13) administrativas à liberdade e à propriedade, de modo que, a cada restrição de direito individual — expressa ou implícita na norma legal , corresponde equivalente poder de polícia (L. 16) administrativa à administração pública, para torná-la efetiva e fazê-la obedecida por todos.

Internet: <www.ambito-juridico.com.br> (com adaptações).

01) De acordo com o texto CB1A1AAA,

GABARITO: O d denominado jus politiae que o príncipe detinha na Idade Média equivale, nos dias atuais, ao poder de polícia conferido à administração pública.

Comentário. O objetivo do texto é mostrar a quem é conferido o poder de polícia (jus politiae – direito de polícia), e é feita uma analogia entre Idade Média e Atualidade. No início, o texto afirma que, durante o período feudal, o príncipe era detentor do poder/direito de polícia, relacionado à autoridade do Estado. No segundo parágrafo, o texto fala do que está previsto na CF-88. Pela sequência de ideias, percebe-se que é correto afirmar que o denominado jus politiae que o príncipe detinha na Idade Média equivale, nos dias atuais, ao poder de polícia conferido à administração pública.

02) No que se refere aos aspectos linguísticos do texto CB1A1AAA, assinale a opção correta.

GABARITO: No primeiro parágrafo, a substituição do par de travessões por um par de parênteses preservaria a coesão textual.

Comentário. Os travessões isolam a expressão “direito de polícia”. Quando há essa situação, os travessões podem ser substituídos por parênteses.

03) Com referência aos mecanismos de coesão e aos tempos e modos verbais empregados no texto CB I AlAAA, assinale a opção correta.

GABARITO: Nas linhas 16 e 17, as formas pronominais em “torná-la” e “fazê-la” referem-se ao termo “administração pública”.

Comentário. No final do texto, percebe-se que o poder de polícia administrativa é conferido à administração pública, para que ela se
torne efetiva e seja obedecida por todos. Ou seja, a expressão inicia por “para torná-la […]” indica a finalidade de conferir à administração pública o poder de polícia administrativa.

04) Quanto aos termos empregados no texto CB1A1AAA, às ideias nele contidas e à ortografia oficial da língua portuguesa, assinale a opção correta.

GABARITO: O emprego do hífen no vocábulo “bem-estar” justificase pela mesma regra ortográfica que justifica a grafia do antônimo desse vocábulo: mal-estar.

Comentário. O termo bem-estar está é substantivado no texto, o que se verifica com o artigo que o antecede. O mesmo acontece com a grafia de mal-estar. A junção desses termos sem o uso do hífen causaria problemas na fonética desses termos.

Texto CB1A2AAA

(L.1) Em linhas gerais, há na literatura econômica duas explicações para a educação ser tida como um fator de redução da criminali-
dade. A primeira é que a educação muda as (L. 4) preferências intertemporais, levando o indivíduo a ter menos preferência pelo presente e a valorizar mais o futuro, isto é, a ter aversão a riscos e a ter mais paciência. A segunda (L. 7) explicação é que a educação contribui para o combate à criminalidade porque ensina valores morais, tais como disciplina e cooperação, tornando o indivíduo menos suscetível (L. 10) a praticar atos violentos e crimes.

Há outras razões pelas quais se podem associar educação e redução da criminalidade. Quanto maior o nível de (L. 13)escolaridade do indivíduo, maior será para ele o retorno do trabalho lícito (isto é, o salário), e isso eleva o custo de oportunidade de se cometer crime. Além disso, há uma questão (L.16)relacionada à possibilidade do estado de dependência do crime: a probabilidade de se cometerem crimes no presente está relacionada à quantidade de crimes que já se cometeram. Dessa (L.19) forma, manter as crianças na escola, ocupadas durante o dia, contribuiria a longo prazo para a redução da criminalidade. Acredita-se, por essa razão, que haja uma relação entre maior (L. 22) nível de escolaridade e redução da criminalidade. A criminalidade é uma externalidade negativa com enormes custos sociais e, se a educação consegue diminuir a violência, (L. 25) o retorno social pode ser ainda maior que o retorno privado.

R A. Duenhas, F. 0. Gonçalves e E. Gelinski Jr. Educação, segurança Fábrica e violência nos municípios brasileiros: uma análise de painel ~ice de dados. UEPG Ci. Soc. Apl., Ponta Grossa, 22 (2):179 9 I , juI -dez_12014. Internet: <www.revistas2.uepg.br> (com adaptações).

05) Nas opções a seguir, constam propostas de reescrita do trecho “Há outras razões pelas quais se podem associar educação e redução da criminalidade.” (L. 11 e 12). Assinale a opção em que a proposta apresentada mantém o sentido original, a formalidade e a correção gramatical do texto CB1A2AAA.

GABARITO: Existem outras razões por que é possível associar educação e redução da criminalidade.

Comentário. O trecho reescrito apresenta o verbo flexionado no plural concordando com o sujeito “outras razões”. A construção POR QUE corresponde à preposição e ao pronome relativo que substituem também a mesma construção em PELAS QUAIS.

06) No texto CB1A2AAA, a palavra “aversão” (L .6) foi empregada no sentido de

GABARITO: repugnância

Comentário. Aversão: termo que no contexto empregado significa repugnância.

07) A oração “que já se cometeram” (L .18)

GABARITO: restringe o sentido do termo “crimes” (Q.18).

Comentário. “quantidade de crimes que já se cometeram”: a oração em questão é uma subordinada adjetiva restritiva que especifica os tipos de “crimes”.

08) As opções subsequentes apresentam propostas de reescrita do seguinte período do texto CB1A2AAA: “Acredita-se, por essa razão, que haja uma relação entre maior nível de escolaridade e redução da criminalidade.” (L . 21 e 22). Assinale a opção que apresenta proposta de reescrita que preserva a correção gramatical e o sentido original do texto.

GABARITO: Por essa razão, acredita-se que haja uma relação entre maior nível de escolaridade e redução da criminalidade.

Comentário. “Por essa razão” está com vírgula porque se trata de um adjunto adverbial deslocado. Nos outros trechos, não há justificativa para emprego de vírgula.

09) Durante a Idade Moderna, prevaleceram na Europa as práticas econômicas mercantilistas, voltadas para o fortalecimento dos Estados nacionais e o enriquecimento de seus empreendedores. Em larga medida, o entesouramento de metais preciosos era o objetivo mais evidente, o que explica o grande interesse na descoberta e na exploração desses metais nas colônias do Novo Mundo. Nesse contexto se processou a ocupação das áreas interioranas da América portuguesa, que, no caso específico de Goiás, deu-se, sobretudo, a partir do século XVII. A respeito do desbravamento do território goiano e de aspectos relacionados a esse desbravamento, assinale a opção correta.

GABARITO: O desbravamento de Goiás deveu-se à ação dos bandeirantes que, a partir de São Paulo, embrenharam-se pelos denominados sertões em busca de, além de ouro e pedras preciosas, índios para serem escravizados.

Comentário: o desbravamento do território goiano deu-se no contexto nas bandeiras. Com o movimento das Bandeiras acentuado no século XVIII, a região do interior do Brasil, mais conhecido como Sertão ou Hinterland, passou a ser ocupada pelos bandeirantes. As Bandeiras (movimentos particulares de expansão e busca por riquezas) tinham como principais objetivos tanto a procura de povos indígenas para escravizar quanto a busca por metais preciosos (ouro, prata). No ano de 1682, o sertanista (bandeirante) Bartolomeu Bueno organizou uma Bandeira rumo ao sertão brasileiro; com seu filho de 12 anos de idade rompeu mato adentro e chegou ao interior do Brasil. Com a morte de Bartolomeu Bueno (tanto a data quanto os motivos da morte do bandeirante são imprecisos), seu filho Bartolomeu Bueno da Silva tentou refazer a expedição de seu pai cerca de 40 anos depois, em 1722. O Anhanguera, como ficou conhecido Bartolomeu Bueno da Silva, conseguiu encontrar e explorar ouro nas margens do Rio Vermelho em 1725. Primeiramente fundou o povoado da Barra e depois o Arraial de Sant’Anna, com a grande quantidade de ouro que foi extraído das minas.

10) Relativamente à modernização da agricultura, à urbanização e à demografia do território goiano, e ao atual panorama econômico do estado de Goiás, assinale a opção correta.

GABARITO: A partir das últimas décadas do século passado, a economia goiana viu o agronegócio expandir-se e ampliou seu parque industrial.

Comentário: nos últimos anos os investimento da agropecuária goiana cresceram consideravelmente. Dos mais de 6.700.000 habitantes de Goiás (Estimativas, IBGE, 2016), mais de 90% residem na área urbana. Note que a taxa média de residentes urbanos brasileira é de 84%. Comparado aos outros estados e ao Distrito Federal, Goiás ocupa a 4º posição no ranking de urbanização nacional perdendo apenas para os consolidados centros urbanos de São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Apesar do Estado de Goiás ter mais de 90% da população vivendo nos núcleos urbanos, a produção agropecuária desenvolvida na zona rural tem
grande participação na produção nacional. Em 2010, por exemplo, de toda soja e sorgo produzidos no país 10,7% e 40,9% (respectivamente) foram produzidos em Goiás. Na pecuária e na aquisição e industrialização de leite Goiás tem participações consideráveis no contexto nacional;

11) Acerca dos aspectos relacionados ao contexto econômico e político que justifica a construção, na década de 30 do século XX, de uma nova capital para o estado de Goiás, assinale a opção correta.

GABARITO: Em termos políticos, a construção de Goiânia insere-se na conjuntura da Revolução de 1930, que pretendia, entre outros objetivos, enfraquecer o poder das oligarquias regionais sobre as instâncias políticas e administrativas

Comentário: pois com a revolução de 30, que colocou Getúlio Vargas na Presidência da República do Brasil, foram registradas mudanças no campo político. Destituídos os governantes, Getúlio Vargas colocou em cada estado um governo provisório composto por três membros. Em Goiás, um deles foi o Dr. Pedro Ludovico Teixeira, que, dias depois, foi nomeado interventor.

Com a revolução, o governo adotou como meta trazer o desenvolvimento para o estado, resolver os problemas do transporte, da educação, da saúde e da exportação. Além disso, a revolução de 30 em Goiás deu início à construção de Goiânia. Essas transformações não se realizaram imediatamente no campo social, mas no campo político. O governo passou a propor, como objetivo primordial, o desenvolvimento do estado. A construção de Goiânia, pelas energias que mobilizou, pela abertura de vias de comunicação que acompanharam e pela divulgação do estado no país, foi o ponto de partida dessa nova etapa histórica.

12) A respeito do povoamento do estado de Goiás, assinale a opção

GABARITO: A atual cidade de Goiás teve suas origens no arraial de Santana, um assentamento de portugueses que chegaram ao rio Vermelho em busca de ouro, no final do século XVI.

Comentário: pois a atual cidade de Goiás tem suas origens no Arraial de Santana, assentamento de origem portuguesa que chegaram à área do Rio Vermelho, em busca de exploração de metais, ouro e pedras preciosas, nos fins do século XVI. O Arraial, por sua importância econômica para a Coroa Portuguesa, foi elevado à categoria de Vila, e em meados de 1750 foi denominado de Vila Boa de Goiás.

13) No que se refere ao estado de Goiás no contexto brasileiro do século XX, assinale a opção correta.

GABARITO: No começo da década de 60, o Plano de Desenvolvimento do governo de Mauro Borges pretendia fortalecer a economia rural de Goiás.

Comentário: Mauro Borges foi eleito governador de Goiás pelo Partido Social Democrático (PSD). Sendo militar com curso de Estado Maior do Exército, que é o MBA dos militares, tinha formação necessária para criar um plano de Governo, o Plano MB (Mauro Borges), para auxiliá-lo contratou uma equipe formada pela Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro.
Em seu governo foi montada uma administração ágil e operante, criou os concursos públicos, onde os funcionários públicos eram contratados pelos seus méritos, esse foi um de seus grandes feitos pois tudo funcionava e bem. Criou o Consórcio Rodoviário, um fundo de reservas financeiras para viabilizar as construções de estradas, com isso viabilizou a construção de 11000km de estradas. Mauro Borges integrou Goiás no cenário econômico nacional, promovendo o crescimento das fronteiras econômicas por meio da retomada da Marcha para o Oeste e a implantação de uma reforma agrária que teve como o modelo os kibutz de Israel, organizados a partir da produção cooperativa.

14) A respeito do bioma cerrado no estado de Goiás e de sua ocupação nas últimas décadas, assinale a opção correta.

GABARITO: Os mananciais presentes no cerrado são essenciais para a economia do estado de Goiás e abastecem grandes bacias hidrográficas do país.

Comentário: considerado o segundo maior bioma brasileiro, atrás apenas da Floresta Amazônica, o Cerrado tem grande representatividade no território goiano. Apesar do elevado nível de desmatamento registrado no Estado desde a criação de Brasília e a abertura de estradas, na década de 1960, e da expansão da fronteira agrícola, décadas de 1970 e 1980. Engana-se quem pensa que as características de vegetação de savana, típicas do Cerrado, são reflexos de escassez de água na região. Pelo contrário, Goiás é rico em recursos hídricos, sendo considerado um dos mais peculiares e abundantes Estados brasileiros quanto à hidrografia.

15) A respeito dessa situação, é correto afirmar que a execução do programa xpto

GABARITO: Pode ser verificada por meio do comando ps – ef | grep xpto.

Comentário: o comando ps -ef lista os processos ativos, enquanto o comando ls lsita os arquivos e pastas do diretório atual ou do diretório passado como parâmetro.

16) A cerca da inserção de seções em planilhas e textos criados no Microsoft Office, assinale a opção correta.

GABARITO: Em um documento Word, as seções podem ser utilizadas para que, em uma mesma página, parte do texto esteja em uma coluna e outra parte, em duas colunas.

Comentário: as configurações de páginas, bem como, cabeçalho e rodapé são aplicadas por seção do documento.

17) Assinale a opção que apresenta procedimento correto para se fazer becape do conteúdo da pasta Meus Documentos, localizada em uma estação de trabalho que possui o Windows 10 instalado e que esteja devidamente conectada à Internet.

GABARITO: Deve-se instalar e configurar um programa para sincronizar os arquivos da referida pasta, bem como seus subdiretórios, em uma Cloud Storage.

Comentário: Comentário – a alternativa com menos erros é a que sugere que o usuário utilize aplicativos dos serviços de cloud storage para sincronizar as pastas do computador com a nuvem, porém o emprego da palavra DEVE propõe como única opção, sendo que existem outras possibilidades.

O fato de copiar para a área de trabalho não apresenta diferenças para a sincronização em comparação ao conteúdo da pasta Meus Documentos..

18) Os mecanismos de proteção aos ambientes computacionais destinados a garantir a segurança da informação incluem:

GABARITO: Assinatura digital, política de chaves e senhas, e honeypots.

Comentário: assinatura digital garante Autenticidade e Integridade, as políticas servem para orientar o uso das informações e honeypot (pote de mel) é uma ferramenta/técnica que cria um servidor ou área de uma rede falsa para enganar os invasores.

19) Cavalo de Tória (trojan)

GABARITO: Impede que o sistema operacional se inicie ou seja executado corretamente.

Comentário: o malware que afeta o desempenho da rede é o Worm; o cavalo de tróia normalmente é quem instala outros malwares e já
abre portas; vírus de macro é um tipo específico de vírus de script; o firewall ajuda a proteger contra o trojan, pois é o firewall que monitora e protege as portas que os trojans tentam abrir.

20) Com relação aos procedimentos de becape, assinale a opção correta.

GABARITO: Na cópia incremental, não é necessário especificar os intervalos de tempo em que houve alterações nos arquivos.

Comentário: um backup incremental salva os arquivos que foram alterados desde o último backup, seja ele qual for, os não alterados (não marcados) não são salvos. Assim, não é necessário informar o período das alterações para a realização do mesmo.

CONHECIMENTOS GERAIS – Agente/Escrivão

Pedro, maior e capaz, compareceu a uma delegacia de polícia para ser ouvido como testemunha em IP. Todavia, quando Pedro apresentou sua carteira de identidade, a autoridade policial a reteve e, sem justo motivo nem ordem judicial, permaneceu com tal documento durante quinze dias.

21) Nessa situação hipotética, a atitude da autoridade policial constituiu

GABARITO: contravenção penal punível com prisão simples.

Comentário: própria Lei da Identificação Pessoal (5.553/68) descreve que é Contravenção Penal, no seu Artigo terceiro. Art. 3º Constitui contravenção penal, punível com pena de prisão simples de 1 (um) a 3 (três) meses ou multa de NCR$ 0,50 (cinquenta centavos) a NCR$ 3,00 (três cruzeiros novos), a retenção de qualquer documento a que se refere esta Lei.

22) Com base na Lei n.° 8.069/1990, assinale a opção que apresenta medida passível de aplicação por autoridade competente tanto a criança quanto a adolescente que cometa ato inflacionai.

GABARITO: requisição de tratamento psicológico.

Comentário: somente a requisição de tratamento psicológico se aplica tanto a criança como adolescente, as demais opções se aplicam somente ao adolescente.
Prevê o ECA:

Art. 101. Verificada qualquer das hipóteses previstas no art. 98, a autoridade competente poderá determinar, dentre outras, as seguintes medidas:
V – requisição de tratamento médico, psicológico ou psiquiátrico, em regime hospitalar ou ambulatorial;
Art. 105. Ao ato infracional praticado por criança corresponderão as medidas previstas no art. 101.

23) Nessa situação hipotética, conforme a Lei n.° 8.069/1990, se estiver acompanhada de um

GABARITO: dos pais, Alice não precisará de qualquer tipo de autorização para viajar para o exterior.

Comentário: descreve o ECA que se a criança estiver acompanhada de um dos pais, não Art. 84. Quando se tratar de viagem ao exterior, a autorização é dispensável, se a criança ou adolescente:

I – estiver acompanhado de ambos os pais ou responsável;
II – viajar na companhia de um dos pais, autorizado expressamente
pelo outro através de documento com firma reconhecida.

24) De acordo com o que prevê o Estatuto do Idoso — Lei n.° 10.741/2003 —, constitui infração administrativa

GABARITO: deixar o profissional de saúde de comunicar à autoridade competente os casos de crimes contra idoso dos quais tiver conhecimento.

Comentário: prevê o Estatuto do Idoso: 

Art. 57. Deixar o profissional de saúde ou o responsável por estabelecimento de saúde ou instituição de longa permanência
de comunicar à autoridade competente os casos de crimes contra idoso de que tiver conhecimento:

Pena – multa de R$ 500,00 (quinhentos reais) a R$ 3.000,00 (três mil reais), aplicada em dobro no caso de reincidência.

25) Caso uma pessoa seja ré em processo criminal por supostamente ter cometido homicídio qualificado, eventual interceptação de suas comunicações telefônicas

GABARITO: dependerá de ordem do juiz competente, sob segredo de justiça.

Comentário: lei 9296/96: Art. 1º A interceptação de comunicações telefônicas, de qualquer natureza, para prova em investigação criminal e em instrução processual penal, observará o disposto nesta Lei e dependerá de ordem do juiz competente da ação principal, sob segredo de justiça.

26) Nessas situações hipotéticas, poderá ocorrer a interceptação das comunicações telefônicas

GABARITO: somente de Cláudio, por meio de despacho de oficio do juiz.

Comentário: A Lei 9296/96 descreve: Art. 2° Não será admitida a interceptação de comunicações telefônicas quando ocorrer qualquer das seguintes hipóteses:

I – não houver indícios razoáveis da autoria ou participação em infração penal;
II – a prova puder ser feita por outros meios disponíveis;
III – o fato investigado constituir infração penal punida, no máximo, com pena de detenção.

27) Nas eleições municipais de Goiânia — GO para o ano de 2016,

  • Fernanda foi candidata a vereadora;
  • Flávio foi candidato a prefeito;
  • Clara foi eleitora;
  • Paulo foi membro da mesa receptora;
  • João foi fiscal de partido político.

Nessas situações hipotéticas, de acordo com a Lei n.° 4.737/1965, não poderiam ser detidos ou presos, salvo em flagrante delito, desde quinze dias antes da eleição,

GABARITO: Fernanda e Flávio.

Comentário: art. 236. Nenhuma autoridade poderá, desde 5 (cinco) dias antes e até 48 (quarenta e oito) horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto.

§ 1º Os membros das mesas receptoras e os fiscais de partido, durante o exercício de suas funções, não poderão ser detidos ou presos, salvo o caso de flagrante delito; da mesma garantia gozarão os candidatos desde 15 (quinze) dias antes da eleição.

28) De acordo com a Lei n.° 10.741/2003, a retenção, sem justo motivo, de cartão magnético de conta bancária relativa a benefícios de pessoa idosa é considerada

GABARITO: crime de ação penal pública incondicionada.

Comentário: descreve o Estatuto do Idoso:

Art. 95. Os crimes definidos nesta Lei são de ação penal pública incondicionada, não se lhes aplicando os arts. 181 e 182 do Código Penal.

29) De acordo com a Lei n.° 7.492/1986, o indivíduo que gerir fraudulentamente determinada instituição financeira

GABARITO: cometerá crime cuja ação penal será promovida pelo MPF.

Comentário: descreve a Lei 7.462/1986:

Art. 4º Gerir fraudulentamente instituição financeira:
Pena – Reclusão, de 3 (três) a 12 (doze) anos, e multa.
Art. 26. A ação penal, nos crimes previstos nesta lei, será promovida
pelo Ministério Público Federal, perante a Justiça Federal.

30) Com base na Lei n.o 7.492/1986, a tipificação dos crimes contra o Sistema Financeiro Nacional

GABARITO: admite coautoria ou participação, e, se ocorrer confissão espontânea que revele toda a trama delituosa, a pena será reduzida de um a dois terços.

Comentário: descreve a Lei 7.462/1986:

Art. 25 § 2º Nos crimes previstos nesta Lei, cometidos em quadrilha ou co-autoria, o co-autor ou partícipe que através de confissão
espontânea revelar à autoridade policial ou judicial toda a trama delituosa terá a sua pena reduzida de um a dois terços. (Incluído pela Lei nº 9.080, de 19.7.1995)

31) Em determinada eleição municipal,

  • Luciano tentou votar mais de uma vez;
  • ao fazer propaganda eleitoral, Márcio injuriou Carmem,
  • ofendendo-lhe a dignidade;
  • Tatiane tentou violar o sigilo de uma urna.

Nessas situações hipotéticas, à luz da Lei n.° 4.737/1965,

GABARITO: Luciano, Márcio e Tatiane responderão por crime de ação pública.

Comentário: descreve o Código Eleitoral

Art. 355. As infrações penais definidas neste Código são de ação pública.

32) Nessas situações hipotéticas, de acordo com o que prevê o ECA,

GABARITO: somente Júlia e Alexandre responderão por infração administrativa.

Comentário: conforme descreve o ECA;

Art. 228. Deixar o encarregado de serviço ou o dirigente de estabelecimento de atenção à saúde de gestante de manter registro das atividades desenvolvidas, na forma e prazo referidos no art. 10 desta Lei, bem como de fornecer à parturiente ou a seu responsável, por ocasião da alta médica, declaração de nascimento, onde constem as intercorrências do parto e do desenvolvimento do neonato:

Pena – detenção de seis meses a dois anos.

Art. 245. Deixar o médico, professor ou responsável por estabelecimento de atenção à saúde e de ensino fundamental, pré-escola ou creche, de comunicar à autoridade competente os casos de que tenha conhecimento, envolvendo suspeita ou confirmação de maus-tratos contra criança ou adolescente:

Pena – multa de três a vinte salários de referência, aplicando-se o dobro em caso de reincidência.

Art. 250. Hospedar criança ou adolescente desacompanhado dos pais ou responsável, ou sem autorização escrita desses ou da autoridade judiciária, em hotel, pensão, motel ou congênere: (Redação dada pela Lei nº 12.038, de 2009).
Pena – multa. (Redação dada pela Lei nº 12.038, de 2009).

33) A Declaração Universal dos Direitos Humanos não prevê expressamente instrumentos ou órgãos próprios para sua aplicação compulsória.

GABARITO: não prevê expressamente instrumentos ou órgãos próprios para sua aplicação compulsória.

Comentário: não Existe esta previsão expressa na DeclaraçãoUniversal de Direitos Humanos.

34) De acordo com a Lei n.° 7.210/1984 — LEP —, a prestação de trabalho

GABARITO: a entidade privada depende do consentimento expresso do preso, que terá sua autorização de trabalho revogada se for punido por falta grave.

Comentário: art. 36 da Lei de Execução Penal Descreve:

§ 3º A prestação de trabalho à entidade privada depende do consentimento expresso do preso.

35) José subverteu a disciplina interna do estabelecimento prisional por ter praticado ato previsto como crime.

Nessa situação hipotética, de acordo com o que prevê a LEP relativamente ao RDD,

GABARITO: se for submetido ao RDD, José ficará recolhido em cela individual, terá direito a visitas semanais e poderá sair da cela diariamente para banho de sol.

Comentário: art. 52 da LEP: A prática de fato previsto como crime doloso constitui falta grave e, quando ocasione subversão da ordem ou disciplina internas, sujeita o preso provisório, ou condenado, sem prejuízo da sanção penal, ao regime disciplinar diferenciado, com as seguintes características: (Redação dada pela Lei nº 10.792, de 2003)

I – duração máxima de trezentos e sessenta dias, sem prejuízo de repetição da sanção por nova falta grave de mesma espécie, até o limite de um sexto da pena aplicada; (Incluído pela Lei nº 10.792, de 2003)

II – recolhimento em cela individual; (Incluído pela Lei nº 10.792, de 2003)

III – visitas semanais de duas pessoas, sem contar as crianças, com duração de duas horas; (Incluído pela Lei nº 10.792, de 2003)

IV – o preso terá direito à saída da cela por 2 horas diárias para banho de sol. (Incluído pela Lei nº 10.792, de 2003)

§ 1o O regime disciplinar diferenciado também poderá abrigar presos provisórios ou condenados, nacionais ou estrangeiros, que apresentem alto risco para a ordem e a segurança do estabelecimento penal ou da sociedade.

36) De acordo com as disposições da LEP, o recolhimento em residência particular somente será admitido quando se tratar de

GABARITO: condenada em regime qualquer aberto que tenha filho portador de deficiência física ou mental.

Comentário: art. 117 da LEP: Somente se admitirá o recolhimento do beneficiário de regime aberto em residência particular quando se tratar de:

I – condenado maior de 70 (setenta) anos;

II – condenado acometido de doença grave;

III – condenada com filho menor ou deficiente físico ou mental;

IV – condenada gestante.

37) De acordo com a LEP, se um preso for comunicado sobre o falecimento de uma irmã dele,

GABARITO: o diretor do estabelecimento prisional poderá conceder a permissão de saída ao preso, independentemente de ele ser preso provisório ou de estar cumprindo pena em regime fechado.

Comentário: art. 120 da LEP:. Os condenados que cumprem pena em regime fechado ou semi-aberto e os presos provisórios poderão
obter permissão para sair do estabelecimento, mediante escolta, quando ocorrer um dos seguintes fatos:

I – falecimento ou doença grave do cônjuge, companheira, ascendente, descendente ou irmão;

38) Por ter praticado infração penal contra Lúcio, Ana foi presa em flagrante e conduzida à delegacia, onde se constatou que o tipo penal correspondente à infração praticada por Ana prevê pena máxima de dois anos e multa.

Nessa situação hipotética, a autoridade policial deverá

GABARITO: lavrar termo circunstanciado e encaminhá-lo ao -juizado juntamente com a autora do fato e a vítima.

Comentário: crimes de baixo potencial ofensivo (pena até 2 anos) é de competência dos Juizados Especiais.

Art. 69. A autoridade policial que tomar conhecimento da ocorrência lavrará termo circunstanciado e o encaminhará imediatamente ao Juizado, com o autor do fato e a vítima, providenciando-se as requisições dos exames periciais necessários.

39) Uma pessoa denunciada por crime para o qual a pena mínima é igual a um ano recebeu e aceitou uma proposta do MP prevista na Lei n.° 9.099/1995. Nesse caso. a proposta em questão caracteriza-se como uma

GABARITO: suspensão condicional do processo. que poderá ser revogada se a pessoa vier a ser processada por contravenção penal no curso do prazo.

Comentário: lei 9.099/95, Art. 89 § 4º A suspensão poderá ser revogada se o acusado vier a ser processado, no curso do prazo, por contravenção, ou descumprir qualquer outra condição imposta.

40) De acordo com os termos da Lei n.° 9.099/1995, que dispõe sobre os juizados especiais cieis e criminais, na situação em que um indivíduo tenha sido preso em flagrante por ter cometido furto simples — cuja pena prevista é de reclusão, de um a quatro anos, e multa —, o MP, ao oferecer a denúncia, poderá propor a suspensão do processo, por dois a quatro anos, estando presentes os demais requisitos que autorizem a suspensão condicional da pena, previstos em artigo do CP. Nesse caso,

GABARITO: se for deferida a suspensão do processo, a autoridade judiciária deverá declarar extinta a punibilidade depois de expirado o prazo, sem revogação da suspensão.

Comentário: lei 9.099/95, Art. 89 § 5º Expirado o prazo sem revogação, o Juiz declarará extinta a punibilidade.

41) O juizado especial cível da justiça federal é competente para processar e julgar

GABARITO: ação de anulação de ato administrativo federal de lançamento fiscal.

Comentário: lei 10.259/01 Art. 3 o § 1o Não se incluem na competência do Juizado Especial Cível as causas:

III – para a anulação ou cancelamento de ato administrativo federal, salvo o de natureza previdenciária e o de lançamento fiscal.

42) De acordo com a LEP, se determinado preso provisório cometer crime doloso após o encarceramento, ele estará sujeito ao regime disciplinar diferenciado, sem prejuízo da sanção penal,

GABARITO: que poderá limitar o número de pessoas e a duração das visitas semanais.

Comentário: art. 52 da LEP: A prática de fato previsto como crime doloso constitui falta grave e, quando ocasione subversão da ordem ou disciplina internas, sujeita o preso provisório, ou condenado, sem prejuízo da sanção penal, ao regime disciplinar diferenciado, com as seguintes características: (Redação dada pela Lei nº 10.792, de 2003)

IV – o preso terá direito à saída da cela por 2 horas diárias para banho de sol.

43)

  • Vera destruiu grande quantidade de matéria-prima com o fim de provocar alta de preço em proveito próprio.
  • Túlio formou acordo entre ofertantes, visando controlar rede de distribuição, em detrimento da concorrência.
  • Lucas reduziu o montante do tributo devido por meio de falsificação de nota fiscal.

De acordo com a Lei n.° 8.137/1990, que regula os crimes contra a ordem tributária e econômica e contra as relações de consumo, nas situações hipotéticas apresentadas, somente

GABARITO: Túlio cometeu crime contra a ordem econômica.

Comentário: prevê a Lei 8137/ Art. 4° Constitui crime contra a ordem econômica:

II – formar acordo, convênio, ajuste ou aliança entre ofertantes, visando: (Redação dada pela Lei nº 12.529, de 2011).

c) ao controle, em detrimento da concorrência, de rede de distribuição ou de fornecedores. (Redação dada pela Lei nº 12.529, de
2011).

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos e multa.

44) Com relação às infrações penais previstas na Lei n.° 8.078/1990, e que instituiu o CDC, assinale a opção correta.

GABARITO: Todas as infrações tipificadas no CDC possuem pena máxima O prevista de até dois anos.

Comentário: todos os crimes previstos no Código de Defesa do Consumidor possuem pena máxima prevista de até 02 anos.

45) De acordo com a LO-PC/GO, que dispõe sobre os princípios, a organização e o funcionamento da instituição bem como sobre as competências, as prerrogativas, as garantias e os deveres de seus servidores, assinale a opção correta.

GABARITO: Não poderá concorrer a promoções o policial civil que, a juízo do Conselho Superior da Polícia Civil, estiver respondendo a processo administrativo disciplinar ou criminal.

Comentário: é Previsto na Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado de Goiás:

Art. 79. Não poderão concorrer às promoções os servidores policiais civis que:

III – a juízo do Conselho Superior da Polícia Civil, estiverem respondendo a Processo Administrativo Disciplinar ou Criminal.

46) À luz da LO-PC/GO, assinale a opção correta no que diz respeito à estrutura, organização e competência da PC/GO.

GABARITO: As unidades de execução operativa da PC/GO, a exemplo das delegacias de polícia distritais e delegacias de polícia especializadas estaduais, têm por finalidade o exercício das funções de polícia judiciária e a investigação policial.

Comentário: é Previsto na Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado de Goiás:

Art. 15. São unidades de Execução Operativa:

I – no âmbito de polícia territorial:

a) Delegacias de Polícia Distritais;
b) Delegacias de Polícia Municipais;

II – no âmbito de polícia especializada:

a) Delegacias de Polícia Especializadas Estaduais;

47) Ainda à luz da LO-PC/GO, assinale a opção correta em relação ao quadro de pessoal, às atribuições dos cargos e às garantias do servidor policial civil de Goiás.

GABARITO: São atribuições do chefe de cartório, entre outras, o gerenciamento do atendimento ao público e o registro de ocorrências criminais.

Comentário: é Previsto na Lei Orgânica da Polícia Civil do Estado de Goiás:

Art. 90. A antiguidade será apurada na categoria do servidor policial civil, determinada pelo tempo de efetivo exercício na Classe.

§ 1º Por antiguidade na Classe, entende-se o tempo que o servidor contar, na Polícia Civil do Estado de Goiás, na respectiva classe, deduzidos os interregnos ocorridos ou qualquer interrupção prevista na legislação, exceto:

I – tempo de licença por motivo de saúde;

48) estágio probatório de servidor nomeado para cargo de provimento efetivo do governo do estado de Goiás tem o objetivo de apurar os requisitos necessários à sua confirmação no cargo para o qual foi nomeado. Os requisitos básicos a serem apurados no referido estágio probatório, previstos na LEG n.° 10.460/1988 e suas alterações, incluem

GABARITO: iniciativa.

Comentário: lei 10.460/88 – Art. 39. O servidor nomeado para cargo de provimento efetivo fica sujeito ao período de estágio probatório de 3 (três) anos de efetivo exercício, com o objetivo de apurar os requisitos necessários à sua confirmação no cargo para o qual foi nomeado.

§ 1º São requisitos básicos a serem apurados no estágio probatório:

I – iniciativa;

49) Juscelino, servidor público do estado de Goiás, praticou, no exercício da função, ato que resultará em sua responsabilização nas esferas civil, penal e administrativa. Entretanto, ‘a sentença criminal o absolveu por falta de provas.

Nessa situação hipotética, de acordo com a LEG n.° 10.460/1988 e suas alterações,

GABARITO: a absolvição criminal não afasta as responsabilidades civil e administrativa de Juscelino.

Comentário: lei 10.460/88 – Art. 309 – As sanções civis, penais e disciplinares poderão acumular-se, sendo umas e outras independentes entre si, bem assim as instâncias civil, penal e administrativa.

50) Se os motivos determinantes da aposentadoria por invalidez de determinado funcionário do estado de Goiás forem considerados insubsistentes, o retorno desse funcionário às atividades no mesmo cargo será considerado, de acordo com a LEG n.° 10.460/1988 e suas alterações,

GABARITO: reversão.

Comentário: lei 10.460/88 – Art. 124 – Reversão é o retorno à atividade do funcionário aposentado por invalidez, quando insubsistentes os motivos determinantes da aposentadoria, dependendo sempre da existência de vaga.

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – Escrivão

51) Assinale a opção que apresenta um dos fundamentos da República Feder eiva do Brasil previsto expressamente na Constituição Federal de 1988.

GABARITO: valores sociais do trabalho e da livre iniciativa.

Comentário: de acordo com o Art 1º, IV da CF, é considerado fundamento da República Federativa do Brasil, os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; “SoCiDiVaPlu”

52) A respeito dos direitos e garantias fundamentais previstos na Constituição Federal de 1988, assinale a opção correta.

GABARITO: De acordo com a lei, a prática da tortura é considerada crime inafiançável e insuscetível de graça ou anistia, por ele respondendo os mandantes, os executores e os que, podendo evitá-lo, se omitirem.

Comentário: de acordo com o Art. 5º, XLIII, CF, que determina que a Tortura deve ser considerada pela Lei como crime inafiançável e insuscetível de graça ou anistia.

A lei considerará crimes inafiançáveis e insuscetíveis de graça ou anistia a prática da tortura , o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, o terrorismo e os definidos como crimes hediondos, por eles respondendo os mandantes, os executores e os que, podendo evitá-los, se omitirem.

53) No que se refere à administração pública, assinale a opção correta.

GABARITO: As obras, os serviços, as compras e as alienações serão contratados mediante processo de licitação pública que
assegure igualdade de condições a todos os concorrentes, permitindo-se exigências de qualificação técnica e econômica indispensáveis à garantia do cumprimento das obrigações, nos termos da lei.

Comentário: Trata-se da regra geral que exige a licitação (art. 2° da Lei 8.666/93), sendo que a questão abordou alguns dos requisitos que podem ser exigidos para a habilitação (art. 27 da Lei 8.666/93).

54) Acerca das funções essenciais à justiça e do Poder Judiciário, assinale a opção correta.

GABARITO: A Advocacia-Geral da União é a instituição competente para representar extrajudicialmente a União, o que inclui, por exemplo, a representação do ente central perante o Tribunal de Contas da União.

Comentário: nos termos do art. 131, CF, a AGU é órgão que representa a União judicial e extrajudicialmente, inclusive perante o TCU.

Art. 131. A Advocacia-Geral da União é a instituição que, diretamente ou através de órgão vinculado, representa a União, judicial e extrajudicialmente, cabendo-lhe, nos termos da lei complementar que dispuser sobre sua organização e funcionamento, as atividades de consultoria e assessoramento jurídico do Poder Executivo.

55) A respeito do Poder Legislativo, assinale a opção correta.

GABARITO: Cabe aos três poderes da União manter, de forma integrada, sistema de controle interno que inclua, entre suas finalidades, a execução dos programas de governo e dos orçamentos da União.

Comentário: Literalidade do Art. 74, I, CF

Art. 74. Os Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário manterão, de forma integrada, sistema de controle interno com a finalidade de: I – avaliar o cumprimento das metas previstas no plano plurianual, a execução dos programas de governo e dos orçamentos da União.

56) Sem ter sido aprovado em concurso público, um indivíduo foi contratado para exercer cargo em uma delegacia de polícia de determinado município, por ter contribuído na campanha política do agente contratante.

GABARITO: impessoalidade

Comentário: a contratação sem a realização de concurso público e ainda em virtude de contribuição em campanha política, viola o princípio da impessoalidade.

57) A respeito da invalidação, anulação e revogação de atos administrativos, assinale a opção correta.

GABARITO: A administração, em razão de conveniência, poderá revogar ato administrativo próprio não eivado de qualquer ilegalidade, o que produzirá efeitos ex nunc.

Comentário: A revogação é feita por motivos de conveniência e oportunidade, não possuindo efeitos retroativos.

58) À luz da Lei de Improbidade Administrativa — Lei no 8.429/1992 —, assinale a opção correta acerca de enriquecimento ilícito em exercício de mandato, cargo, emprego ou função na administração pública direta, indireta ou fundacional.

GABARITO: Aquele que praticar ato de improbidade administrativa que importe enriquecimento ilícito não poderá receber qualquer incentivo fiscal ou creditício, o que se estende à pessoa jurídica à qual pertença como sócio majoritário.

Comentário: Dentre as penalidades aplicáveis, encontramos a proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, no caso de enriquecimento ilícito, por 10 anos.

59) Assinale a opção correta a respeito do controle da administração pública.

GABARITO: O poder de fiscalização de uma pessoa jurídica integrante da administração indireta por ente da administração direta consagra a chamada tutela administrativa, verdadeiro controle por vinculação que se dá pelas vias política, institucional, administrativa e financeira.

Comentário: Trata-se do controle finalístico ou supervisão ministerial (ou secretarial), em que o ente da Direta exerce sua tutela administrativa sobre o ente da Indireta.

60) Com referência ao controle administrativo, assinale a opção correta.

GABARITO: Os atos administrativos cujos efeitos já se tenham exaurido integralmente são insuscetíveis de revogação.

Comentário: Os atos cujos efeitos já se exauriram não podem ser revogados.

61) Considerando os princípios constitucionais e legais informadores da lei penal, assinale a opção correta.

GABARITO: Considerando os princípios informativos da retroatividade e ultratividade da lei penal, a lei nova mais benéfica será aplicada mesmo quando a ação penal tiver sido iniciada antes da sua vigência.

Comentário: A questão fala dos princípios informadores do art. 2º do CP que trata da lei penal no tempo e trata dos princípios da extratividade de lei penal (Ultratividade, retroatividade). As leis em regra que forem melhor ao agente serão aplicados ao caso concreto mesmo depois do trânsito em julgado da sentença penal condenatória!

62) Considerando os aspectos legais, doutrinários e jurisprudenciais sobre a infração penal quanto aos elementos constitutivos, às espécies e aos sujeitos, bem como à ilicitude, às excludentes e ao excesso punível, à consumação e tentativa e ao concurso de pessoas, assinale a opção correta.

GABARITO: Nos crimes materiais, a consumação só ocorre ante a produção do resultado naturalístico, enquanto que, nos crimes formais, este resultado é dispensável.

Comentário: Os crimes materiais dependem realmente do resultado naturalístico, já nos crimes formais apesar de existir não se faz necessário.

63) Com referência à tipificação das diversas modalidades de crimes e ao processamento desses crimes, assinale a opção correta.

GABARITO: Configura-se o peculato na modalidade de desvio quando o servidor público, consciente e voluntariamente, desvia, em proveito próprio ou de terceiro, verba que detém em razão do cargo que ocupa na sua repartição.

Comentário: código Penal Art. 312 – Crime de Peculato

Art. 312 – Apropriar-se o funcionário público de dinheiro, valor ou qualquer outro bem móvel, público ou particular, de que tem a posse em razão do cargo, ou desviá-lo, em proveito próprio ou alheio:

Pena – reclusão, de dois a doze anos, e multa.

64) Se uma pessoa praticar vias de fato contra alguém, sem que o fato constitua crime, ela terá cometido contravenção penal. Entretanto, segundo a Lei das Contravenções Penais,

GABARITO: ela será considerada reincidente se tiver cometido crime no exterior, com sentença condenatória transitada em julgado.

Comentário: lei das Contravenções Penais – Art. 7º Verifica-se a reincidência quando o agente pratica uma contravenção depois de passar em julgado a sentença que o tenha condenado, no Brasil ou no estrangeiro, por qualquer crime, ou, no Brasil, por motivo de contravenção.

65) No curso de IP, o delegado de polícia representou à autoridade judicial para que lhe fosse autorizada a infiltração de agentes de polícia em tarefas de investigação.

GABARITO: se a infiltração for autorizada, o MP poderá requisitar, a qualquer tempo, relatório de infiltração.

Comentário: lei 12.850/13 Art. 10 – § 5o No curso do inquérito policial, o delegado de polícia poderá determinar aos seus agentes, e o Ministério Público poderá requisitar, a qualquer tempo, relatório da atividade de infiltração.

66) Acerca de aspectos diversos pertinentes ao IP, assinale a opção correta.

GABARITO: O indiciamento é ato próprio da autoridade policial a ser adotado na fase inquisitorial.

Comentário: o indiciamento é um ato privativo que só pode ser realizado pela autoridade policial, seguindo os contornos da lei 12.830/13, Art. 2º parágrafo 6.

67) Quanto à prova e aos seus meios de produção no processo penal, assinale a opção correta.

GABARITO: Estão dispensados de depor na condição de testemunha o ascendente ou descendente, o afim em linha reta, o cônjuge, ainda que separado ou divorciado, o irmão e o pai, a mãe, ou o filho adotivo do acusado.

Comentário: a Alternativa correta é aquela que diz respeito aqueles que não são obrigados a depor, seguido a literalidade do artigo 206 do CPP.

68) Quanto à prova pericial, assinale a opção correta.

GABARITO: Os exames de corpo de delito serão realizados por um perito oficial e, na falta deste, admite a lei que duas pessoas idôneas, portadoras de diploma de curso superior e dotadas de habilidade técnica relacionada com a natureza do exame, sejam nomeadas para tal atividade.

Comentário: é sabido que nos termos da lei, o exame de corpo de delito em regra é realizado por um perito oficia, mas que na ausência deste poderá ser feito por dois peritos que devem ser pessoas idôneas, nos termos do artigo 159 do CPP.

69) No curso de um IP, segundo a Lei no 7.960/1989, será possível decretar a prisão temporária do indiciado quando, de acordo com qualquer prova admitida na legislação penal, houver fundadas razões de autoria ou participação dele no delito, se o crime investigado for o de

GABARITO: roubo.

Comentário: nos termos da lei 7.960/89 o roubo é um dos crimes descritos que cabe Prisão Temporária, Art. Primeiro, Inciso 3,alínea C.

70) A situação em que um indivíduo é preso em flagrante delito por ser surpreendido logo após cometer um homicídio caracteriza um

GABARITO: flagrante próprio.

Comentário: o sujeito é surpreendido logo após o crime (flagrante próprio).

>> Confira o gabarito de CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS – Agente

——————————————————————————————————————————————

Sobre a suspensão do concurso PC/GO

O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Goiás (SINPOL), devidamente qualificado nos autos, ajuizou ação anulatória de ato administrativo com pedido de tutela de urgência em face do Estado de Goiás e do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e Promoção de Evento – CEBRASPE. A ação anulatória fez referência ao argumento de que existia ilegalidade na realização do certame, ferindo a Lei Estadual nº 19.275/2016. Assim, a juíza Suelenita Soares Correia concedeu liminar para suspensão das provas do concurso da Polícia Civil de Goiás, que tinha as provas objetivas marcadas para este domingo, dia 16. 

>> Seja um Agente da PC GO

Vagas

  • 280 para o cargo de Agente (nível superior completo e carteira Nacional de Habilitação, no mínimo, categoria ‘’B’)
  • 220 para o cargo de Escrivão (nível superior completo)

Do total, 25 vagas são reservadas para candidatos com deficiência.

Inscrições

  • Começaram: 11 de agosto
  • Terminaram: 31 de agosto
  • Taxa: R$ 110

Provas

As provas PC GO acontecem no dia 16 de outubro.

  • Número de questões: 70 questões (Valendo 70 pontos)
  • Formato: Múltipla Escolha
  • Discursiva: SIM (valendo 20 pontos)

A seleção abrangerá as seguintes fases:

  1. Provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório
  2. Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório
  3. Avaliação médica, de caráter eliminatório
  4. Exame psicotécnico, de caráter eliminatório
  5. Prova prática de digitação, de caráter eliminatório
  6. Investigação social, de caráter eliminatório

Conteúdo Programático PCGO

Conhecimentos Básicos (comum aos cargos de Agente de Policia Substituto e Escrivão de Polícia Substituto)

  • Língua Portuguesa
  • Noções de Informática

Conhecimentos Gerais (comum aos cargos de Agente de Policia Substituto e Escrivão de Polícia Substituto)

  • Legislação Penal Extravagante
  • Legislação Específica

Conhecimentos Específicos (Agente de Polícia Substituto)

  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal

Conhecimentos Específicos (Escrivão de Polícia Substituto)

  • Noções de Direito Constitucional
  • Noções de Direito Administrativo
  • Noções de Direito Penal
  • Noções de Direito Processual Penal

>> Estude para as Carreiras Policiais totalmente GRATUITO

Comentários

comentarios