Dicas de como estudar Informática para o INSS

12

dicas_inss_informatica_rezende_joao_paulo_alfacon

Se preparar é sempre a melhor opção! E para isso é preciso ter os melhores conteúdos de concurso público do Brasil para estudar e alcançar seus objetivos. Toda semana está rolando duas postagens com dicas para o INSS, assim, você que pretende prestar o concurso do INSS terá sempre os melhores conteúdos disponíveis. Confira então as dicas de informática para o INSS que os professores João Paulo e Luiz Rezende prepararam!

1. Internet – É fundamental estudar os protocolos vinculados aos serviços, como http e https do serviço de hipertexto, smtp, pop3 e imap4 para o serviço de e-mail e ftp para o serviço de transferência de dados, além disso um dos tópicos que tem sido mais cobrados atualmente é cloud computing e suas características de edição, aplicação e armazenagem, sendo que esta última característica é denominada cloud storage.

2.  Segurança da Informação – Tanto os malwares, como o Trojan Horse, Spywares e Worms, como os mais recentemente cobrados, como o Spoofing, Flooding e bot devem ser estudados, assim como as ferramentas de proteção, em particular Firewalls, Certificados digitais e Criptografia. É importante conhecer as definições dos quatro critérios de segurança: disponibilidade, autenticidade, confidencialidade e integridade.

3. Rede de computadores – Leitura de redes deve ser o foco dos estudos, aprofundando em arquiteturas (cliente/servidor e peer-to-peer), escopos (LAN, MAN, WAN…) assim como as quatro topologias originais (Bus, Ring, Star e Mesh). Vale a pena também se concentrar nos hardwares de redes, como Hub, Swith, Roteador e Ponte. Algumas provas abordam ainda a diferença entre os cabeamentos coaxiais, par-trançado e fibra ótica.

4. Sistemas Operacionais – Na prova do INSS a abordagem será tanto de Windows quanto de Linux. Para o Windows é importante conhecer as novidades do Windows 8 e 8.1 e mudanças de nomenclaturas, como o gerenciador de arquivos, agora denominado “Explorador de arquivos” e o desfragmentador, agora denominado “Otimizar unidades”. Quanto ao Linux é importante conhecer as distribuições, estrutura de diretórios e comandos de texto.

5. Aplicativos de escritório –  A abordagem será tanto dos aplicativos de textos, planilhas e apresentações do pacote Microsoft Office 2013 e do pacote Libreoffice. A estrutura de janelas, ferramentas e extensões de arquivos é mais importante do que a criação de arquivos propriamente dita.

>> Confirmado pedido de 7.351 novas vagas para o INSS

Dicas MS Office 2013 e Windows 8

Para a prova do INSS o aluno deve estar atento às novidades do MS Office 2013 e do Windows 8, pois é a maneira da banca cobrar algo diferente do tradicional. Também é importante estar bem preparado sobre os conceitos de redes, segurança e backup.

Sobre o Word 2013 alguns pontos importantes:

  • Opção Definir presente na aba Revisão que permite procurar o significado das palavras;

  • Opção Imagens e Imagens Online presentes na aba Inserir, observando que a opção Clip-Art deixa de existir;

  • O acréscimo da opção Comentário a aba Inserir, por padrão essa opção é encontrada na aba Revisão;

  • A aba Design também é novidade, ela apresenta as opções relativas aos temas que antes estavam na aba Layout de Página;

  • Outra novidade é a facilidade em manipular as tabelas, principalmente na inserção de linhas e colunas, ao apresentar um botão simples sem a necessidade de clicar com o botão direito do mouse.

A respeito do Excel:

  • A opção preenchimento relâmpago é a maior novidade do Excel, permitindo a separação de dados de uma célula de maneira mais simples graças ao reconhecimento de expressões regulares;

  • Cuidado com as novas funções como =DIAS(  ;   ) e =XOR(   ;  ), usadas, respectivamente, para calcular a diferença entre duas datas e analisar expressões lógicas usando o operador OU exclusivo;

  • Os novos modelos e a ênfase dada a eles pelo Office é bastante relevante, pois ao invés de abrir direto um documento em branco o MS Office apresenta a janela para a escolha de uma modelo para a criação do arquivo.

São 5 os tipos de backup que podem ser usados em conjunto ou por rotinas intercaladas. Os backups Diário e de Cópia não interferem nas outras rotinas de backup, uma vez que não alteram o bit do Flag Archive.

Já os backups Completo/Normal, Incremental e Diferencial devem ser estudados mais detalhadamente.

>> Saiba sobre o novo concurso que vai agitar a área administrativa

>> Veja mais dicas de conteúdo FREE

Comentários

comentarios