“Não me vejo menos capaz que eles” diz aprovada na PRF que sofreu preconceito por ser mulher

1897

Conheça a trajetória de Sarah Regina e os desafios que ela enfrentou até realizar seu sonho de entrar para a PRF

Aprovada em 2019 no concurso da PRF (Polícia Rodoviária Federal), a ex-alfartana Sarah Regina provou que a carreira policial também é lugar de mulher. Sua maior inspiração veio dentro de casa, com seu pai que trabalha na Polícia Civil. “Desde pequena eu tinha essa convivência, ia no trabalho dele e achava o ambiente policial fascinante”, conta.

Apesar de não sofrer resistência por parte da família, a jovem revela que seus colegas não apoiavam a decisão, e muitos até duvidavam da sua capacidade de permanecer na carreira por ela ser mulher.

– “Ah, mas não vai conseguir segurar um fuzil”
– “Feminina demais para andar de coturno”
– “Não vai aguentar viver no universo masculino”

Quer estudar para o concurso PRF de graça? Clique aqui e conheça nosso curso GRATUITO!

Esses são alguns dos comentários que Sarah costumava ouvir durante sua preparação para a PRF, mas mesmo com a falta de apoio ela não perdeu a motivação e continuou a se dedicar 100% nos estudos. “Nunca passou pela minha cabeça que eu não daria conta”, afirma.

Sua história com o curso AlfaCon também começou dentro de casa. Seguindo a sugestão de seu irmão, Sarah começou a acompanhar as aulas pela internet e encontrou nos professores uma grande admiração.

Concurso PRF: dica para elas

Para as mulheres que desejam seguir a área, ela recomenda conciliar os estudos com a academia. “Não tem como você estudar para carreiras policiais sem cuidar do físico, isso é fundamental”, adverte a aprovada.

Sua caminhada até a aprovação durou 3 anos, e veio repleta de frustações e desafios. Antes de conseguir a vaga, Sarah prestou um concurso para a Polícia Federal, mas não passou. “Eu gerei muita expectativa nesse concurso, mas não consegui. Chorei igual criança naquele dia”, relembra.

Ela conta que levou duas semanas para se reorganizar depois do baque da reprovação, mas que foi justamente essa decepção com o concurso que a motivou a continuar mais forte com os estudos. “Eu comecei tudo de novo, fui com outra cabeça, e ai deu certo”.

Depois de muito esforço e persistência, Sarah diz que agora finalmente se sente realizada. Apesar de ser formada na área da educação, ela afirma que, no fundo, sempre soube que seu lugar era na polícia.

“Se você tem um sonho, então lute por ele! Se afaste de tudo aquilo que te tira do foco”

E você, se inspirou na história da Sarah? Então assista ao vídeo que o AlfaCon fez com ela para saber mais detalhes! E não se esqueça, a próxima vaga pode ser sua!

Se você deseja fazer parte dos servidores da Polícia Rodoviária Federal, o que acha de começar os estudos agora e sair na frente dos concorrentes para conquistar uma vaga?

Quer estudar para o concurso PRF de graça? Clique aqui e conheça nosso curso GRATUITO!

AlfaCon, curso preparatório que já aprovou mais de 119 mil candidatos em concursos Brasil afora, tem cursos online e apostilas completas e específicas para quem deseja ser servidor desta corporação.

| Gostou da dica? VEJA MAIS AQUI! |

19 Comentário

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here