Atualidades: tudo sobre as manifestações contra o racismo

462

O movimento “Vidas Negras Importam” e a questão racial

A questão racial sempre foi uma componente presente na sociedade moderna, tanto nos Estados Unidos quanto no Brasil, e recorrentemente situações fragrantes de preconceito racial recolocam este tema no centro do debate sobre a conjuntura.

Nos EUA a eleição de Barack Obama em 2009, retomou o orgulho do povo negro norte-americano, que tendo históricos líderes como Martim Luther King e Malcon X, esperava que com o início do governo do primeiro presidente negro norte-americano, finalmente a desigualdade racial e o preconceito fossem, se não completamente superados, ao menos abrandados.

Porém o preconceito racional, nas últimas décadas se tornou estrutural, onde em uma análise pontual, leva a desigualdade no acesso ao ensino e direitos fundamentais do povo negro até a consequência de desiquilíbrio da presença de negros em importantes setores representativos da sociedade.

Esta situação também está presente no Brasil, onde o preconceito também se institucionalizou e em 2020 não temos nenhum juiz negro no Supremo Tribunal Federal, para ficarmos em um exemplo de entidades e colegiados do Estado brasileiro.

COMECE A ESTUDAR AGORA

Morte de George Floyd

Quando acontece em Maio de 2020 a norte de George Floyd, americano negro de 46 anos de idade e que foi Sufocado por um policial branco, que se ajoelhara sobre seu pescoço por mais de 8 minutos, manifestações imediatamente ocorrem manifestações em mais de 75 cidades dos EUA e em mais de 40 delas, as autoridades decretaram toque de recolher.

A Guarda Nacional (força militar que os EUA reservam para emergências) foi acionada com 16 mil soldados despachados para 24 Estados e a capital, Washington.

Em algumas manifestações dos EUA, como as que aconteceram em Nova York, policiais aderiram às manifestações se ajoelhando junto aos manifestantes, e no esporte, diversas manifestações ocorreram.

As manifestações se intensificaram em vários países do mundo, mesmo em meio à pandemia de Covid-19, e tanto nos EUA quanto na Europa, estas manifestações começaram a derrubar estátuas e monumentos de personalidades que historicamente tiveram posturas de segregação racial.

Personalidades do Brasil e do mundo que participam ou se posicionaram favoráveis às manifestações:

  • Jon Boyega (ator de Star Wars)
  • Michael B. Jordan (ator de Pantera Negra)
  • Kylian Mbappé (jogador de futebol francês)
  • Mano Brown (rapper brasileiro)
  • Barak Obama (ex-presidente EUA)
  • Joe Biden (Candidato à presidente EUA)

No Brasil as manifestações ocorreram em diversas cidades, e as duas maiores aconteceram em Salvador/BA e em São Paulo/SP. Estas manifestações foram marcadas pela presença de torcidas organizadas de clubes de futebol e críticas ao governo federal.

Unifique seus estudos e prepare-se com qualidade

Jacob Brake baleado e intensificação das manifestações

Jacob Blake, um homem negro de 29 anos, foi internado após ter sido atingindo sete vezes pelas costas por um policial branco e está paralisado.

Quando as imagens rodaram a internet, intensificaram-se as manifestações nos EUA, e tanto a NBA (Liga de Basquete – EUA), quanto a NFL (Liga de Futebol Americano – EUA) paralisam seus jogos e aderiram as manifestações.

Esta questão do preconceito racial, da violência policial contra negros, as manifestações que acontecem cada nova situação e o movimento que nasceu desta situação “Vidas Negras Importam”, está longe de ser resolvida, e é necessário ficar atento à todas as notícias sobre o tema, pois certamente serão tema tanto de questões de provas objetivas quanto discursivas e redação.

Texto redigido pelo Professor Luiz Rezende