Tudo sobre a ESA (Escola de Sargento das Armas)

9190

ESA (Escola de Sargento das Armas)

Texto elaborado pelo Professor Nilton Matos

A Escola de Sargentos das Armas (ESA) é o Estabelecimento de Ensino de Nível Superior (Tecnólogo) do Exército Brasileiro, responsável pela formação de Sargentos Combatentes de Carreira das Armas de: Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações.

                                                           VAGAS
GERAL MÚSICO SAÚDE
HOMENS MULHERES 45 55
900 100

 

  • ser brasileiro nato ou naturalizado, de acordo com a legislação em vigor;
  • ter concluído o Ensino Médio em estabelecimento de ensino reconhecido oficialmente, apresentando, no ato da matrícula, certificado de conclusão devidamente registrado nos órgãos competentes;
  • possuir, no mínimo, 17 (dezessete) e, no máximo, 24 (vinte e quatro) anos de idade para a área Geral e possuir, no mínimo, 17 (dezessete) e, no máximo, 26 (vinte e seis) anos de idade para as áreas Músico e Saúde, referenciadas a 31 de dezembro do ano da matrícula;
  • estar em dia com suas obrigações perante o Serviço Militar e a Justiça Eleitoral, quando aplicável, de acordo com a legislação em vigor;
  • ter pago o boleto bancário, preenchido com seus dados, referente à taxa de inscrição, se dela não estiver isento;
  • se do sexo masculino, ter, no mínimo, 1,60 m (um metro e sessenta centímetros) de altura, sendo que esta limitação não se aplica aos candidatos com até 17 (dezessete) anos de idade incompletos, desde que possuam a altura mínima de 1,57 m (um metro e cinquenta e sete centímetros) e exame especializado revele a possibilidade do crescimento; ou se do sexo feminino, ter, no mínimo, 1,55 m (um metro e cinquenta e cinco centímetros) de altura, conforme a legislação em vigor;
  • não apresentar tatuagens que façam alusão a ideologia terrorista ou extremista contrária às instituições democráticas, a violência, a criminalidade, a ideia ou ato libidinoso, a discriminação ou preconceito de raça, credo, sexo ou origem ou, ainda, a ideia ou ato ofensivo às FA, de acordo com a legislação em vigor;
  • não estar na condição de réu em ação penal, de acordo com a legislação em vigor;
  • não ter sido, nos últimos 5 (cinco) anos, na forma da legislação vigente:
  • responsabilizado por ato lesivo ao patrimônio público de qualquer esfera do governo em processo disciplinar administrativo, do qual não caiba mais recurso, contado o prazo a partir da data do cumprimento da sanção; ou
  • condenado em processo criminal transitado em julgado, contando o prazo a partir da data do cumprimento da pena, de acordo com a legislação em vigor.
  • não ter filhos ou dependentes e não ser casado ou haver constituído união estável, por incompatibilidade com o regime exigido para formação ou graduação, sendo condição essencial para ingresso e permanência nos órgãos de formação ou graduação que mantenham regime de internato, dedicação exclusiva e de disponibilidade permanente peculiar à carreira militar.

Observação2: O candidato deve estar ciente de que, se for aprovado, matriculado e, futuramente, vier a concluir com aproveitamento um dos CFGS, será promovido à graduação de 3º sargento e terá seu tempo de serviço prorrogado de acordo com a legislação de pessoal do Exército, obrigando-se a permanecer no serviço ativo até o fim do prazo mínimo estabelecido de 1 (um) ano, para essa prorrogação inicial. Após isso, poderá ou não obter novas e sucessivas prorrogações de tempo de serviço, de acordo com seu desempenho profissional. Caso venha a completar 10 (dez) anos de efetivo serviço adquirirá o direito à estabilidade, dentro das condições exigidas na legislação específica.
Observação: Os militares que concluírem com aproveitamento o CFGS receberão diploma de graduação nível Superior Tecnólogo.

A condução do concurso de admissão (CA) será encargo da ESA. Os Cursos de Formação e Graduação de Sargentos (CFGS) serão realizados em três períodos, distintos e sucessivos. O Primeiro Ano será realizado nas Unidades Escolares Tecnológicas do Exército (UETE). Os alunos aprovados no Primeiro Ano realizarão o Segundo Ano na Escola de Sargentos de Logística (EsSLog), na Escola de Sargento das Armas (ESA) ou, ainda, no Centro de Instrução de Aviação do Exército (CIAvEx). Os alunos aprovados no Segundo Ano realizarão o Estágio Profissional Supervisionado, nas OM onde forem classificados. Os períodos de formação e graduação e suas durações são os seguintes:

I – Primeiro Ano, com duração máxima de 2.000 (duas mil) horas;

II – Segundo Ano, com duração máxima de 2.000 (duas mil) horas; e

III – Estágio Profissional Supervisionado, com duração de 400 (quatrocentas) horas.

Observação3:  A formação do sargento de carreira será conduzida em regime de internato.

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

MATEMÁTICA

  1. Teoria dos Conjuntos e Conjuntos Numéricos
  2. representação de conjuntos, subconjuntos, operações: união, interseção, diferença e complementar. Conjunto universo e conjunto vazio;
  3. conjunto dos números naturais e inteiros: operações fundamentais, números primos, fatoração, número de divisores, máximo divisor comum e mínimo múltiplo comum;
  4. conjunto dos números racionais: operações fundamentais.
  5. conjunto dos números reais: operações fundamentais, módulo, representação decimal, operações com intervalos reais. Razões e proporções, grandezas diretamente e indiretamente proporcionais e porcentagem; e
  6. números complexos: operações, módulo, conjugado de um número complexo, representações algébrica e trigonométrica. Representação no plano de Argand – Gauss, Potencialização e radiciação. Extração de raízes. Fórmulas de Moivre. Resolução de equações binomiais e trinomiais.

 

  1. Funções

 

  1. definição, domínio, imagem, contradomínio, funções injetoras, sobrejetoras e bijetoras, funções pares e ímpares, funções periódicas; funções compostas;
  2. relações;
  3. raiz de uma função;
  4. função constante, função crescente, função decrescente;
  5. função definida por mais de uma sentença; e
  6. função inversa e seu gráfico.

 

  1. Função Linear, Função Afim e Função Quadrática

 

  1. gráficos, domínio, imagem e características;
  2. variações de sinal;
  3. máximos e mínimos; e
  4. inequação produto e inequação quociente.

 

  1. Função Modular

 

  1. a) definição, gráfico, domínio e imagem da função modular;
  2. b) equações modulares; e
  3. c) inequações modulares.

 

  1. Função Exponencial

 

  1. gráficos, domínio, imagem e características da função exponencial, logaritmos decimais; e
  2. equações e inequações exponenciais.

 

  1. Função Logarítmica

 

  1. definição de logaritmo e propriedades operatórias;
  2. gráficos, domínio, imagem e características da função logarítmica; e
  3. equações e inequações logarítmicas.

 

  1. Trigonometria

 

  1. a) arcos notáveis;
  2. b) trigonometria no triângulo (retângulo e qualquer);
  3. c) lei dos senos e lei dos cossenos;
  4. d) unidades de medidas de arcos e ângulos: o grau e o radiano;
  5. e) círculo trigonométrico, razões trigonométricas e redução ao 1º quadrante;
  6. f) funções trigonométricas, transformações, identidades trigonométricas fundamentais, equações e inequações trigonométricas no conjunto dos números reais;
  7. g) fórmulas de adição de arcos, arcos duplos, arco metade e transformação em produto; e
  8. h) sistemas de equações e inequações trigonométricas e resolução de triângulos.

 

  1. Contagem e Análise Combinatória

 

  1. a) fatorial: definição e operações;
  2. b) princípios multiplicativo e aditivo da contagem;
  3. c) arranjos, combinações e permutações; e
  4. d) binômio de Newton: desenvolvimento, coeficientes binomiais e termo geral.

 

  1. Probabilidade

 

  1. a) experimento aleatório, experimento amostral, espaço amostral e evento;
  2. b) probabilidade em espaços amostrais equiprováveis;
  3. c) probabilidade da união de dois eventos;
  4. d) probabilidade condicional;
  5. e) propriedades das probabilidades; e
  6. f) probabilidade de dois eventos sucessivos e experimentos binomiais.

 

  1. Matrizes, Determinantes e Sistemas Lineares

 

  1. a) operações com matrizes (adição, multiplicação por escalar, transposição e produto);
  2. b) matriz inversa;
  3. c) determinante de uma matriz: definição e propriedades; e
  4. d) sistemas de equações lineares.

 

  1. Sequências Numéricas e Progressões

 

  1. a) sequências numéricas;
  2. b) progressões aritméticas: termo geral, soma dos termos e propriedades; e
  3. c) progressões geométricas (finitas e infinitas): termo geral, soma dos termos e propriedades.

 

  1. Geometria Espacial de Posição

 

  1. a) posições relativas entre duas retas;
  2. b) posições relativas entre dois planos;
  3. c) posições relativas entre reta e plano;
  4. d) perpendicularidade entre duas retas, entre dois planos e entre reta e plano; e
  5. e) projeção ortogonal.

 

  1. Geometria Espacial Métrica

 

  1. a) prismas: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos;
  2. b) pirâmide: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos;
  3. c) cilindro: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos;
  4. d) cone: conceito, elementos, classificação, áreas e volumes e troncos;
  5. e) esfera: elementos, seção da esfera, área, volumes e partes da esfera; e
  6. f) inscrição e circunscrição de sólidos.

 

  1. Geometria Analítica Plana

 

  1. a) ponto: o plano cartesiano, distância entre dois pontos, ponto médio de um segmento e condição de alinhamento de três pontos;
  2. b) reta: equações geral e reduzida, interseção de retas, paralelismo e perpendicularidade, ângulo entre duas retas, distância entre ponto e reta e distância entre duas retas, bissetrizes do ângulo entre duas retas, área de um triângulo e inequações do primeiro grau com duas variáveis;
  3. c) circunferência: equações geral e reduzida, posições relativas entre ponto e circunferência, reta e circunferência e duas circunferências; problemas de tangência; e equações e inequações do segundo grau com duas variáveis;
  4. d) elipse: definição, equação, posições relativas entre ponto e elipse, posições relativas entre reta e elipse;
  5. e) hipérbole: definição, equação da hipérbole, posições relativas entre ponto e hipérbole, posições relativas entre reta e hipérbole e equações das assíntotas da hipérbole;
  6. f) parábola: definição, equação, posições relativas entre ponto e parábola, posições relativas entre reta e parábola; e
  7. g) reconhecimento de cônicas a partir de sua equação geral.

 

  1. Geometria Plana

 

  1. a) Ângulo: definição, elementos e propriedades;
  2. b) Ângulos na circunferência;
  3. c) Paralelismo e perpendicularidade;
  4. d) Semelhança de triângulos;
  5. e) Pontos notáveis do triângulo;
  6. f) Relações métricas nos triângulos (retângulos e quaisquer);
  7. g) Triângulos retângulos, Teorema de Pitágoras;
  8. h) Congruência de figuras planas;
  9. i) Feixe de retas paralelas e transversais, Teorema de Tales;
  10. j) Teorema das bissetrizes internas e externas de um triângulo;
  11. k) Quadriláteros notáveis;
  12. l) Polígonos, polígonos regulares, circunferências, círculos e seus elementos;
  13. m) Perímetro e área de polígonos, polígonos regulares, circunferências, círculos e seus elementos;
  14. n) Fórmula de Heron;
  15. o) Razão entre áreas; e
  16. p) Inscrição e circunscrição.

 

  1. Polinômios

 

  1. a) função polinomial, polinômio identicamente nulo, grau de um polinômio, identidade de um polinômio, raiz de um polinômio, operações com polinômios e valor numérico de um polinômio;
  2. b) divisão de polinômios, Teorema do Resto, Teorema de D’Alembert e dispositivo de Briot-Ruffini; e
  3. c) relação entre coeficientes e raízes. Fatoração e multiplicidade de raízes e produtos notáveis. Máximo divisor comum de polinômios.

 

  1. Equações Polinomiais

  2. Teorema fundamental da álgebra, teorema da decomposição, raízes imaginárias, raízes racionais, relações de Girard e teorema de Bolzano.

Obs.: Todos os assuntos da Matemática do Ensino Fundamental são pré-requisitos para a prova.

 

PORTUGUÊS

  1. Leitura, interpretação e análise de textos

Leitura, interpretação e análise dos significados presentes em um texto e o respectivo relacionamento com o universo em que o texto foi produzido.

  1. Fonética, ortografia e pontuação

Correta escrita das palavras da língua portuguesa, acentuação gráfica, partição silábica e pontuação.

  1. Morfologia

Estrutura e formação das palavras e classes de palavras.

  1. Morfossintaxe

Frase, oração e período, termos da oração, orações do período (desenvolvidas e reduzidas), funções sintáticas do pronome relativo, sintaxe de regência (verbal e nominal), sintaxe de concordância (verbal e nominal) e sintaxe de colocação.

  1. Noções de versificação

Estrutura do verso, tipos de verso, rima, estrofação e poemas de forma fixa.

  1. Teoria da linguagem e semântica

História da Língua Portuguesa; linguagem, língua, discurso e estilo; níveis de linguagem, funções da linguagem; figuras de linguagem e significado das palavras.

  1. Introdução à literatura

A arte literária, os gêneros literários e a evolução da arte literária, em Portugal e no Brasil.

  1. Literatura brasileira

Contexto histórico, características, principais autores e obras do Quinhentismo, Barroco, Arcadismo, Romantismo, Realismo, Naturalismo, Impressionismo, Parnasianismo, Simbolismo, Pré-modernismo e Modernismo.

  1. Redação

Gênero textual; textualidade e estilo (funções da linguagem; coesão e coerência textual; tipos de discurso; intertextualidade; denotação e conotação; figuras de linguagem; mecanismos de coesão; a ambiguidade; a não-contradição; paralelismos sintáticos e semânticos; continuidade e progressão textual); texto e contexto; o texto narrativo: o enredo, o tempo e o espaço; a técnica da descrição; o narrador; o texto argumentativo; o tema; a impessoalidade; a carta argumentativa; a crônica argumentativa; a argumentação e a persuasão; o texto dissertativo-argumentativo; a consistência dos argumentos; a contra-argumentação; o parágrafo; a informatividade e o senso comum; formas de desenvolvimento do texto dissertativo-argumentativo; a introdução; e a conclusão.

  1. Alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste, aprovado no Brasil pelo Decreto nº 6.583, de 29 de setembro de 2008 e alterado pelo Decreto nº 7.875, de 27 de dezembro de 2012.

 

HISTÓRIA DO BRASIL

  1. A expansão Ultramarina Europeia dos séculos XV e XVI.
  2. O Sistema Colonial Português na América.

Estrutura político-administrativa; estrutura socioeconômica; invasões estrangeiras; expansão territorial; interiorização e formação das fronteiras; as reformas pombalinas; rebeliões coloniais; e movimentos e tentativas emancipacionistas.

  1. O Período Joanino e a Independência.

(1) A presença britânica no Brasil, a transferência da Corte, os tratados, as principais medidas de D. João VI no Brasil, a política joanina, os partidos políticos, as revoltas, conspirações e revoluções e a emancipação e os conflitos sociais.

(2) O processo de Independência do Brasil.

  1. Brasil Imperial.

Primeiro Reinado e Período Regencial: aspectos administrativos, militares, culturais, econômicos, sociais e territoriais; Segundo Reinado: aspectos administrativos, militares, econômicos, sociais e territoriais; e Crise da Monarquia e Proclamação da República.

  1. Brasil República.

Aspectos administrativos, culturais, econômicos, sociais e territoriais, revoltas, crises e conflitos e a participação brasileira na II Guerra Mundial.

 

GEOGRAFIA DO BRASIL

 

  1. O território nacional: a construção do Estado e da Nação, a obra de fronteiras, fusos horários e a federação brasileira.
  2. O espaço brasileiro: relevo, climas, vegetação, hidrografia e solos.
  3. Políticas territoriais: meio ambiente.
  4. Modelo econômico brasileiro: o processo de industrialização, o espaço industrial, a energia e o meio ambiente, os complexos agroindustriais e os eixos de circulação e os custos de deslocamento.
  5. A população brasileira: a sociedade nacional, a nova dinâmica demográfica, os trabalhadores e o mercado de trabalho, a questão agrária, pobreza e exclusão social e o espaço das cidades.
  6. Políticas territoriais e regionais: a Amazônia, o Nordeste, o Mercosul e a América do Sul.

 

INGLÊS

 

  1. Competências e Habilidades
  2. Compreender a utilização de mecanismos de coesão e coerência na produção escrita;
  3. Compreender de que forma determinada expressão pode ser interpretada em razão de aspectos sociais e/ou culturais;
  4. Analisar os recursos expressivos da linguagem verbal, relacionando textos e contextos mediante a natureza, função, organização, estrutura, de acordo com as condições de produção.

 

  1. Conteúdos linguísticos textuais

  2. a) Denotação e conotação;
  3. b) Sinonímia e antonímia;
  4. c) Correlação morfológica, sintática e/ou semântica;
  5. d) Pronomes e suas referências;
  6. e) Artigos (definidos e indefinidos);
  7. f) Singular e Plural;
  8. g) Verbos no tempo Presente, para expressar hábitos e rotinas, em suas formas afirmativa, interrogativa ou negativa;
  9. h) Verbos no Presente Contínuo, para expressar atividades momentâneas e futuro, em suas formas afirmativa, interrogativa ou negativa;
  10. i) Comparativo e superlativo;
  11. j) Adjetivos e advérbios e suas posições nas frases; e
  12. k) Quantificadores (many, much, few, little, a lot of).

Busque equilibrar o tempo que o horário de estudos determinou para Matemática entre os seus segmentos. Faça o mesmo para as demais disciplinas, assim você construirá um conhecimento mais abrangente. A Redação é extremamente importante para que você conquiste os melhores resultados. Dedique-se periodicamente à produção textual.
Estudando corretamente cada disciplina

Aumentando seu desempenho com boas ideias.

Para aproveitamento adequado da preparação, você pode aproveitar o seu tempo de estudo para assistir às videoaulas do Alfacon e ler o conteúdo antes. Assim, os conteúdos abordados não serão estranhos na hora da aula.

Treinando sua concentração

Para um melhor rendimento é necessário concentração. Evite deixar seus equipamentos eletrônicos, como celular, tablet e TV, ao alcance da sua mão. Eles podem ser inconvenientes e te distrair. Não dá para estudar com o celular fervilhando de notificações do seu lado. Evite deixá-lo no mesmo ambiente que você escolheu para estudar. Ignore mensagens no Whatsapp e outras redes sociais. Uma dica é deixar o seu celular no modo avião.

Ajustando o ambiente

Ruídos podem fazer você perder a concentração. Procure um ambiente reservado e silencioso para estudar. Se você preferir estudar com música, opte por uma leve e instrumental. Ao encontrar esse ambiente, tenha atenção ao conforto. Estudar na cama ou no sofá pode ser uma cilada. Quando você menos esperar, estará num cochilo. Escolha uma cadeira confortável, que não cause incômodos ou dores, mas que também não te deixe relaxado a ponto de dormir.

Compreendendo bem a matéria

Anotar é tudo de bom! Durante suas horas de estudo, faça apontamentos e tome nota de tudo que julgar importante. Quando anotamos, fixamos melhor o conteúdo. Nunca dê prosseguimento aos seus estudos caso esteja com dúvidas. Elas podem ser importantes para os conteúdos que você estudará mais adiante.

Distribuindo o tempo

Para ter um bom rendimento é necessário que o seu corpo esteja saudável. Para isso, é importante se alimentar e dormir bem. Além disso, é saudável manter uma rotina de recreação. Para esse momento, escolha um esporte ou outras atividades que você goste. Essas práticas são boas aliadas do corpo e da mente.

Observação: Naqueles dias em que aguentamos o sono é bom tirarmos uma soneca. Vinte minutos pode ser suficiente para você recuperar suas energias. Para não perder a hora, você pode escolher uma posição que não seja totalmente relaxada, para que o seu sono seja mais leve e curto, e programe o alarme do seu celular naquele hit bem agitado para te acordar. Depois de estudar uma disciplina, é aconselhável fazer uma pequena pausa de alguns minutos para espairecer