Concurso PC RJ: como planejar os estudos para o cargo de investigador

295

O cargo de investigador da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PC RJ) oferece o maior número de vagas para o concurso. O Blog do AlfaCon traz dicas para você se preparar para a disputa

Muito esperado, o concurso PC RJ (Polícia Civil do Rio de Janeiro) já recebe inscrições. O prazo permanecerá aberto até o dia 26 de outubro, pelo site da Fundação Getulio Vargas (FGV), organizadora da seleção. A corporação preencherá 350 vagas, sendo:

  • 200 – Investigador;
  • 100 – Inspetor;
  • 25 – Perito legista;
  • 10 – Auxiliar de necropsia;
  • 10 – Técnico de Necropsia;
  • 5 – Perito criminal;

Para o cargo de investigador, que oferece o maior número de vagas, a escolaridade exigida é nível médio, além de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria B, no mínimo. As comprovações da idade (18 anos completos, pelo menos) e da CNH ocorrerá na data de matrícula do curso de formação.

Conforme o edital, o concurso PC RJ será composto de duas fases, com etapas distintas:

  • Primeira fase
    – Prova de Conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório;
    – Prova de Capacidade Física, de caráter eliminatório;
    – Exame Psicotécnico, de caráter eliminatório;
    – Exame Médico, de caráter eliminatório;
  • Segunda fase
    – Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório e classificatório;
    – Prova de Investigação Social, de caráter eliminatório;
    – Avaliação de Títulos (apenas para Perito Legista), de caráter classificatório;

As provas objetivas serão constituídas por 60 a 100 questões de múltipla escolha, de acordo com o cargo almejado. A avaliação terá o valor máximo de 60 a 100 pontos, sendo considerado aprovado o candidato que obtiver, no mínimo, 50% de pontos.

O professor Rodrigo Gomes faz uma análise do edital do concurso PC RJ no vídeo abaixo, e dá outras dicas especiais de estudos para os interessados em disputar as vagas do cargo de investigador aqui no Blog do AlfaCon.

Quais são as disciplinas das provas de investigador do concurso PC RJ?

Os exames objetivos do concurso PC RJ serão aplicados em datas distintas, de acordo com cada cargo em disputa. Os exames para o cargo de investigador terão 100 questões.
As provas de múltipla escolha serão aplicadas em 13 de fevereiro de 2022, cobrando conhecimentos nas seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa – 30 questões;
  • Conhecimentos Específicos – 60 questões;
  • Conhecimentos Básicos de Informática – 10 questões;

Em conhecimentos específicos os candidatos deverão responder a questões sobre Noções de Direito Penal, Processual Penal, Administrativo e Constitucional.

Será aprovado quem obtiver o mínimo de 50% de pontos em cada um dos módulos. Já para a prova de capacidade física, serão convocados os 1.000 candidatos com as melhores pontuações na prova objetiva.

💡📚 Conheça nosso curso online e GRATUITO para o concurso PC RJ: Inspetor da Polícia Civil do Rio de Janeiro

Como começar a estudar para o concurso PC RJ?

O professor Rodrigo Gomes orienta os candidatos a darem mais atenção, no seu plano de estudos, às disciplinas de conhecimentos específicos, onde está o maior peso sobre aprovação ou não no concurso.

“Normalmente, entre o edital e as provas há um período médio de 60 dias. Para o cargo de investigador do concurso PC RJ são quase 150 dias. Sem sombra de duvidas é um tempo ótimo de preparação“, disse Rodrigo Gomes.

Das cinco disciplinas de Direito que integram a parte de conhecimentos específicos, o professor destaca os seguintes assuntos, que devem ganhar um reforço na horas dos estudos, pela incidência de questões em provas da área:

  • Direitos e garantias fundamentais;
  • Responsabilidade civil do estado;
  • Crimes contra o patrimônio;
  • Inquérito policial;
  • Lei de drogas e Lei do desarmamento;

As provas da FGV costumam ser cansativas, com textos longos. Minha dica para os candidatos é que eles procurem identificar os gatilhos jurídicos desses textos. E os gabaritos são todos letra de lei”, disse Gomes.

O especialista na área ainda ressaltou que a FGV não é uma banca clássica em questões policiais. Para treinar, fazer simulados e exercícios, os candidatos terão de buscar questões nas disciplinas que foram aplicados em outros concursos da FGV, como Ministério Público, magistratura, Poder Judiciário.

Rodrigo Gomes também indica que se use questões de outras bancas, desde que sejam de provas mais recentes, aplicadas para a área policial em 2020 e 2021. “Que me venha à cabeça, questões da FGV recentes para área policial só da Polícia Civil do Rio Grande do Norte”, alertou.

👉 Leia mais: FGV: conheça as principais características da banca

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here