Quais são as vantagens de ter um cargo público?

206

A remuneração e a ascensão profissional por tempo de serviço fazem parte da lista; Conheça todos os benefícios de ser um concursado

Cada vez mais valorizado no Brasil, o cargo público é o objetivo de muitas pessoas no País. Há diversos brasileiros, inclusive, dispostos a deixarem o serviço privado para tentarem uma vaga em órgãos municipais, estaduais ou federais nas mais variadas vertentes: Policial, Tribunal, Militar, Legislativa, Bancária e Jurídica. Mas você já parou para pensar o por quê? 

De uma maneira geral, isso pode ser explicado pelo fato de que os candidatos que passam em concursos e ingressam no cargo dispõem de uma série de vantagens bastantes atrativas oferecidas pelo setor público. Para você conhecer melhor sobre o assunto, destacamos abaixo 6 benefícios usufruídos pelos concursados.   

| Estude para concursos de graça com o AlfaCon! |

Precisa de experiência para ter cargo público?

Um grande número de certames não exige experiência profissional prévia dos candidatos e é dirigido a pessoas com escolaridade até o ensino médio. Por isso, as chances são iguais para todos. Porém, vale a pena ressaltar que é essencial estar muito bem preparado para que se tenha chance nas provas e consiga a tão desejada aprovação.

Remuneração

Os concurseiros sempre vão encontrar cargos com boas remunerações em todas as esferas do setor público. Além disso, em alguns casos, como em vagas federais, a remuneração pode ser até mais alta do que em outros empregos do setor privado. Um detalhe importante é que, por exigência legal, o salário básico de um concursado nunca é abaixo do salário mínimo e as gratificações são sempre altas.   

| Inscreva-se no canal do AlfaCon e tenha acesso a conteúdos exclusivos! |

Benefícios de quem tem cargo público

Os regimes jurídicos dos servidores públicos também trazem inúmeras vantagens. Entre eles, na Lei nº 8.112/90 que trata do âmbito federal, estão destacadas as indenizações (ajuda de custo; diárias; transporte; auxílio moradia), as gratificações e os adicionais. Outro ponto importante é que as férias também são diferenciadas no cargo público: depois de trabalhar por 12 meses, o servidor tem direito ao período aquisitivo de férias e pode parcelá-lo em até três etapas. Isso sem contar os feriados e os recessos.    

Ascensão profissional  

Quem tem um cargo público conta com um sistema de progressão por tempo de serviço. Em grande parte das secretarias, autarquias e fundações públicas há os processos de avaliação de competência e especializações feitas no decorrer da carreira para ascensão profissional. Por isso, mesmo depois de conquistar a vaga, é interessante que os profissionais continuem investindo em cursos de aprimoramento. A depender do cargo, essas progressões são bienais.

| Fique por dentro das novidades do AlfaCon, siga-nos no Instagram! 😘 |

Carga horária

Os funcionários públicos têm uma carga horária fixa, que está estipulada no edital do concurso. Em regra, são 40 horas semanais, mas há casos em que a previsão é de 30 horas semanais, sem a necessidade de trabalhar aos fins de semana. Além disso, os concursados raramente precisam cumprir horas extras. Isso contribui para uma maior qualidade de vida do profissional, permitindo que tenha mais tempo com a família e planeje viagens, por exemplo. Bom, não é? 

E a estabilidade, como fica?

Uma das vantagens que mais atraem os candidatos ao cargo público é, sem dúvidas, a estabilidade profissional, garantida pela Constituição Federal. Atualmente, ao completar 3 anos de exercício, o funcionário adquire a estabilidade e só pode ser demitido se cometer uma falta grave e após uma sentença judicial, resguardado o direito ao contraditório e a ampla defesa. No entanto, se a Reforma Administrativa for aprovada pelo Congresso Nacional, esse direito ficará restrito a Carreiras Típicas de Estado, que ainda serão definidas por uma lei. Neste link, entenda em detalhes qual é a proposta da Reforma Administrativa.  

| Gostou da dica? VEJA MAIS AQUI! |