Concurso PF: mais um avanço no Ministério do Planejamento!

44671

Dia 17/10 houve mais uma movimentação do processo do concurso PF dentro do Ministério do Planejamento. Na última terça-feira houve reabertura do processo dentro da unidade Divisão de Concursos Públicos/CGCOM-SGP/DEPRO-SGP/SGP/Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Confira o protocolo:

Em agosto também foi movimentado o processo dentro do Ministério Do Planejamento. Na última quarta-feira, 23/08, foi registrada uma movimentação no processo, tendo alteração no seu nível, passou de nível de acesso geral para Restrito. 

No último dia 28 de julho, o processo com o pedido de concurso para cargos da Polícia Federal foi reaberto na Coordenação de Documentação e Informação/ASTEC-GM/GM/Ministério do Planejamento. Desenvolvimento e Gestão, finalizando no Gabinete/SGP/Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão no mesmo dia.

Confira o protocolo atualizado:

> Protocolo Integrado

A expectativa é que o concurso seja liberado ainda este ano. O Concurso PF também possui o cargo de agente, escrivão e perito para serem aprovados pelo Planejamento.


 Concurso PF: Está marcado para o dia 27 deste mês o ”Encontro de Governadores do Brasil pela Segurança Pública e Controle das Fronteiras”.

Esse Encontro será realizado em Rio Branco e contará com diversas autoridades. Uma das pautas será o aumento do efetivo da Polícia Federal (PF) e esse aumento seria possível com a realização de um concurso PF.

> Curso Escrivão PF

O objetivo dessa reunião é debater objetivos para conter, na região das fronteiras, o tráfico de drogas, armas e violência. O encontro contará com a presença dos governadores da Colômbia, do Peru, da Bolívia e do Equador, além da participação de governadores brasileiros. Segundo Tião Viana, o presidente Michel Temer aceitou o convite para participar do evento.

Dentre as propostas que serão apresentadas neste encontro estão a criação de um Fundo Nacional de Segurança Pública e um Conselho Nacional de Segurança Pública que envolva os estados. Isso implica em um maior aumento de efetivos da Polícia Federal.

“A expressão disso tudo é a crise da violência nos Estados, a crise do sistema prisional brasileiro. Para nós, o problema mais grave do país é este e estamos pedindo uma reunião de emergência para criar uma agenda”, disse Tião Viana e ainda acrescentou: “Como o Brasil conseguiu um sistema nacional de educação, de saúde, carecemos de um sistema nacional de segurança pública. Não temos um plano único de segurança pública, não temos uma linguagem única das polícias e temos as fronteiras abertas. Tenho dito que somos já piores que a Colômbia nos anos 80”.

No mês de agosto, Sérgio Moro, juiz federal símbolo da Operação Lava Jato, declarou que ‘valeria a pena ter um efetivo maior da Polícia Federal’.

“Eu penso que num quadro como esse, é preciso ter um enfrentamento, principalmente por parte da Polícia e do Ministério Público, sem vacilações. Eu respeito muito o diretor Leandro Daiello, acho que ele faz um excelente trabalho como diretor, os delegados que trabalham em Curitiba são muito dedicados, coragem do superintendente da Polícia Federal em Curitiba”, afirmou.
“Mas eu entendo realmente que era apropriado um aumento de efetivo, não no sentido de que há uma ação deliberada de enfraquecer a operação, mas eu acho que não é o momento de vacilações, é preciso investir para chegar com esse caso até o seu final. Valeria a pena ter um efetivo maior da Polícia Federal. Claro que não é tão simples assim, é preciso ter bons profissionais no âmbito da polícia federal. Claro que existem vários, mas precisa ter o perfil adequado e dar condições para eles realizarem o trabalho deles em Curitiba.”, acrescentou.

 

Dúvidas frequentes

O curso de tecnólogo é aceito para ingresso nos cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista?

Os cursos superiores de tecnologia reconhecidos pelo Ministério da Educação são suficientes para atender o requisito da graduação para provimento nos cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal.

Quais são as fases do concurso e quais os requisitos para ingresso nos cargos policiais?

As fases e os requisitos somente serão divulgados quando da abertura dos respectivos concursos. Porém, nos concursos anteriores, você pode fazer a verificação. Geralmente não muda muita coisa de um concurso para o outro.

Quais os níveis de escolaridade exigidos para se concorrer aos cargos da carreira policial e aos da carreira administrativa?

A carreira policial exige curso de graduação em estabelecimento de ensino superior, reconhecido pelo MEC – (Ministério da Educação), e a carreira administrativa pede segundo e terceiro graus completos, respectivamente, para nível médio e superior. A lei que trata do assunto é a 9.266/96 alterada pela Lei 11.095/05.

Quais os subsídios dos cargos da POLÍCIA FEDERAL?

TABELA DE SUBSÍDIOS PARA CARGOS DA CARREIRA POLICIAL FEDERAL

Confira os valores dos Subsídios dos Cargos de Agente de Polícia Federal, de Escrivão de Polícia Federal e de Papiloscopista Policial Federal:

O subsídio inicial é de R$ 11.983,26, sendo que em 2019 aumenta para R$ 12.522,50, chegando a R$ 18.651,79 no topo da carreira.

Há altura mínima, idade máxima, restrição a brasileiros naturalizados ou proibição de uso de tatuagens para o ingresso nos quadros da POLÍCIA FEDERAL?

Existe restrição apenas quanto à idade, qual seja, ser maior de 18 (dezoito) anos e observar o limite estabelecido para a aposentadoria compulsória.

Há vagas para pessoas com deficiência destinadas aos cargos da carreira policial da POLÍCIA FEDERAL?

Sim, por decisão do Supremo Tribunal Federal serão reservadas vagas aos candidatos com deficiência nos concursos para os cargos policiais. Os candidatos com deficiência serão submetidos a todos os testes, avaliações e exames em igualdade de condições com os demais concorrentes do concurso. A POLÍCIA FEDERAL também disponibiliza vagas para pessoas com deficiência no quadro do Plano Especial de Cargos, carreira de apoio administrativo.

Como fazer para ingressar no Comando de Operações Táticas – COT, Coordenação de Aviação Operacional – CAOP, INTERPOL, NEPOM e outros?

Estas são áreas internas da POLÍCIA FEDERAL, não existindo concurso público para ingresso. O provimento destas áreas é feito através de recrutamento interno.

Obs: essas dúvidas frequentes foram retiradas da página da Polícia Federal.

Provas Anteriores Polícia Federal (PF)

Agente de Polícia Federal – 2014

Prova

Gabarito Definitivo

Gabarito Definitivo

Escrivão de Polícia Federal – 2012

Caderno de prova

Gabarito Definitivo

Aulas gratuitas PF

Confira nossa playlist com mais de 72 aulas gratuitas voltadas para o concurso da Polícia Federal. Aperta o play e bons estudos!

 

 

Veja o cenário dos últimos meses
Foi divulgado no dia (21/05), uma nota à imprensa, em que o Governo aponta a redução da equipe na operação Lava Jato, além do corte de verbas previstas para o órgão da PF. O órgão pretende abrir 1.758 vagas no concurso PF.

Com todos estes novos casos de corrupção que surgem a cada dia, por meio da Lava Jato, e que devem continuar a surgir por meio das múltiplas delações premiadas, é questionado se a PF possui policiais suficientes para atender a tamanha demanda e se o atual Governo irá suprir a falta de pessoal na corporação. Mesmo com a expectativa do novo concurso para 1.758 vagas, a carência é muito maior. De acordo com dados apontados pelo presidente da Fenapef (Federação Nacional dos Policiais Federais), a corporação conta com uma necessidade de nada menos do que 13.300 servidores. Além disso, caso o concurso para delegados não seja realizado o quanto antes, a carência de pessoal para o cargo pode chegar a 800 servidores, nos próximos anos, em decorrência de 400 aposentadorias previstas.

Processos para concurso avançam

Após meses sem novidades, o processo para a liberação de verbas para a realização dos certames do órgão voltou a avançar no MPOG (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão).

No caso de Escrivão e Agente, o Ministério da Justiça deve encaminhar uma solicitação ao MPOG até o próximo dia 31 para a complementação de verbas, uma vez que o processo que tramita no Planejamento desde 2015, e que voltou a avançar, ainda tratava apenas das carreiras de Perito e Delegado. Este processo estava parado no MPOG desde junho de 2016, foi redistribuído para diversos setores do MPOG para análise, no último dia 19/05. Com o decreto 8.326, de 10/10 de 2014, o órgão não precisa mais de autorização por parte do MPOG para realizar novos concursos, necessitando apenas de um parecer do órgão sobre as condições financeiras para o preenchimento das vagas.

Vagas

As 1.758 vagas que a PF pretende preencher são:

  • 600 para Agente; 
  • 600 para Escrivão;
  • 461 para Delegado;
  • 67 para Perito.
Remuneração

Agente e Escrivão: R$ 11.897, já incluindo auxílio-alimentação de R$ 458.

Delegado: R$ 22.102,37.

Nível

Agente e Escrivão:

  • Superior completo em qualquer área;
  • CNH (Carteira Nacional de Habilitação) categoria B ou superior;

Delegado:

  • Bacharelado em Direito, com experiência mínima de 3 anos em atividades jurídicas ou policiais.

Já para o cargo de Perito da PF, a formação exigida irá depender da área de atuação, que pode variar em até 18 categorias, que ainda não foram divulgadas.

~Ambos os cargos necessitam de carteira de habilitação na categoria “B” ou superior.~

>> Apostila PF

O que faz um Delegado da PF?

As funções de um Delegado da PF são: instaurar e presidir procedimentos policiais de investigação, orientar e comandar a execução de investigações relacionadas com a prevenção e repressão de ilícitos penais, participar do planejamento de operações de segurança e investigações, supervisionar e executar missões de caráter sigiloso, participar da execução das medidas de segurança orgânica, bem como desempenhar outras atividades, semelhantes ou destinadas a apoiar o Órgão na consecução dos seus fins.

O que faz um Perito da PF?

As funções de um Perito da PF são: realizar exames periciais em locais de infração penal, realizar exames em instrumentos utilizados, ou presumivelmente utilizados, na prática de infrações penais, proceder pesquisas de interesse do serviço, coletar dados e informações necessários à complementação dos exames periciais, participar da execução das medidas de segurança orgânica e zelar pelo cumprimento das mesmas, desempenhar outras atividades que visem apoiar técnica e administrativamente as metas da Instituição Policial, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Etapas do concurso – Perito PF

1. Prova Objetiva

  • Conhecimentos básicos (50 itens)
  • Conhecimentos específicos (70 itens)

2. Prova Discursiva

Elaboração de texto narrativo, dissertativo e/ou descritivo, com, no máximo, 30 linhas.

3. Exame de aptidão física

  • Teste em barra fixa
  • Teste de impulsão horizontal
  • Teste de corrida de 12 (doze) minutos
  • Teste de natação (50 metros)

4. Exame médico

Aferir se o candidato goza de boa saúde física e psíquica para suportar os exercícios a que será submetido durante o Curso de Formação Profissional e para desempenhar as tarefas típicas da categoria funcional.

5. Avaliação psicológica

Aplicação e avaliação de baterias de testes e instrumentos psicológicos científicos, que permitem identificar a compatibilidade de aspectos psicológicos do candidato com as atribuições do cargo, visando verificar, entre outros:

  • Capacidade de concentração e atenção;
  • Tipos de raciocínio;
  • Controle emocional (emotividade, segurança, estabilidade emocional, extroversão, vulnerabilidade, entre outros);
  • Relacionamento interpessoal (confiança, altruísmo, ponderação, assertividade, complacência, entre outros);
  • Capacidade de memória;
  • Características de personalidade (senso de dever, autodisciplina, ordem, dinamismo, persistência, entre outros).

6. Avaliação de títulos

Etapas do concurso – Delegado PF

1. Prova Objetiva

  • 120 questões

2. Discursiva

A prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório, aborda os objetos de avaliação de Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Constitucional e Direito Administrativo. É composta por duas partes:

  • 3 Questões dissertativas
  • Elaboração de peça profissional

3. Exame de aptidão física

  • Teste em barra fixa
  • Teste de impulsão horizontal
  • Teste de corrida de 12 (doze) minutos
  • Teste de natação (50 metros)

4. Exame médico

5. Avaliação psicológica

Aplicação e avaliação de baterias de testes e instrumentos psicológicos científicos, que permitem identificar a compatibilidade de aspectos psicológicos do candidato com as atribuições do cargo, visando verificar, entre outros:

  • Capacidade de concentração e atenção;
  • Tipos de raciocínio;
  • Controle emocional (emotividade, segurança, estabilidade emocional, extroversão, vulnerabilidade, entre outros);
  • Relacionamento interpessoal (confiança, altruísmo, ponderação, assertividade, complacência, entre outros);
  • Capacidade de memória;
  • Características de personalidade (senso de dever, autodisciplina, ordem, dinamismo, persistência, entre outros).

6. Avaliação de títulos

7. Prova oral 

  • Direito Penal
  • Direito Processual Penal
  • Direito Constitucional
  • Direito Administrativo

Concurso PF 2014

concurso_pf_linha_do_tempo_concursos_2014_alfacon

O concurso PF 2014 ofertou 600 vagas para Agente de Polícia Federal. A remuneração inicial era de R$ 7.514,33 com exigência de nível superior.

>> Edital PF 2014

O que faz um Agente da PF?

As funções de um Agente da PF são: executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, dirigir veículos policiais, cumprir medidas de segurança orgânica, desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas.

Concurso PF 2013

concurso_pf_linha_do_tempo_concursos_2013_alfacon

O concurso PF 2013 ofertou 500 vagas imediatas divididas em 350 para Escrivão e 150 para Delegado. As remunerações eram de R$ 7.514,33 a R$ 14.037,11.

Concurso PF 2012

concurso_pf_linha_do_tempo_concursos_2012_alfacon

Os primeiros editais da PF 2012 foram publicados no início do ano e ofertaram 100 vagas para Papiloscopista e 500 para Agente da PF. Já no meio do ano saiu mais um edital da PF com 100 vagas para o cargo de Perito e 150 para Delegado.

Edital Delegado PF 2012  | Edital Perito PF 2012 | Edital Papiloscopista PF 2012 | Edital Agente da PF 2012

> Curso Escrivão PF

Como é trabalhar na PF? #1 – Concurso PF

Como é trabalhar na PF? #2

Como é trabalhar na PF? #3

Como é trabalhar na PF? #4

Comentários

comentarios